A química do amor

Esta notícia diz que os homens conseguem cheirar a ovulação das mulheres, o que os leva a produzir testosterona e a ficarem atraídos, pelo que as mulheres andam a enganar os homens com odores artificiais que acabam por diminuir, ou anular, o poder químico da ovulação.

Sim? Não?

__
(atenção: profissionais da indústria dos perfumes é favor identificaram-se antes de emitirem opinião)

100 thoughts on “A química do amor”

  1. e a pílula , não? é que a malta em idade fértil quase toda toma a dita pílula anovolatória , logo , perfume a mais ou menos não faz qualquer diferença.

  2. …o caminho do meio:

    se as mulheres tomarem banho mas não de perfume… (só 2 borrifadelas de eau de toilette)…

    se as mulheres tiverem um cheiro ovulatório intenso…

    se tiverem uma tesão avassaladora por um determinado ‘macho’…

    …certamente que a testosterona dele irá disparar… :)

  3. E o seu/teu unico e grande mal, les glossy magazines a mais. Promise to practice this mantra one hundred times tonight at 3 in the morning: Never ever will I read anything about science or scientists with a ‘printer friendly’ option.

    Note: no idea who I was thinking about while writing this silly comment.

  4. Hermés?!… Un jardin sur le Nil… (femme)…

    Loewe… a mi aire …

    Em geral prefiro aromas florais e cítricos…

    Fleurs d’Oranger (Hermés) e Acqua di Parma (homme?)

  5. É galga, Valupi, tanga, peta, aldrabice… podes, descansadamente, continuar a produzir testosterona fora do período ovulatório, sem ir lá pelo cheiro, à gente para te agradecer e tu ficas muito mais sastifeitinho ;-)

  6. Ana, muito obrigado pelo esclarecimento. Já estava a ficar ansioso com a existência de mais um ciclo feminino a condicionar o escoamento da testosterona do macho ibérico.
    __

    &, será?

  7. tu vê que dos anos setenta para cá as modelos que fazem moda são a caminho do anoréctico que é a negação da fertilidade, é a figura arrapazada, autónoma, despachada,

    cá para mim isso e os casamentos gay por exemplo são controlos preventivos da pressão demográfica, melhor do que o que o Malthus chamava controlo ‘positivo’: as guerras, as epidemias, etc.

  8. Tenho cá para mim que este tema merece uma reflexão um pouco mais séria.

    Para começar julgo que não nos devemos desvincular da natureza. E na natureza o que é absolutamente verdade é que os animais reconhecem os ciclos próprio de acasalamento por via de sinais que são emitidos, quer eles sejam visuais, olfactivos ou outros.

    Tomando como verdadeiro o que está dito anteriormente, porque razão para os humanos não podem estar sujeitos a ciclos naturais semelhantes ????

  9. &, certo, mas estás a fazer referência ao Ocidente. Onde o aumento demográfico acontece imparável essas referências não existem ou são irrelevantes: China e Índia, zonas da Ásia e África. Neste momento, já somos sete mil milhões, e parece que foi ontem que se ultrapassou a marca dos seis mil milhões.
    __

    Carmen Maria, exactamente. Aliás, há vários estudos (mas, atenção, há estudos para tudo e mais alguma coisa, sendo que muitos de estudo científico têm apenas o nome ou a pretensão) que assinalam alterações no comportamento das mulheres no período fértil – por exemplo, sentirem maior atracção por homens fisicamente fortes e belos (e daí aumentar a possibilidade de eventual adultério), por contraposição com a preferência por homens afectivos e sentimentais fora do período da ovulação, e também a exposição do corpo (decotes, saias) ser maior durante a ovulação. Ora, a mulher não tem consciência de estar na ovulação, apesar das contas de calendário, daí o grande interesse dessas pesquisas.

    E, enfim, seria divinamente misterioso que um animal com perto de 4 mil milhões de anos de evolução atrás dele estivesse imune à lógica que o gerou.

  10. ah, será então um feixe de sinais de controlo demográfico preventivo na esfera da cultura das sociedades mais desenvolvidas tecnologicamente? Pois ainda parecia ontem os 6000 milhões, a bomba demográfica,

  11. muitas mulheres ( as que ovulam , que não tomam pílula ) têm consciência que estão em período ovulatório , pá. nunca ouviste falar em muco cervical?

  12. Tive em tempos uma namorada que de vez em quando cheiráva ,digamos que” menos bem”. Pensáva eu, na minha ingenuidade ( ou ignorancia) que era um problema das mulheres, e só delas; erro meu , o que ela era era pouco asseada . Os gajos tambem cheiram mal, como todos sabemos , quando vamos num “metro” à cunha.Em relação aos odores femininos, da ovulação, por ex. não sei se neste ambiente poluido e cheio de cheiros (bons e maus) do exterior, não me parece que consigamos detectar esses odores. Agora o cheirinho a chulé de Homens e Mulheres ,esse por vezes , é avassalador.

