A Operação Marquês acaba hoje

Hoje acaba a Operação Marquês porque, seja lá qual for a decisão de Ivo Rosa, é a primeira vez que um magistrado apenas interessado em respeitar os princípios do Estado de direito democrático se vai pronunciar sobre a informação recolhida a respeito das suspeitas levantadas contra Sócrates. Os que o antecederam, de Rosário Teixeira a Carlos Alexandre e passando por Joana Marques Vidal, politizaram o processo e não merecem a menor confiança.

Este processo começou por excelentes razões. Havia, realmente, matéria que justificava uma investigação do Ministério Público aos trânsitos de dinheiro para Sócrates. Por aqui, não só não há qualquer dúvida acerca da legitimidade da abertura do caso no Ministério Público como todos os cidadãos esperam que tal aconteça sempre nas mesmas circunstâncias com terceiros. Infelizmente, esta bondade judicial esgotou-se na sua própria abstração pois os actos que iniciam a investigação estão feridos de ilicitude: investigou-se irregularmente e abusivamente. Porquê? Política.

Não sei se Sócrates cometeu alguma ilegalidade. Espero que, caso a tenha cometido, ela venha a ser julgada e tenha uma condenação justa. Por mínima que seja. Sei outra coisa, que a Operação Marquês não foi em momento algum o exercício de querer estabelecer factos para chegar a conclusões que eles fundamentassem. Passou-se ao contrário, andaram à procura de factos para as únicas conclusões que concebiam manter no final do prazo. Daí estarmos hoje, finalmente, em condições de conhecer uma visão isenta desses factos e da sua justa, constitucional, interpretação.

Luís Rosa, uma viscosa e fanática figura que tem em Sérgio Moro o seu herói, escreveu há dias um artigo onde festeja a eventualidade de a Operação Marquês só terminar em 2036. Para ele, tal consolo faz todo o sentido pois esse prazo corresponde ao tempo disponível para continuar a explorar o tema e o ódio que ele anima nas audiências da direita decadente, da indústria da calúnia, do populismo e do tachismo. Para o cidadão assustado com a possibilidade de ter existido um primeiro-ministro que se justifica julgar por acusação de corrupção, e apavorado com a possibilidade de existir uma Justiça que comete intencionalmente injustiças, hoje é o dia em que esta questão de regime vai obter decisiva sentença.

56 thoughts on “A Operação Marquês acaba hoje”

  1. Hoje ainda não é o dia de saber o resultado do desafio Provas Diretas – Provas Indiretas que decorre neste processo Marquês !

  2. não acaba nada. começa novo capítulo da série, até já há um filme promocional do realizador tavares.

  3. Tenho a ideia de que o chamado “processo Marquês” vai um bocadinho além do que fez ou deixou de fazer José Sócrates, que é o tema que deixa alucinado o Valupi e os seus apaniguados que aqui acorrem.
    Para quem não sabe, convém lembrar que o veredicto judicial, seja no crime seja no cível, é uma “verdade relativa” sujeita às contingências da prova, que no processo penal está sujeito ao princípio in dubio pro reo, prova que, por razões óbvias, é particularmente difícil de fazer na chamada criminalidade económica.
    Por isso, não atribuo particular importância ao que vai hoje ser anunciado.
    Basta-me o que todos hoje sabemos: tivemos como 1º ministro um aldrabão.
    A investigação do MP teve, pelo menos um mérito: pôs a nu o comportamento de parte da alta finança em Portugal, e de alguns que por aí se pavoneavam, o uso habitual de off-shore para camuflar e esconder milhões, como se destruiu a PT e o BES, e o incrível facto de termos tido um ministro que estava por conta de quem de facto mandava.
    Sócrates não passava de um deslumbrado, um idiota útil.
    Rui Tavares hoje no Público diz umas coisas acertadas.

  4. “Tenho a ideia de que o chamado “processo Marquês” vai um bocadinho além do que fez ou deixou de fazer José Sócrates”
    Nem mais.
    A que tipo de condicionalismos, por omissão ou ação, se sujeita um primeiro-ministro em funções para no final do seu mandato poder usufruir a seu belo prazer de 30 milhões de euros?

  5. “Basta-me o que todos hoje sabemos: tivemos como 1º ministro um aldrabão.”

