4 thoughts on “A nossa notícia do dia”

  1. Para completar o triunvirato que vai governar a saúde da capital apenas falta a enfermeira passista Podem estar descansados os lisboetas que ficam bem

  2. Avé Aspirina b.

    Este dia devia ser feriado. Podia chamar-se “Dia da Comunicação Social”.

    Por aqui também roda muita mentira mas, pelo menos, existe contraditório e discussão acesa.

    A propósito da polémica do dia, que se prende com os apoios aprovados pela nova “geringonça” :

    Todos os comentadores partem do princípio que não vai existir mais nenhum confinamento.

    Toda a gente diz que existe forma de acomodar a despesa extra. Talvez, mas, e se voltarmos ( como prevejo) a ter uma crise pandémica ainda este ano? Quem for maluquinho da ” teoria da constipação”, como eu, percebe do que estou a falar.

    Também está tudo a contar com os milhões da “bazuca europeia”. Onde é que eles andam? Já os esperamos há cerca de um ano.

    Li algures que, na Alemanha, já foi suscitada a discrepância com os tratados, ou seja, que estes não permitem este tipo de apoio. E se acabarem por não chegar?

    Pelo que apurei, apenas estamos a aceder a créditos. Será um “remake” do filme de 2010 para depois nos caírem em cima com a estória do défice e da dívida pública?

    Já sei:
    Vamos voltar à narrativa da “banca rôta” dos Xuxas, derruba-se o governo e vai-se buscar o PAFioso à Manta Rôta para voltarmos ao virtuoso caminho da austeridade. É isso?

  3. ” Vamos voltar à narrativa da “banca rôta” dos Xuxas, derruba-se o governo e vai-se buscar o PAFioso à Manta Rôta para voltarmos ao virtuoso caminho da austeridade. É isso?”

    já faltou mais. a concertina martins canta o fado da desgraçadinha diariamente em horário nobre, o pcp espera que o correio da manhã mate o jerónimo ou a cgtp o convença a cantar a internacional na próxima entrevista do miguel ribeiro (sic) e que o marcelo telefone ao rio para lhe cantar o “é agora ou nunca” versão remasterizada do marcótóino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.