  13. antonio manso, este “cheirar a ovulação” não diz respeito a um odor específico, antes a uma reacção de agrado face a uma dada mulher, ou mulheres, cuja causa específica não é consciente.

  14. pensando bem , o V equacionou aqui um belo problema com óvulo , cheiro , espermatozóides.

    suponho que estão a par de que quantidade e a qualidade dos espermatozóides andam a descer por aí abaixo ( dizem que alimentação , tabaco , quimícos , poluição e tal são as causas). será? se calhar a anovulação generalizada pela pílula tem alguma coisa a haver . não óvulo , não cheira a hormonas , pouquinhos e fracos espermatózoides. afinal ninguém gosta de trabalhar em vão..

  15. mf,

    Um pouco com ares de brincadeira, julgo que estás a fazer uma abordagem correcta. Ninguém se convença que a quantidade de pílulas que as mulheres consomem mundialmente, não tenham interferência com a saúde, e com o desencadear de certos “mecanismos” naturais.

  16. O ideal feminino é um misto de Cyrano e de CR7, consoante a época do mês.
    Não me parece que isto seja só um estereotipo, se juntarmos mais um C, de compras, tenho quase a certeza de que podemos fazer uma lei universal.:))

  17. K,

    estás a provocar…E foste logo buscar um extremamente feio e um extremamente…enfim, menos brilhante intelectuamente.

    O ideal feminino é ter ambos os requisitos (e mais uns quantos) reunidos e à disposição em qualquer época do mês. Não vás em conversas :)

  18. eu tenho ouvido que quando a mulher está na ovulação gosta de homens de corpo o imagem forte, e depois gostam de magros, é um dito em relação a necesidade de proteção que sinte a mulher nises momentos.
    Não sei se é brincadeira ou é uma coisa mais. Mas concordo co do cheiro ainda que seja muito animal, concordo com que “E na natureza o que é absolutamente verdade”.

  19. Lá está, os alfaiates muito à frente, ou pelo menos muito mais à frente que certos homens…

    K,
    é por aí, um Pitt, também. Mas depois há os “feios” giros. Isto é muito complexo…

  20. reis, tem lógica já que o acasalamento primitivamente tinha como consequência a reprodução (e já não tem necessariamente), logo os parâmetros de selecção tinham isso em conta, o ser forte, saudável, bons genes,etc…quase o ideal olimpico :))

    Edie, por falar em insectos, és capaz de procurar aí pelo louva-a-deus? :)

  21. K,

    Ainda bem que o ideal feminino é sempre pessoal e intransmissível.

    Isto para dizer que mesmo quando se julga que as pessoas, no caso, as mulheres, agem com base em estereótipos massificados exaustivamente, há sempre “um conjunto de hormonas mais compatível” que abala a estrutura do estereótipo.

    Quando não há, temos a homossexualidade, que em minha opinião não alinha propriamente pela características naturais tendentes à reprodução, mas por outros mecanismos, em minha opinião de carácter psicológico

  22. Segui atentamente comentário a comentário este post 
    Cheguei a grandes conclusões sobre como tornar feliz a vivência quotidiana da minha sexualidade; – preciso do Adamrém 
    – um garanhão para o período ovulatório (uma espécie de Lilith e Caim do mundo Saramago – o vermelho brutal do desejo em tons de fundo nas transparências da paixão)
    – um poeta para a maior parte dos dias (que me ouça a alma e a transforme no toque leve e sedutor das cambiantes do azul por descobrir na paleta do pintor da realidade)
    – um gay para alguns dias (para me ouvir e entender)
    – Um gestor de sucesso (por causa do cartão de crédito para as compras)

    Estou mesmo a pensar colocar esta questão formalmente ao meu companheiro ;)

    Estou nessa do louva-a-deus

    Ainda bem que o ideal masculino é mesmo pessoal ou intransmissível ou estavam os homens bem tramados :P

  23. K,

    a fêmea louva-a-deus é um bocadinho sexista – trata o macho como um mero objecto reprodutivo e descartável. Acho que os machos louva-a-deus deviam formar um movimento de defesa dos seus direitos, uma espécie de movimento pró-vida. “Queremos vida depois do sexo!”; ” O corpo é nosso”, “Tira as mandíbulas do meu corpo”; “Pratique sexo seguro, use insecticida”; “O sexismo é uma doença social”, e por aí fora :)

  24. Os alfaiates também devem ter inventado um truque qualquer. E é isso que os perfumes são, um truque. Por muito atractivo que seja o período ovulatório, quanto tempo dura? Quem quer manter os companheiros atraídos apenas por um período de tempo curtíssimo? Portanto, vale tudo. E este é um truque bem antigo, com tanto sucesso que são eles próprios a oferecê-los. E também os usam… :)

  25. atenção que para lá d@s louva a deus existem os camaleões e aquela língua é fatal,

    mas entretanto acho graça é que o verdadeiro tabú é a bissexualidade, o mais natural, que o digam patos, golfinhos e pinguins et al,

    Natureza: mãe sagrada e promíscua.

