A esquerda sou eu, diz ele

Discuti com cinco primeiros-ministros e disse-lhes do que é esta esquerda moderna e socialista. Discuti com candidatos a presidente e com adversários, como falei com amigos e aliados com quem temos tanto em comum. Gosto do confronto claro da esquerda contra a direita.

Neste tempo, publiquei onze livros de investigação científica ou de ensaio político ou histórico. Gosto do debate de ideias: escrevi o que pensava e fui à crítica.

[…]

Tu e eu fazemos parte de um movimento que luta para mudar a vida e o mundo. Engana-se dramaticamente quem nos confunde com um comité eleitoral: só constitui uma liderança para a esquerda e para o país quem estiver preparado para vitórias e derrotas, quem não se iludir com aquelas nem se amedrontar com estas. Um dirigente de esquerda nunca vira as costas.

Louçã, esfuziante com a sua magnífica pessoa

8 thoughts on “A esquerda sou eu, diz ele”

  1. vão ter piada ps próximos debates eleitorais, o semedo à defesa na 1ª. parte e a catrina ao ataque na 2ª. parte, isto se não for substituída aos 3/4 pela drago queen que afinal tamém quer. se acaba o patrocínio da comunicação social ficam reduzidos à expressão inicial, 2 deputados que desdobrados parecem 4.

  2. Apontem lá as baterias à direita e larguem o homem que até vai fazer falta no parlamento.
    Nada de distracções!

  3. “… o homem que até vai fazer falta no parlamento.”

    pois, sem socrates o que que o gajo está lá a fazer? a ideia era fazer o frete à direita, missão cumprida, ala que se faz tarde. já estás com sódades? deixa lá que ele regressa quando o partido socialista voltar ao governo.

  4. De facto o enviesamento partidário é enjoativo, tanto nos comentários ao post, como o dito cujo.
    Conseguem fazer o impensável: criticar o homem [Louçã] com insinuações à sua personalidade que de modo algum (a não ser com visão “turva”) são dedutíveis na carta em destaque. Se ele fosse tão “esfuziante” com a sua pessoa não daria o passo que deu. Não teria a clarividência para tal, pois estaria “enviesado” com a magnificência do seu ser.

  5. Pois é, eu até estou na linha do Martins, mas agora (após derrotarem o Sócrates) que entrámos na fase mais mais dura da batalha política e, como era previsível, se esfumou o apoio da comunicação social, “heróis” como o Manuel Alegre, Carvalho da Silva ou Louçã iniciam o merecido descanso do guerreiro. Curioso.
    Missão cumprida?

  6. Nem reparei que o ignácio já tinha aventado a mesma ideia, sorry.
    Realmente dá a sensação que perceberam que é melhor ficar por aqui do que fazer a figura do Márinho bigodes e outros borreguitos que há bem pouco tempo eram poderosas feras enraivecidas.

  7. “ENGANA-SE DRAMATICAMENTE QUEM NOS CONFUNDE COM UM COMITÉ ELEITORAL.”

    “QUE SE LIXEM AS ELEIÇÕES.”

    Descubra as diferenças e ganhe pacotes de batatas fritas e preservativos grátis no Pingo Doce.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.