9 thoughts on “7Vidas”

  1. valupi,
    bondade tua, é o que é. Mais uma atenção, dessas que consolam a gente e nos dão ânimo e conforto. Um mimo que te agradeço. Tens seguramente consciência que ao longo deste ano o Aspirina (e tu em particular) foi, foram, um importante ponto de referência do 7Vidas no descobrir da blogosfera e no próprio evoluir do blog neste meio que era completa novidade para mim. Por aqui passaram alguns dos meus melhores momentos deste ano blogosférico, aqui conheci figuras fabulosas e aqui cultivei laços que espero se mantenham no futuro. É uma segunda casa, assim foi durante todo este ano. Estou-vos grato por isso, a todos os aspirínicos, presentes e ausentes. Quanto a ti, foste o meu vizinho da salsa sempre ao dispor, ajudaste ao crédito no merceeiro, cativaste como a raposa fez ao príncipe e ainda me dás um chazinho quente como este, de surpresa, de vez em quando. É de caras, estou mesmo de parabéns neste aniversário.
    abraço-te, caríssimo.
    venha o próximo ano.

  2. parabéns Rui, estava aqui a fazer-me caro mas prefiro saldar-me a ficar em dívida. Um ano feliz para ti, e não esqueças aquela cometa ao contrário, eu também sou gamado em raposas,

  3. z, velha raposa,
    fazer-se caro, o meu zamigo? No need, old fox, you know better than that, no need at all. Mil obrigados pelo ‘ano feliz para ti’, não esquecerei ‘aquela cometa ao contrário’ (se é que apanhei bem a deixa, enfim) e a terminar saltito de alegria com a tua ‘gamação’ em raposas, a afinidade que faltava para poder começar a pensar em ti com outros olhos, ou olhar para ti com outros pensamentos, sei lá, baralhei-me um nadita, agora…:-))))

    Seja como for agradeço-te a palavra amiga na circunstância, mas não me levarás a mal a curiosidade: por que raio haverias tu de

  4. a) fazeres-te caro
    b) saldar-te (e o que é isso exactamente, já agora)
    c) ficar em dívida

    Se não fosse pedir muito ê cá gostava de precebêri.

    De qualquer forma não te escapas a um forte abraço, se te apanho.

    Olaré.

  5. z,
    lindas, as tuas Vulpes, de uma nobrezzza invulgar.
    o resto era brincadeira, tá bom de ver.
    amanhã cá estaremos, eu e tu e o nosso upi e, temo e desejo, o resto do p’sssoal.
    xona com os anjos
    zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

  6. Rui, tu é que nos honras com a tua presença, e aumentas o prazer da leitura onde quer que escrevas. Não desejo ao 7Vidas uma vida longa, pois isso depende do destino, mas espero que continue a ter essa vida larga, a qual só depende da vontade. Toma lá um abraço acetilsalicílico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.