19 thoughts on “A direita reduzida à intriga”

  1. Qual o interesse de Paulo Rangel vir agora dizer que é paneleiro? Dá votos para a liderança do PSD? É caso para dizer, não era melhor ires….

  2. Um comentário partidário partindo de um PR é uma infâmia.
    Desta vez nem não mandou o contínuo Mendes fazê-lo, fê-lo o próprio Sousa.

  3. Estou neste fim de tarde quente num banco de um jardim. Da breve leitura que fiz do público digo o seguinte:
    O artigo do Pacheco Pereira é completamente certeiro (talvez no estatua de sal consigam ler); começando por explicar as duas escolas de jornalismo, acaba por criticar o jornalismo de cenários (o jornal aí de cima é o exemplo); basicamente, com muito mais brilhantismo, disse um pouco daquilo que escrevi sobre as invenções.
    Digo também outra coisa mas agora sobre uma notícia que li sobre o PSD e a comunicação. Volto a dizer, Rio melhorou o partido de uma forma muito positiva. Até me lembrei, ao ler essa notícia (que até de forma meia latente o ataca ) uma das ideias que surgiu do Conselho estratégico (órgão criado pela direção dele): dar dinheiro às famílias. Calcularam que cada filho, do momento que nasce até ter 18 anos dá uma despesa de 18.000 euros. Lembro me que uma proposta era dar a cada família parte ou todo esse valor.
    Rio é um bom político e melhora muito o estado de saúde da política portuguesa.

  4. “… acaba por criticar o jornalismo de cenários (o jornal aí de cima é o exemplo); basicamente, com muito mais brilhantismo, disse um pouco daquilo que escrevi sobre as invenções.”

    não gosto gajo, é um plagiador. desta vez foste tu, amanhã será o tony carreira.

    “Até me lembrei, ao ler essa notícia (que até de forma meia latente o ataca ) uma das ideias que surgiu do Conselho estratégico (órgão criado pela direção dele): dar dinheiro às famílias.”

    tou a ver, o rio inventou o abono de família. mais um plágio, desta vez copiaram uma coisa que vem do salazar e que tinha acabado de ser actualizada.

    “Calcularam que cada filho, do momento que nasce até ter 18 anos dá uma despesa de 18.000 euros.”

    € 83,33/mês ou € 2,74/ dia, não paga a alimentação e se não comer não chega para a água, electricidade, gás e net que gasta. os cálculos devem ter sido feitos com base na economia nepalesa cujo rendimento per capita tem valor dessa magnitude.

    “Lembro me que uma proposta era dar a cada família parte ou todo esse valor.”

    yah meu… tásse bem! era uma cena metalizada com aplicações luminosas e movimento elíptico, tipo super carrossel da selva em dia de abastecimento de ganzolina. alta moca! tá aqui tudo para curtires no banco de jardim em ambience sunset e sound surround:

    https://www.seg-social.pt/documents/10152/14407028/4001_abono_familia_criancas_jov/c85a98df-0b56-4421-8268-05a55c0c0c8c

  5. Fico contente por ter alguém que fique com o coração sobressaltado assim que falo. É um espetáculo delicioso perceber que reprovas tudo o que digo. Eu, tímido, arrisco contextualizar o espaço onde me encontro e tratas me com desdém.
    —Que ignorância, que disparate, mas Rio inventou a segurança social?
    Babaste assim que consigas pôr à prova o teu encarniçamento, tentas fulminar a minha ignorância tentando (ficas pela tentativa) aludir a tua sabedoria.
    Vou tentar ser breve, penso que conseguirás concordar comigo nesta.
    Já viste como a comunicação social está a tentar construir a personagem de político do almirante ?
    Já sei.. os meus raciocínios são maus, mas eu não sei desenhar…

  6. Ó Eduardo desculpa lá mas o troll agora tem razão, o Rio desde que tomou o banho de ética nunca mais se lavou, e desconfio que depois das autárquicas só mesmo o Homo para o desencardir.

  7. Eu próprio o Rio disse que se fosse primeiro ministro não iria andar a dizer q a oposição é uma merda.
    Para mim isso é um banho de ética

  8. Pois, mas ele não é primeiro-ministro e a oposição agora é mesmo uma merda, e ele devia ser o primeiro a reconhecer.
    Se ele tivesse tomado mesmo, um banho de ética não metia a Susana Garcia na Amadora.

