Último episódio ou apenas o mais recente?

Com várias séries de suspense a correr ao mesmo tempo (ANA, TAP, estaleiros, IRS, IVA da restauração, refundação ora do Estado ora do Memorando, etc.), cada uma orientada em função do grau de desnorte ou explorada em função dos interesses político-mediáticos do momento, mas todas com um provável desfecho dramático, a da RTP acaba de evoluir para mais um episódio, não sabemos se o final. Parece que não vai haver revolução nenhuma e que os dois canais televisivos públicos se mantêm, assim como os três de rádio. Quem o diz é Alberto da Ponte, o novo administrador, nomeado por Relvas.

2 thoughts on “Último episódio ou apenas o mais recente?”

  1. Com o devido respeito, não são séries de suspense antes, mais umas trapalhadas!
    Em tudo o que se mete este des-governo tem o condão de enfiar os pés na argola,
    até o prof. Martelo se sentiu na obrigação, no seu programa dominical na TVI, de dar
    umas dicas para a privatização da TAP … isto, apesar dos consultores pagos a ouro!!!

  2. o psd tios & tias não deixa vender e o da ponte aproveita para se agarrar à cadeira, entretanto podia aprender a falar português para evitar discurso de taberneiro quando tiver que falar aos clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.