20 thoughts on “A Selecção do Cristiano”

  1. Parabens , parabens. Muita alegria, o futebol tem estas coisas.Não falemos de futebol , falemos de paixão e ilusão. Ganhamos.

  2. Uma sorte do caraças. Perder o melhor jogador ao fim de 10 minutos e ganhar com um golo marcado por outro que não fez 45 minutos de campeonato. E uma bola na trave.

  3. Isto foi o FADO desde o início !

    E que venham de lá agora as Sanções e os …Alemões !
    Que tola com que devem estar todos.
    Por exemplo, o Joaquim Low tinha dito que “Portugal não tinha hipóteses” …

  4. Fosse a Alemanha o adversário e ter-me-ia enchido de paciência para ver o jogo todo, rezando fervorosamente durante duas horas para que os filhos de uma merkel saíssem de lá com o rabo entre as pernas. Mas o certo é que de futebol pesco ponta de corno e só arranjei pachorra a dez minutos do fim dos 90 minutos regulamentares. Em verdade te digo, porém, que me orgulhei do Homem que depreciativamente classificas como castiço quando, do alto do pódio, na hora da glória, enviou aquele abraço aos amigos:

    “From one underdog to another: Greece, I remember you and I love you.”

    Foi bonito, pá! E não creio que o futebol fosse central no abraço, pareceu-me mais solidariedade de trincheira.

    (peço perdão pela estrangeirice, mas as hipóteses em português, como vira-lata ou zé-ninguém, não me satisfaziam)

  5. Foi à portuguesa :
    – inesperado, sofrido e cheio de lágrimas.
    – somos Campeões de uma Europa obrigada a olhar 120 minutos para nós e ver-nos espantada com a Taça de Campeões nas mãos.

    Não sei se o treinador é religioso se bruxo mas lá que adivinhou adivinhou.

    A Torre Eiffel mostrou a arrogância, inveja e ordinarice duns gauleses que não conseguiram cantar de galo e exibiram sem pudor sua natureza da maus anfitriões.
    O Presidente da FPF pode continuar mas, sem pirosos bacocas à sua volta.

    Quanto ao Cristiano foi alma, batuta e dono desta bola como há muito desejava.

  6. Foi uma bela jornada. A equipa funcionou como um todo }a volta dum objectivo: representar Portugal e levar a taça para Portugal. Cristiano Ronaldo esteve à altura do seu lugar de capitão e do melhor do mundo. Eder, que promote, foi ali a chave final. Mas, acima de tudo, há que reconhecer o espantoso trabalho de Fernando Santos, o treinador que a Grécia adora. O seu agradecimento publico, na conferência de imprensa, foi comovente e duma grande coragem. Ainda bem que Portugal teve esta hora de alegria. E de esperança.
    A França, foi como costuma ser: chauvinista, malcriada, invejosa. A grande vaca colaboracionista que os países de língua inglesa detestam e em quem não confiam. A Alemanha, foi de rabo entre as pernas para casa digerir a arrogância. Todos esses grandes filhos da mãe ficaram passados.

  7. ” (…) futebol de merda (…) ”

    Faça o favor de corrigir o léxico, até os franceses, melhor dizendo, os jornalistas franceses, já o fizeram, dégueulasse foi substituido por ” realismo português ” .

  8. Porra, hoje falas num «treinador castiço» e, há uns dias, dizias que aquilo era um «castiço fenómeno de incompetência»?! Vejamos, aceita uma ajudinha Valupi, qual é a inteligência de dizer que o treinador português que ganhou o Euro 2016 é incompetente?! Castiço são estes fadunchos, eu acho. Como diria o outro, até que a vaca tussa gargalhemos, por quatro vezes, HA! HAHA!! HAHAHA!!! HAHAHAHA!!!!

    HAHAHAHA!!!
    18 JUNHO 2016 ÀS 21:49 POR VALUPI
    Comentário ao castiço fenómeno de incompetência chamado Selecção Portuguesa de Futebol.

  9. Erros meus, má fortuna. Aqui fica o mea culpa, pois grandes exibições no Euro 2016 fez o capitão do Zbording. Por mim, digo que claramente me enganei. Nem um frango, nem um galo!

    Eric
    […]
    «Como as probabilidades matemáticas ainda são o que são, o menu português do Euro 2016 incluirá certamente pelo menos um frango do Rui Patrício. Será hoje, apesar do mau jeito?»
    18 de Junho de 2016 às 18:22

  10. Sim, Eric, se há herói individual nesta vitória ele é muito mais o RUI PATRÍCIO do que o petulante e infantil Ronaldo, que só jogou verdadeiramente bem quando passou para o banco e libertou dele a Equipa!

    E até mostrou como deve ser um Treinador A SÉRIO ao “engenheiro do Penta”, que podia muito bem ter vindo para casa logo no jogo com a Croácia (era aliás o que ele merecia) e seria muito justamente enxovalhado pela Nação crédula e faminta que agora lhe tem de engolir as pieguices.

  11. Sem dúvida, Rui Patrício foi o grande herói de ontem, o segundo foi o Éder, o terceiro o João Mário, o quarto a EQUIPA (em especial toda a defesa), o quinto o Timoneiro Cristiano, o sexto o maravilhoso PÚBLICO e o sétimo, vá lá, o Fernando Santos, o novo “Cristóvão Colombo” (*) do Futebol!

    ______________________________________________________
    (*) Cristóvão Colombo: o INCOMPETENTE mais bem sucedido da História dos Descobrimentos, que aportou às Caraíbas acreditando estar na Índia!…

  12. todas as causas do sucesso de portugal e do insucesso das restantes 23 são irrelevantes. isto é desporto de alto rendimento. está aqui uma seleçao da melhor equip4e tecnica, médica, dirigente, e 23 futebolistas entre milhares que praticam esta modalidade com total abnegaçao e nem à 1a liga chegam. isto é tambem o resultado e o fruto de dezenas de insucessos de anteriores selecoes portuguesas que tentaram e nao cpnseguiram. estes sao os melhores futebolistas dirigentes e equipe tecnica e o melhor treinador que portugal conseguiu arranjar para tentar ganhar um trofeu desejado ardentemente por todas as potencias futebolisticas europeias. só um mediocre pode achar que um treinador medíocre poderia ter alcançado um feito destes. abram a pestana!

  13. Esperem pelos jogos de qualificação para o próximo «Mundial», patetinhas. Já não falta muito…

  14. a nossa sorte foi o cristiano sair.tinhamos a equipa a jogar para ele ,sem grandes resultados.as horas de estudo dos franceses foram para o penico,porque o ronaldo esteve em campo pouco tempo.portugal, jogou o campeonato que podia.esta equipa não tinha os mesmos argumentos de anteriores e que nada ganharam!como sportinguista, vi o meu clube ser eliminado numa competição europeia por uma equipa de nome dificil de pronunciar, no tempo de fernando santos como treinador.

  15. Sabes que mais tozé, como sportinguista que és penso que percebes bem a mensagem “vai tomar no cú”.

    Também é válido para o dr. da mula russa!

  16. É isso mesmo, tózé!

    jpferra não passas de um merdas, pá, e o que me dá mais gozo é que tu sabes isso muito bem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.