  9. O Rangel é um cretino direitolo, politicamente oportunista, vigarista e demagogo. E é assim desde que surgiu e se esganiçou na política, não olhando a meios para destruir adversários. A partir de agora, porém, tendo tornado público que, no plano gastronómico, o seu prato favorito é a deglutição de cobras vivas, passou a herói. Qual demagogo oportunista e vigarista, qual quê (politicamente falando, claro)! Um herói, meus e minhas, um intocável. Porventura estará já a ser considerado pelo Bloco para uma geringonça alternativa, inclusiva e abrangente. A partir de agora, que pense duas vezes (ou três, ou quatro) quem sonhe sequer em dizer do Rangel o que dizia ontem e anteontem, a saber, que é um cretino direitolo, politicamente oportunista, vigarista e demagogo, que é da sua natureza e nunca deixará de o ser. Será imediatamente rotulado como intolerante, retrógrado e homofóbico, verbalmente apedrejado e muito justamente ostracizado. E se o Paulinho (parece sina!) concluir um dia que a sua vocação, afinal, é ser Paulinha, bom, aí nem vos digo nada, indígenas da Tugalândia! Teremos porventura, em estreia mundial, o privilégio e a honra do primeiro transpresidente do planeta!

  10. Eu próprio, o Rio não escolheu ninguém. Quem pode vir a escolhê-la são as pessoas que votam na Amadora. O Rio não vota lá. E o Rio não tem nada a ver com a Susana Garcia, não há parecenças entre o Rio e essa mulher. Não podes comparar o Rio, de centro, com uma mulher da extrema direita.
    Na Nova Zelândia quem governa o país é uma mulher (vê bem isto) socialista. E essa mulher socialista deseja a um ser humano (que cometeu aquele crime ignominioso do atentado às mesquitas) morra e sofra na prisão. Por exemplo, neste caso podes comparar a Susana Garcia a uma socialista. O socialismo está entregue a estes façanhudos princípios só para agradar as vagas populistas.

    Houve aqui alguém que escreveu criticou a capa de cima por estar lá um ataque ao Pan. O Miguel.
    O Pan (o seu desígnio) é demolir os alicerces, que já são poucos, da tourada. Para isso, no articulado da proposta, diz que já só 8 países têm essa atividade. Sempre foram 8; o Pan induz as pessoas mais desatentas que Portugal é um país de carniceiros por sermos um dos 8. O Pan também não diz que noutros países mais “civilizados” existem atividades muito mais sádicas do que as touradas. Na Dinamarca com as baleias (muito pior que as touradas); na Inglaterra há a caça a raposa, os caçadores montam cavalos ornamentados e correm atrás das raposas aos tiros. A realidade é esta.
    Acho que nunca vi uma tourada na vida, mas se há pessoas que gostam desse costume do passado, se isso lhes apraz, deixemo-las em paz. Mais tarde ou mais cedo há de acabar e essa continuidade será interrompida e só ficarão as histórias dos cavaleiros para contar.

  11. Desculpa lá, o texto tem um outro erro mas acho que a Ideia está lá.
    Quando disse que não “podes comparar o Rio com a Susana Garcia” não estava a dizer no sentido de não te dar o beneplácito para o fazer. Podes escrever e relacionar como tu quiseres. Quis dizer mais no sentido não é justo, não deves comparar o Rio, um político, a uma mulher que vai para a televisão ter conversas de café. Não deves.

  12. ya meu! os matadouros municipais são todos geridos por socialistas e a carris tamém. a susana garcia foi escolhida pelo costa para cabeça de lista do ps à câmara da amadora e o peter pan uma marca de soutiens utilizada nas touradas de baleias com transmissão em directo do miguel bombarda.

  13. obrigado pela restituição do beneplácito.
    o rio até queria acabar com as máquinas de café nas estações e apeadeiros das televisões, exactamente para não haver gajas a molhar a mama na bica e dar a chupar ao goucha, conforme o princípio, 1/2 e fim do famoso escritor e investigador de mamas peter pan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.