11 thoughts on “À atenção de grevistas, Governo e restauração”

  1. Ó Valupi,

    nao te quero estragar o tópico..
    mas já reparaste o que diz o acordao de condenação do Orlando Figueira.
    Aquele amigo generoso que empresta dinheiro ao Carlos Alexandre?
    diz assim..
    “Só numa outra sessão de julgamento, o arguido acabaria por pedir a palavra e explicar que o encontro no Central Park foi com o juiz Carlos Alexandre que lhe passou informações que corriam na PJ sobre ele.”

    O Juiz modelo e perfeito “passa” informações a um suspeito sobre as investigações?
    Bonito…
    https://observador.pt/especiais/as-nove-mentiras-de-orlando-figueira-segundo-o-acordao-da-operacao-fizz/

  2. Ó Miguel entusiasmaste-te cedo demais. O “Central Park” é ali o de Linda-a-Velha, e quem te ouvir pensa que o salaio de Mação andou a ter encontros com o Figueira procurador na big apple.
    E já agora, desde quando é que o que diz o procurador Figueira se escreve?

  3. Ó Lopes, não compliques, pá ! O relevante dessa estória não é a localização da porra do “park” nem o valor da palavra do Figueira. O que se deve assinalar é que não consta que se tenha mandado extrair certidão para averiguações em processo autónomo. Fosse outro o saloio visado e já estaria debaixo de fogo. Vara, p.e., vai dentro por ter havido quem dissesse em tribunal que tinha ouvido dizer não sei o quê, sendo que a suposta fonte negou que o tivesse dito. Ou seja, o que se diz em tribunal tem um valor relativo, que varia de acordo com interesses que pouco têm a ver com a verdade ou a justiça. Andou por aí uma série francesa ( ” Engrenages ” ) que fazia bom esboço dessa opereta corporativa que não desiste de mandar nesta merda toda. Ainda ontem ouvi a MJ explicar na 3 que um dos problemas da “carreira” dos desembargadores é que não se sentem motivados para sair da relação e ir para o supremo porque só vão facturar mais 100 euritos. Tendo em conta o recibo de vencimento de um desembargador, isto é um insulto à cidadania, que o jornalista deixou passar com toda a candura, assumindo que o interesse público ficava melhor servido com as estórias das ambivalências nacionalistas da MJ.

  4. Nunca tinha ouvido Armando Vara.
    Nunca estive atenta nem dediquei tempo a pensar ou entender o que se passava com ele.
    Fiquei elucidada.
    Grande presença e capacidade demonstrativa em directo.
    Também desconhecia a designação “face-oculta” e o ter sido escutado quando falava com o então Primeiro Ministro.
    Não há dúvida o julgamento é ao Regime Socialista.
    Vai ficando tudo claro.
    As redes sociais destilam veneno e calúnia sobre mortos e vivos.
    E o homem com a vida estragada e 17 anos de prisão.
    Onde anda ele?
    Armando Vara está livre para explicar.
    Esperemos pela liberdade de falar de José Sócrates.
    Merecemos saber.
    Somos os que escutámos ouvimos e lemos e não quisemos ignorar.
    Obrigada a todos do Aspirina B .

  5. Valupi, cuidado com as excepções, a Bíblia até tem uma cena acerca disso. :)

    Independentemente da inocencia (em que acredito mais) ou culpa de Orlando Figueira, há a meu ver, curiosidades neste caso que convem notar.
    O MP apesar de toda a campanha contra a corrupção, pediu pena suspensa. Não esquecer que foi “corrompido” pelo Ministro Angolano cujo processo foi enviado para Luanda pelo MP após excelsos e reiterados “pedidos”. O MP consciente da barganha antecipa a reciprocidade de um previsível desfecho do julgamento em Luanda.

    Por sua vez, os juizes (muito estranhamente nestes casos) não seguiram a indicação do MP.
    Expressando desagrado com o envio do caso para Luanda por parte do MP, esta sentença visa também uma condenação indirecta de Manuel Vicente, e colocar a Justiça Angolana sob pressao. Afinal nao existe corrompido sem corruptor. O que leva conexamente a pensar numa critica mais subtil ao caso dos submarinos, com condenações na Alemanha que o MP tambem deixou cair a bem da nação ou de mação.

  6. ainda não tinha reparado nisto: a partilha das tapas explicará a diferença de humor dos dois povos habitantes da Ibéria ? -:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.