  26. Claro, claro, eu estava só a brincar…o ideal feminino é um não sei quê indefinivel, um tudo ou nada, é aquele “Ambrosio, apetece-me algo” do anuncio da Ferrero Rocher. ;))

    Mas ao contrario do que comummente é dito, muitos vicios masculinos são consequência do seu altruismo e amor pelas companheiras. Quantas garrafas de vinho não foram derramadas à espera do momento em que podemos dizer sem corremos o risco de nos enganarmos e sermos (justamente) acusados de estarmos a mentir “És Linda”.?? Quanto amor e altruismo reside neste acto?

  27. K,

    claro que sim, o papel do homem não é fácil! Ter de se preocupar em corresponder ao ideal feminino que nunca se sabe bem qual é… mas também convém dizer que esta coisa do ideal feminino foi inventada por homens, por isso foram buscar lenha para se queimar :) Quem disse que o ideal feminino era o masculino ideal?

  28. Edie, não te livras assim tão facilmente de tantos anos de evolução. é esse o ponto e que ainda nos influencia sobremaneira, consciente ou inconscientemente nas nossas escolhas mais basicas.A biologia limita muito o idealismo, embora culturalmente não o queiramos admitir.

  29. K,

    Podes ser mais explicito relativamente ao teu comentário, no ponto em que dizes que a “biologia limita muito o idealismo”

  30. K,

    é verdade que maquilhamos muitas vezes a pura biologia de idealismos, romantismos e outros ismos… Totalmente de acordo.

    Mas como a nossa evolução não tem sido só biológica, demos também em condicionar a biologia a partir dos nossos idealismos e através de várias tecnologias.

    De maneiras que estamos numa pescadinha de rabo na boca. Como disse lá atrás, isto é muito complexo :)

  31. Carmen, o que eu quero dizer é que um anão não pode ser um poste da NBA, o Morgan Freeman nunca poderá fazer de Kennedy no cinema mainstream e não é crivel que mesmo que me apaixone por uma pata a relação seja bem sucedida ;))

  32. K,

    depois do teu esclarecimento à Carmen, não sei se interpretei bem essa passagem, mas continua a fazer sentido.

    A propósito, já foste ver o Avatar?

  33. K,

    Se te apixonares por uma pata, não. Agora experimenta trocar o (a) pelo (u).
    Neste caso, podes ter o idealismo completamente ultrapassado pela biologia.

    (estou a reinar contigo, ok)

  34. Já, muito bom. É marcante, mesmo até para a propria industria.
    A história está bem esgalhada mas a partir de certa altura começa a servir o office box e a sequela. Nada de mal é um blockbuster. Gostei da critica ao neocolonialismo e o papel dos falcões vs comunidade cientifica vs a relação telurica dos Navi com Pandora. Mas a certa altura parece que estava a assistir a um festival new age, não que tenha algo contra mas pareceu-me um pouco datado se assim se pode dizer.No entanto o que me fascinou mais foi a hipotese de sermos “outro” e o que isso implica.

  35. Exacto.
    Mas em vez dos clichés new age, quis ver mais o “conhecimento” milenar ao qual se volta/para o qual se evolui.
    No caso do filme, projectando-nos para Pandora através de cinco anos de sono.

  36. K,
    a tua questão é tão pertinente, tão filosófica…

    De facto, o que significa evolução. A evolução, em variadíssimos ramos das ciências, estuda a forma de conhecermos, o mais possível, o passado, curioso não é ?!

  37. Carmin, nada de mais, a questão do eterno retorno sempre teve expressão na cultura ocidental.Mas o que dizes é verdade por exemplo Hubble e o Cern (acelerador de particulas), entre outros, permitem isso mesmo, essa busca. No entanto não me leves tão a sério no meio disto tudo eu sou só um Mr. Chance :)))
    O pessoal quer é ovulação não evolução, fonix! :))

  38. Porra, já estou farta de dizer que Edie é nome de mulher!

    E o tango é também uma relação de poder(es), para além do poder da química.