    . todos? não te passei procuração e os outros também não devem passado

    . quem foram os aldrabados e quais as aldrabices?

  6. “A que tipo de condicionalismos, por omissão ou ação, se sujeita um primeiro-ministro em funções para no final do seu mandato poder usufruir a seu belo prazer de 30 milhões de euros?”

    o problema é exactamente esse: não há provas de condicionalismos, nem do dinheiro.

  7. “o problema é exactamente esse: não há provas de condicionalismos, nem do dinheiro.”
    O que seriam para si provas de condicionalismos por omissão?
    Quanto ao dinheiro, parece-me haver provas da sua origem, do seu usufruto e da forma como esse usufruto se concretizou (a seu belo prazer, sem qualquer limite ou limitação e evitando explicitamente qualquer tipo de registo).
    Daí que, para mim, a questão política é muito mais importante e vai para além do processo judicial.

  8. E se eu disser que todos sabemos muito bem que esse cabrão do Mick Jones é um gatuno e um criminoso de lacinho branco (sujo), como é que ele acha que se deve provar esta afirmação, o que “todos sabemos é particularmente difícil de fazer, por razões óbvias, na chamada criminalidade” em geral?
    Ora se fosses pregar a missa para a puta que te pariu, palhação…

  9. Sim, pá, todos sabemos que tivemos um 1º-menistro que era um aldrabão: chamava-se pedro passos coelho.
    Também tivémos um prezidento que era um canalha: chamava-se anibal cavaco silva.
    E outro 1º-menistro que era uma anedota ambulante: chamava.se santana flopes.
    E ainda outro que era um cretino e um cobardolas: chamava-se durão burroso.
    E também tivémos um 1º-menistro de quem ninguém se lembra, mas que manda na mérdia toda e deixou o País entregue ao FMI: chamava-se franciso pitas Balsemão.
    Pois é, bé-bé.

  10. Fffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffff!
    Esvaziou-se o teu balão, juiz Carlos Alexandre. Se precisares duma corda, avisa.

  11. 😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😆😆😆😆😆😆😆😆😆😅😅😅😅😅😅🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭Desculpe Valupi a vulgaridade do comentário mas é mais forte do que eu. Cumprimentos aos comentadores que aqui foram pondo em causa a bondade e a qualidade da acusação.

  12. Caíram todas as principais acusações de corrupção. Sócrates vai ter de responder por dinheiros e favores “presumivelmente ilícitos” recebidos de Carlos Santo Silva. A isto se resume o caso, esvaziado das nulidades, incongruências, incoerências, especulações, conjecturas, acusações prescritas, falta de rigor e falta de provas em que assentava o processo, obviamente político, cozinhado por Rosário Teixeira e Carlos Alexandre.

    Mas o julgamento na praça pública vai continuar, agora com um novo acusado, que já era indiciado como suspeito: o juiz Ivo Rosa.

  13. As provas, as provazinhas, nunca vieram a jogo !
    Dizemos isso desde há cinco anos para cá. Pois a má fé cínica e a obtusidade córnea sempre simularam não nos ouvir.
    Ouviram agora a decisão do Tribunal ? A má fé cínica e a irmã obtusidade córnea são duras de ouvido !
    Como não sabem outra música, hoje mesmo voltarão ao velho estribilho que as cobriu de ridículo !

  14. agora deveria começar a investigação ao rosário teixeira, carlos alexandre, correio da manhã, joana vidal e ao mandante atrás do arbusto.

  15. Temos assim que, de acordo com a decisão instrutória do juiz Ivo Rosa, não haverá julgamento de crimes imputáveis ao então primeiro-ministro José Sócrates, mas tão-somente de crimes que terão sido praticados pelo atual cidadão José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa….

  16. Duas notas no meio de toda a polémica:

    Pelo lado negativo, tivemos um ex Primeiro Ministro da República Portuguesa encarcerado preventivamente (?) durante 9meses com caráter punitivo (retiraram-lhe as botas e o cachecol do benfica, porquê?) com base num enredo de série rasca de tv.
    Também já não se vão escrutinar os processos em que o Calex esteve envolvido , que ilibaram carradas de malta da direita e nem sequer deram direito a fugas ao segredo de justiça nos pasquins. É pena.

