A Comissão de Ética sempre conseguiu apanhar o plano: o do PSD

Morais Sarmento desmentiu Henrique Granadeiro, dizendo que este fazia gestos de diversão cuja finalidade era esconder o plano socrático para o controlo da comunicação social, e garantiu nunca ter feito pressões para despedir Leite Pereira, Pedro Tadeu e Joaquim Vieira. E ainda conseguiu sair-se com esta:

Acho que o dr. Henrique Granadeiro teria gostado que eu lhe ligasse muitas vezes mas infelizmente eu penso que não lhe devo ter ligado vez nenhuma enquanto estive no Governo.

Ora, Granadeiro demitiu-se da Lusomundo por causa do episódio. E foi agora para a Assembleia da República dar nomes aos bois. Acresce que Granadeiro é um homem respeitado na direita. Estes pormenores não atrapalharam Sarmento, o qual tem uma queda para o chinelo já sem remédio ou disfarce. Largou logo mais uma das suas chungarias, a cabecinha não deu para mais.

Chegou a falar-se, no último ano, em Morais Sarmento para uma candidatura à presidência do PSD. Não pode haver melhor diagnóstico da decadência de um partido do que essa possibilidade ter sido levada a sério.

16 thoughts on “A Comissão de Ética sempre conseguiu apanhar o plano: o do PSD”

  1. Também não sei para que é que avançaram (?) com o nome dele…têm por lá exemplares, ainda em estado regular, ainda com a serradura toda a preencher os espaços vazios e que não desmerecem do conjunto…
    Este soqueiro da intriga proto-fascio-truculenta fica assim de reserva para próximo sarau anti-PS, não vá esgotar-se-lhes a imaginação, o assunto…

  2. Naquela Comissão dissesse muitas coisas, umas certas e outras nem por isso, em minha opinião.
    Tenho lido e ouvido que a referida Comissão era tempo perdido e dinheiro mal gasto, num País pobre e com muito mais com que se preocupar. Também poderei concordar
    Mas quando leio que aquele órgão tinha conseguido resultados fiquei surpreendido.
    Então? A Comissão de Ética tem ou não serventia? Conseguiu, ou não, detectar comportamentos mais ou menos duvidosos?
    Conseguiu sim, apregoa-se e em letras garrafais!
    A Comissão de Ética conseguiu detectar um plano do PSD, alguém escreveu…!?
    É isso tudo!
    Mesmo tendo ouvido Rui Pedro Soares; Manuela Moura Guedes ou José Eduardo Moniz, para não ser exaustivo, a Comissão (que muitos tratavam e de forma muito carinhosa por “Comichão” …) lá deu à luz do dia um plano do PSD, que envolvia Morais Sarmento.

    Com certeza que nunca me verão a defender o PSD nem Morais Sarmento. Considero este Sr. do pior que existe no seio dos partidos e, tirando Portugal, só em África ou na América do Sul é que teria sido ministro.
    Mas resumir todo o trabalho da Comissão de Ética a esse plano – que não duvido que tenha existido! – é revelador de uma capacidade de síntese muito acima da média.
    Muito rara, até…

  3. a vergonha é completa. não só os caceteiros não conseguem provar as acusações (segundo eles os acusados é que têm de provar a inocência) como, vai-se a ver, são eles os prevaricadores no assunto em questão. já tínhamos o facto marcelo/tvi para constatarmos que o ppd pressionava a comunicaçaõ social. agora temos mais factos, os quais resultaram na demissão do granadeiro (militante laranja!). o que seria a histeria se os caceteiros tivessem factos destes para argumentar?…

  4. Ó assis

    Olhe que os argumentos com que defendem o PS são iguaizinhos aos argumentos com que atacam o PSD, ou seja: Diz-se muito mas prova-se pouco, dizem.
    Por isso, e também porque a moralidade deve ser igual para todos, não se apresse a tirar conclusões.
    Vamos deixá-los “puosar”…

  5. olhe que não, olhe que não, mário pinto. é um facto que marcelo foi despedido sumariamente por exigência do governo da altura. e é um facto que o granadeiro se demitiu da lusomundo.

  6. assis

    Esses sim, são factos e verdadeiros.
    Eu só tentei contestar foi a sua (pareceu-me) generalização, nada mais.
    Se estou errado, aceite o meu pedido de desculpa.

  7. Por falar em planos do PSD. Os militantes deste partido tiveram a lata de aprovar uma norma que os proíbe de criticar a liderança do partido. Se isto não é um atentado à liberdade de expressão, então não sei o que é. Agora é que os bloggers do PSD têm mesmo de se manifestar. Independentemente do candidato que ganhar, aposto que juntam mais de trinta manifestantes.

  8. A verdade, por Morais Sarmento, da série aventuras extraodinárias:

    “Acho que o dr. Henrique Granadeiro teria gostado que eu lhe ligasse muitas vezes mas infelizmente eu penso que não lhe devo ter ligado vez nenhuma enquanto estive no Governo.”

    Vai daí, por desgosto, Henrique Granadeiro demitiu-se de presidente da Lusomundo.

  9. Pois, não ligou e ainda bem. Se o fétido hálito político dele perpassa através do telefone, como o seu olfacto capta o mau hálito dos “outros” pela tv, o melhor mesmo é nunca mais levantar o auscultador para ligar a ninguém…

  10. O Sarmento é mentiroso. Também metia o bedelho na RTP e à descarada. Mas nisso não ficava atrás do Marques Mendes que, esse, até ditava os alinhamentos dos telejornais…

  11. Morais Sarmento é o que, há menos de um ano, num debate com Augusto Santos Silva, usou o termo “peripatético” julgando, na cabecinha néscia, que dizia muito patético. Realmente, em Química, o prefixo per significa excesso de. Um produto perclorado ou peroxigenado, com abundância de cloro ou oxigénio. Tudo menos o grupo aristotélico e seus passeantes. Mas não é possível que um ex-ministro tenha estas falhas culturais? Ser possível é, mas, nesta altura do campeonato, é inacreditável.

    Quanto à lei da rolha votada maioritariamente no Congresso do PSD. O que brada aos céus é que os 3 candidatos da vida airada (o cócó é fácil de identificar, após a sujeira que fez no Parlamento europeu; quanto ao ranheta, branco mais branco não há: o facada foi o que, senhor dos passos nesta quadra pascoalina, se auto-imolou, de cagaço, aos pés de Alberto João) se demarcaram logo, dizendo que não concordam. Senhoras e Senhores, isto é o Circo Cardinalli no que tem de mais puro, fantásticos equilibristas entre o bom senso e a pepineira desbragada, focas amestradas, trapezistas voadores e até a mulher barbada (metaforicamente falando). Então são estes que querem governar, que denunciam a asfixia democrática, que dizem cumprir a vontade expressa pelos militantes, cujos votaram num sentido que eles, logo à partida, se recusam a respeitar… É fartar vilanagem!

  12. Toda a gente sabe que o Granadeiro,alem de profusamente encornado(mas bem pago)é um mentiroso do Carvalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.