  39. sem desprimor para todas variações que andam aí e eu gosto, e isto será o quê? Química aos saltos? Mas lá está, de manhã não dá certo.

    bem, aos saltinhos lá vou eu,

  40. &,

    sem dúvida, muita química aos saltos. Aliás, o caetano é como os simpáticos golfinhos, salta(va)? muito, biquimicamente falando :)

    K,

    eu dou-te a química :)

  41. E porque não aproveitar para fazer “business”?
    Por exemplo o pessoal dos têxteis podia bem agarrar nesta ideia e subir a escala de valor das T-shirts incluindo o cheiro de fêmeas ovuladas .:))
    Por outro lado o pessoal da perfumaria anda a dormir, apos tantas marcas abandonarem o Tiger Woods (meu ídolo a proposito) porque não uma de perfumes patrociná-lo a um bom preço e fazer uma campanha com um slogan bem simples “It works!!”.

  42. K,

    Tu és divertido!

    O número das T-Shirts dava cá uma confusão…

    Já viste que todo o circuito comercial seria alterado. Em lugar de serem as mulheres a comprar as T-Shirts, seriam os homens, bem…

    Isto, está claro, mexia e remexia com os direito adquiridos das mulheres.

    Não estás bem a ver a revolução que acabas de propor, pois não ?!?

  43. Desculpa lá Carmen mas as unicas coisas que eu até hoje vi as mulheres adquirirem são (e não por esta ordem) : sapatos, malas, acessorios, vestidos, cremes etc…direitos, nunca vi!Mas dou de barato que posso andar um pouco distraído para a questão.

    As T-shirts eram para as mulheres!! Substituiam os perfumes muito mais eficazmente.
    Até podiam por uma frase “You prefer soccer don’t you?” :))

  44. K,

    LOL…mas…
    para já, os perfumes são uma das coisas a incluir na lista que mencionas, até porque o nosso narizinho também merece ser mimado, não nos perfumamos (só) para ser eficazes na atracção do macho. :)

    Já agora, que sugeres para o sector masculino, nessa parte dos truques para aumentar o poder de atracção?

  45. K,

    ok, mas o o sector masculino tem um target, não? E tu fazes parte do sector masculino…Logo, tens um target. Logo, partilha aí ideias para atrair compradores do sector masculino que queiram atrair o seu target…

  46. K,
    Sabes que até há bem pouco tempo, para teres sucesso nessa espécie de empresa a que te referes, bastava teres um nome chic, seres Opus, e claro, propores-te ter pelo menos 5 filhos todos educados num santuário da opus. O sucesso seria garantido como alto quadro na instituição.

    E posso-te garantir que o não cumprimento deste alinhamento era doloroso tanto para homens como mulheres. Mais não digo porque o assunto é delicado.

  47. Edie, neste caso as T shirts são para os homens atrairem mulheres, certo? Então as mulheres é que têm que dizer quais são os atributos que as atraem num homem para que as T shirts tenham sucesso. Por exemplo uma frase “Ambrosio é o meu segundo nome” numa alusão ao tipo/motorista do anuncio da Ferrero Rocher.Mas funciona? Não desatariam todas (com o sentido de oportunidade que vos é caracteristico) a cravar chocolates e boleias ao desgraçado?

  48. K

    a tua ideia seria: as mulheres usarem T-shirts ‘perfumadas’ com cheiro de fêmeas ovuladas…certo?…

    Nesse caso…a mensagem visual das ditas seria irrelevante… :P

  49. K,

    não é demasiado óbvio, não :), mas pode ser mal entendido e nesse caso, há o risco de se conseguir o efeito contrário ao pretendido, em termos de atracção do target. Que é como quem diz “quem muitos targets quer, todos perde”…

  50. Aire, identifica a fêmea e a disponibilidade.Muito útil se houver um grande aglomerado de targets…não nos pomos a snifar uma a uma e depois dizer “Eu consigo não vou à bola, de certeza” :))

  51. K,

    também nesse caso podes apanhar alguém que te responda: ” E quem lhe disse que eu gosto de futebol?” (if you know what I mean)

  52. Edie, exacto, eu só estava a fazer a transcrição da frase da T-shirt para uma situação onde ela não existisse, como propôs o Aire.

  53. É o que se chama……..’uma confusão de narizes’…:D

    ah….as mensagens escritas também ajudam no caso das sinusites… ;)

    um pouco como a música ajuda os cegos….

  54. Bom, parece-me que estas formigas levaram o feminismo longe demais… Afinal, sem homens, pah…

    E ainda por cima fazem clonagem sem consultar comissões de ética, nem nada…formiguinhas danadas!

  55. há uns anitos lembro-me de ler que uma dragona de Komodo no zoo de Londres chateou-se de estar só e teve uma ninhada de dragãozinhos, lá como se faz não sei. Mas fez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.