    Pelo lado positivo acho que o Juiz Ivo Rosa, mesmo deixando alguma acusação para posterior esclarecimento, fez mais do que qualquer um para credibilizar o Sistema Judicial Português.

  17. Agora arrotem aí a figadeira, seus CANALHAS!

    Não se iludam, que ainda hão-de pagá-las a todas por junto.

  18. ò broas, agora é que eras útil para contestar certidão de incompetência e atestado de batota que o juíz ivo rosa passou ao ministério público em directo de 4 horas.
    deve ter ido ao nimas ver a grande mentiragem do jtm.

  19. tenho pena que o joão araújo não tenha assitido à sessão de hoje e ouvido o ivo rosa confirmar tudo o que o contestou neste processo.

  20. O golpista Fernandes ex-director do “Público” e agora director do “observador”, há pouco na RTP 3, tremia de raiva e os olhos pareciam disparar balas de indignação contra o juiz Ivo Rosa pelas suas decisões acerca da acusação do MP.
    Também este, democraticamente desqualificado e desacreditado jornalista, pai da tentativa de golpe de Estado conta Sócrates, também ele, usando uma inventona ficcionada de “escutas” socráticas ao desconfiado e crédulo Cavaco de Belém ao estilo e práticas do magistrado Teixeira-Alexantre, publicadas no jornal “Público” que dirigia ao serviço do patrão, um dos interessados numa vingança sobre Sócrates por não ter conseguido o milhomilionário negócio da opa sobre a PT, este desqualificado jornalista, dizia, brotava raiva pelos olhos e por todos os poros da cara cheio de medo de que uma vez ilibado Sócrates pudesse condidatar-se e vir a ser PR.
    Como este, todos os mais ou menos corruptos intelectualmente e mamistas legalizados, tremem de medo só de pensar na possibilidade remota de que tal possa acontecer; porque, eles sabem, que nesse dia aliás pouco provável, haja alguma oportunidade de serem eles os acusados perante o tribunal e o país e terem de responder acerca de corrupção nos “fundos” de adesão à UE, no BPN, nos submarinos, na Portucale, na Tecnoforma, na venda à pressa e ao desbarato de empresas de soberania nacional, e sobretudo no manobrismo maniqueista que levou à necessidade anti-nacional de chamar a troika e deixar Portugal em regime de Protectorado como um deles, depois vice-PM, apelidou o próprio governo de sujeição de que foi um dos autores e colaboradores.
    Diz o povo que é o medo que guarda a vinha e, Maquiavel advogava ao Príncipe que era o terror que guardava o poder, pois, também neste caso é de algo semelhante que se faz a opinião contra a lei aplicada hoje, por Ivo Rosa.

  21. Finalmente um juiz que, apesar da pressão que tem sido alvo, não se deixou intimidar , analisou e decidiu objetivamente e sem papas na língua. Durante o processo, pela primeira vez, não houve fugas de informação pr’os mérdia controlarem.
    Melhor ainda: Anda tudo a queixar-se que ele se devia ter escusado a qualificar aspetos da investigação naquela merda de processo que custou fortunas ao estado, mas ele chamou os bois pelos nomes. G’andes colhões!

    Quanto ao Sócras:
    Independentemente de gostar de viver à grande com o guito do amigo, (coisa que eu não faria e até acho um pouco parolo), sempre achei que não era gajo para cambalachos à Dias Loureiro. Tomou medidas políticas demasiado corretas para ser vigarista. Talvez tenha metido alguma cunhinha p’ro
    Se andou a traficar dinheiro de forma ilícita e foi apanhado, azar. Desemerde-se.
    Agora, queimar-se um político, prendendo-o, difamando-o, destruindo toda a obra política recorrendo à mentira descarada e à manipulação de informação, através dos mérdia, para encobrir os verdadeiros criminosos troikistas, deixa no ar um cheirinho a verdadeira conspiração.
    Será que algum dia teremos uma investigação aos factos e intervenientes da governação PAFiosa?
    E se o Passos fosse mesmo corrupto mas uma das formas de pagamento fosse perpretada através de uma Faculdade privada? Ninguém suspeitou das privatizações e vendas de Golden Shares, entre tantas histórias mal contadas? (olh’o Catroga dos pentelhos) O Sócras é que é o corrupto?
    Ah, espera lá, o Coelho careca agora, por acaso, até é um respeitável professor catedrático.
    Terá feito um RVCC nas Novas Oportunidades?

