Tiradas ao estilo de Trump

Aliás, deixe-me dizer-lhe. Se o Orçamento chumbasse, em bom rigor, o dr. António Costa teria de viabilizar um Governo do PSD com o CDS. Ele não disse em 2015, que só chumbou o Governo de Passos Coelho porque conseguia uma maioria à esquerda? Se agora não conseguisse, em coerência devia dizer: pronto, peço desculpa, apoio um Governo do PSD e do CDS, que verdadeiramente foi quem ganhou as eleições em 2015, foi quem foi mais votado.”

Rui Rio, em entrevista à TVI

 

Não, ó Rio. Se não conseguir uma maioria à esquerda que aprove o orçamento para 2019, Costa não muda de maioria. Tu é que terás que ir a votos.

6 thoughts on “Tiradas ao estilo de Trump”

  1. as eleições legislativas saõ para eleger deputados.se a esquerda ou a direita têm mais deputados cabe aos vencedores formar governo. a direita tinha mais deputados contando sempre com os votos dos dois partidos psd, cds e ate´o falecido ppm.a esquerda andava a dormir.acordou,mas pelos vistos que voltar ao mesmo.a ver vamos!

  2. Imaginemos. O orçamento para 2019 chumba no parlamento e Costa demite-se. Marcelo não convoca eleições e indigita Rio para formar um governo de direita. O PS até poderá deixar passar esse governo de direita no parlamento, porque o BE e o PCP não lhe deram alternativa.

    Ok, perfeito.

    Agora quem é o cretino que imagina que o PS aprovará o OE que Rio levar ao parlamento, depois de o partido de Rio ter chumbado o orçamento de Costa?

  3. malta,

    não vale a pena começar a efabular. o que el quis dizer foi precisamente isso que concluiste, Valupi. ou seja, que não vale a pena o costa pensar que se pode apoiar no psd em nome do num-sei-quê europeu e evitar eleições. se a geringonça não se entender para o OE, o governo vai cair e ele vai tentar aproveitar ao máximo esse acontecimento político.
    nada de novo. vocês é que já não estavam habituados a um gajoque soubesse jogar.

  4. White Block: o Rio é que efabulou, ainda por cima repetindo a treta marada de Passos/Cavaco que a direita é que devia governar, apoiada (!?) pelo PS, como numa história da carochinha.
    Se o BE e o PCP retirarem o apoio ao OE, ficará nas mãos do PSD (que não é exactamente a mesma coisa que o Rio) chumbar o OE, deitar abaixo o governo e precipitar eleições, pagando o Rio depois o custo eleitoral desse derrube. Chamas a isto “saber jogar”? Tarde verás o teu engano.
    E o post é da Penélope, não do Valupi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.