  22. Desculpem, não acabei a frase:
    Talvez tenha metido alguma cunhinha pr’ o amigo e ele mostrou-se agradecido mas, ao que parece, pode ter sido algo como acesso a contactos previlegiados que em nada lesaram o estado. Nada que o Tuga comum não faça de forma até mais agravada no dia a dia.

  23. “Depois de tantos anos, o povo não entende esta decisão e está indignado com razão.” (Chicão)

    Tradução:

    Depois de tantos anos a malhar no acusado, como é que ainda há um juiz que parece que não lê o Correio da Manhã?

  24. “Ivo Rosa prestou um péssimo serviço à Justiça do país”.
    É sempre bom ver o falso jornalista José Gomes Ferreira a espumar de raiva.

    «José Gomes Ferreira espera agora que seja entregue um pedido recurso por parte do Ministério Público no tribunal da relação e que o juiz Ivo Rosa seja “posto em seu devido lugar, que é o que ele precisa”.» (SIC Notícias)

    Ivo Rosa é o senhor que segue na mira da máfia do Negrão.

  25. É uma pena que o Teixeira estivesse de máscara e não lhe pudéssemos acompanhar as alterações cromáticas da focinheira. Assim, só a imaginação nos permitirá recriar a sequência louca de diferentes tons de verde e amarelo cuja exibição nos foi sonegada.

  26. Que grande banhada eles levaram: os Tavares, os Pachecos, o Fernandes, os Ferreiras, o Rosário, o Alexandre e tantos outros, enfim , muita desta nossa sociedade desmiolada.

  27. Só uma pergunta, caros amigos, só uma pergunta:
    Alguém viu por aí essa coisa do, ou da, yoyo?

    Yoyoooo…. Ó yoyooooo.
    Nada!
    Deve estar a oxigénio, a pobre criatura.

  28. estou aqui. tranquilo , não me suicidei. fico à espera que devolvam a decisão à procedência , como é hábito com o rosinha. e vocês , como reagiram a declaração do ivo de que o zézito é um corrupto prescrito ? e que lava mais branco?

  29. então não estiveram colados à tv e jornais? a cena dos 1.8 milhões que foi recebendo ás mijinhas do amigo Carlos , quando “mercadorizou o cargo de pm” , crime que o juiz disse que sim , que foi , mas que prescreveu -:) mas criminoso prescrito continua criminoso…pelo menos para o comum cidadão. acresce que para lavar dinheiro teve de o receber , non?

  30. teste , como ves , o zézito não passou no teste de algodão…e refreiem o entusiasmo porque , o que se diz por aí , por exemplo , no espesso “O juiz de instrução Ivo Rosa livrou Sócrates de ser julgado por crimes de corrupção. Mas concluiu que, apesar disso, não há dúvidas de que foi corrompido. Ironicamente, a hipótese de vir a ser condenado em julgamento parece ter-se tornado muito mais forte depois desta sexta-feira.”

    façam lá a festa , mandem os foguetes , mas vejam lá se não apanham com as canas em cima.

  31. yo

    Mesmo esquecendo o direito da defesa (que ainda não ocorreu) e da necessidade da prova, dando de barato que o em julgamento o arguido José Sócrates seria condenado, em termos penais este processo terminou ontem, porque:
    – O alegado crime de corrupção que teria dado origem ao branqueamento pelo qual é pronunciado, para além de prescrito, tem moldura penal máxima de 3 anos, e a pena pelo referido branqueamento não pode exceder 1/4 da pena do crime a montante, ou seja 9 meses.
    – Assim sendo, não há lugar a prisão efectiva mas sim a pena suspensa, ou em seu lugar ao pagamento de uma multa, se o tribunal assim o entender.
    – Mais ainda, este crime de branqueamento pode entretanto prescrever, se o MP insistir em continuar a perder tempo com o recurso para o tribunal da Relação.

    Só os alucinados é que ainda não perceberam que perderam.

  32. O pessoal esquece que para haver corrupção têm que existir indícios de favorecimento de indivíduo ou entidade com vista à obtenção de vantagens em negócios.
    Ora o problema é: Se, pelos vistos, o Santos Silva ou as suas empresas, não obtiveram claras vantagens proporcionadas pelo grande satã , onde está a corrupção?
    Talvez fosse mais fácil encontrar vestígios de corrupção em privatizações feitas no tempo da governação do saudoso prof. Catedrático Coelho ( continuo sem perceber porque não há indícios) , em casos como os do BPN, submarinos/ Portas, Monte Branco, universidade Moderna, na troca de casa do Cavacoiso ou a sua venda de ações no seio do BPN, etc, etc.
    Curiosamente, a maioria dos casos (que foram a tribunal) passaram pela mão do auto intitulado super juiz Calex dos cabritos, deram em nada e ninguém se indignou ( ou sequer houve cobertura merdiática).
    À luz dos mesmos argumentos, porque é que este justiceiro virtuoso não foi acusado quando se descobriu que tinha recebido 10.000 paus de um procurador que acabou condenado por corrupção e com quem tinha relação ao nível processual?

    Os merdosos que pedem a cabeça do Sócras só teriam credibilidade se, também, tivessem feito ruído aquando destes escandalosos encobrimentos. Mas estas bostas olharam pr’o lado enquanto os crimes eram cometidos pelos do seu clube.
    Por isso, se não se importam, fechem as cloacas imundas e vão dar lições de moral ao caralho que os foda!
    É assim mesmo. Grande Ivo Rosa!

  33. mas é que não perdi. o juiz , o tal imparcial e isento , declarou o zézito corrupto. é só isso que me interessa.

  34. “como reagiram a declaração do ivo de que o zézito é um corrupto prescrito ?”

    com a naturalidade com que se reage a “corruptos prescritos” que vão a julgamento, acusação nova que não constava na lista do ministério público. agora a defesa contesta ou deixa ir para julgamento e depois o tribunal decidirá se é culpado, inocente ou estratégia do ivo rosa para dar um rebuçado de cianeto aos meninos da investigação, que deveriam ter acusado o gajo naquilo em que tinham provas e nem deram por isso.

    “façam lá a festa , mandem os foguetes , mas vejam lá se não apanham com as canas em cima.”

    é natural que ao fim de 10 anos de mentiras do ministério público, em colaboração diária com o correio da manhã, esteja satisfeito com a leitura fundamentada das decisões do juiz rosa, as quais justificou com a fragilidade, insustentabilidade, fantasia e em alguns casos prescrição de prazos da acusação. portanto é natural que a justiça esteja de parabéns e haja festa. os foguetes vêm da direita que patrocinou esta desbunda que lhe baralhou o sistema gástrico e agora peidam aquilo que anteriormente arrotavam, por muito cuidado que tenhamos é difícil evitar que os conas nos caiam em cima.

  35. declarou depois de analisar as provas , ou seja , julgou-as…tal como julgou as outras e as declarou improcedentes..ou seja , o homem já foi julgado de facto , só falta a forma teatralizada do tribunal.
    eu aceito tudo o que o juiz disse , não faço pick cherring.

  36. “o juiz , o tal imparcial e isento , declarou o zézito corrupto. é só isso que me interessa.”

    para declarar isso tem de haver uma sentença transitada em julgado consta do art.º 628.º do Código de Processo Civil (CPC) e quando isso acontecer já prescreveu.

  37. prontes , leva lá bicicleta , não és a 1ª pessoa que encontro que defende bandidos afincado em formalismos. nem vale a pena. vou comer umas pipocas e esperar pela 2ª parte , aquela em que a decisão do ivo é anulada. o que será do vosso agrado , porque anula tb a parte da bandidagem prescrita , né?

  38. É engraçado como a YOlinda idYOta assobia pr’o lado e ignora o assunto sempre que alguém toca nos crimes da seita PSD/CDS.
    Seria de esperar que esta virtuosa justiceira implacável, ao menos, se preocupasse em saber do que se está a falar…Mas parece que há aqui algo de sexual que, talvez, Freud consiga explicar.
    A propósito de sexual: Viram a Joana Amaral Dias quase a chorar, ontem? A gaja parece estar à beira de um ataque de nervos.
    Lembram-se quando o nome dela foi sugerido para putativa (super adequado) deputada do PS?
    Segundo parece, o Sócras vetou as aspirações da maluquinha e ela passou-se. Lóle

  39. posso saber que é que tenho a ver com o psd ou o cds ? por mim podem ir todos de cana ,eu posso nem saber por que , mas eles sabem, de certeza, e numa cana em que tenham de trabalhar para comer .

  40. vai mazé comer no cu e deixa as pipocas em paz.
    sonhas com o parolo de mação a reinventar matos maia no pugrama “quando o telefone toca no ticão” e tu a fazeres pedidos de acusação & sentenças na boa-hora.

  41. lá por gostares de comer no cu não devias assumir que os outros também gostam. muito obrigada pelo conselho mas prefiro as pipocas.
    o resto não percebi , não vejo tv.

  42. “posso saber que é que tenho a ver com o psd ou o cds ? ”

    eu explico-te: psd + cds são aliados do chega, mas não querem que se saiba. tu és chega e queres que se saiba.

  43. Lóle!!
    Ai que sou tão justa que malho mais no PS porque não tenho nada a ver com o PSD/CDS.
    Yah, Yo. Isto é que parece mesmo conversa de “ir ao cu”.

    Vai na volta, se esmiuçarmos um por um os mais fanáticos anti socráticos, ainda vamos descobrir paixões não correspondidas, taxinhos que não foram obtidos,…

    Parece que eu não estava a inventar no que respeita a Joana “a maluquinha”:

    https://www.publico.pt/2014/05/19/politica/noticia/joana-amaral-dias-demitiuse-do-be-dois-dias-antes-de-apoiar-o-ps-1636613

    Quem sabe se a YOlinda não andou a ver se mamava* qualquer coisa que, depois, não se prepucionou?

    * Sentido figurado, que eu não sou nenhum ordinário, ’tá bem?

  44. lá estão estes a projectar. fonix , nem toda a gente está ainda no nível rastejante da evolução , caramelos. no mundo , por aí espalhados , já andamos alguns que não almejam poder , pelo contrário , odeiam-no.

  45. este borra-botas do samuel clemens e outros comunistas ou ex-comunistam que inexplicavelmente se albergaram aqui, e por aqui se pavoneiam, suscitam-me perplexidade, mais que pela devoção a Sócrates, pelo ódio que demonstram à lei e à autoridade, só pode ter sido por se terem sentido mal com o controleiro, ou sei lá, tiveram alguma experiência desagradável com uma multa de trânsito . No tempo do estaline, de que o samuel é confesso seguidor, é que era bom, no chamado período do grande terror ( houve vários períodos de terror mas um em especial, foi tenebroso) denunciava-se alguém, pelo nome, como sendo inimigo do estado, juntava-se, sempre que possível, fotografia, e a título de prova agrafava-se uma folha de papel de jornal, borrado, com a merda agarrada à cara de um qualquer dirigente ou membro local do partido . Era o suficiente para, na pior das hipóteses, terminar sumariamente em execução, com um tiro na nuca, ou, na melhor das hipóteses, longo periódio de pesadelo no gulag .

  46. O que a mim me suscita perplexidade é a devoção que manifestas e o prazer que tiras da frequência de um antro onde se alberga uma cambada de “comunistas e ex-comunistas” nojentos e subversivos, violadores crónicos do Código da Estrada. E no tempo que para ti foi bom nem fotografias precisavas de juntar às cartinhas húmidas de saliva que todas as semanas, como prova do teu amor à lei e à autoridade, enviavas à António Maria Cardoso.

    Imagino que porventura te tenhas sentido mal com um qualquer lamentável episódio de falta de vaselina que te lixou as hemorróidas, ou, sei lá, tiveste alguma experiência menos agradável com a bisnaga seminal de um avantajado agente de trânsito, mas olha que aqui o antro de comunistas e ex-comunistas não tem vocação para confessionário. Andamos todos demasiado ocupados a carregar tijolos e andaimes para o novo gulag.

    Concluindo: vai comer onde comem as galinhas.

  47. A provocação é uma arma eficaz,ainda que em desuso.
    Agora que o Tribunal decidiu, os calores dos provocadores deviam baixar. A sodominação é eficaz em hipertermias dessas.
    Não sou de zaragatas. Mas compareço na praça para enfrentar, de mãos nuas, tanto poderosos como ignóbeis servos.

  48. agora deveria começar a investigação ao rosário teixeira, carlos alexandre, correio da manhã, joana vidal e ao mandante atrás do arbusto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.