35 thoughts on “Sem tirar nem pôr”

  1. Voltámos, de certo modo, à situação anterior a 1974, com uma comunicação social amplamente dominada pela direita em regime de monopólio. Com a diferença, para melhor, de que vivemos em democracia, mas com a diferença, para pior, de que antes do 25 havia um semanário chamado Expresso (não confundir com o homónimo actual), um Diário de Lisboa, um República e outros jornais que, apesar de alvo de cortes censórios sistemáticos, escapavam ao comando do poder político e das forças económicas casadas com a ditadura. Agora a esquerda não tem um diário nem um semanário que possa ler confiadamente. Nas bancas dos jornais muitas vezes só podemos escolher entre a massa com macarrão do eng. Belmiro e o macarrão com massa do sr. Balsemão. Não falo sequer de outros pitéus mais fedorentos.
    Tínhamos antigamente uma televisão única e ditatorial onde era proibido citar sequer os nomes dos oposicionistas. Hoje temos vários canais, mas que às vezes apenas toleram a esquerda, quando não a achincalham, valendo-se de métodos de manipulação muito mais variados e subtis do que a mordaça de outrora. E há momentos, como o presente, em que sente de novo o sufoco direitista, a autêntica asfixia de que falavam hipocritamente há alguns anos os que realmente mandavam e mandam na imprensa, na rádio e na televisão.
    Não há um diário, um semanário ou um canal de televisão em que se não sinta, em última instância, a voz de comando da direita. Há jornalistas e comentadores que lhe escapam, mas são uma minoria tolerada, mantida apenas para compor o ramalhete, para fingir que há pluralismo. Ainda e sempre, por detrás do pano, o poder económico, com aquela filosofia labrega que o eng. Belmiro fez uma vez o favor de expôr desinibidamente: – Quem quiser mandar no Público que ponha lá o seu dinheiro!
    Restam-nos ainda, em 2015, vestígios de pluralismo no sector público da comunicação social, mas que a direita se propõe exterminar, plano de que ainda não desistiu, esperando apenas momento mais propício.
    Ganhámos, em compensação, o espaço infinito e plural da net, que é actualmente a única via de expressão da esquerda portuguesa, espaço que a direita pode infestar, mas que é muito mais difícil de dominar.

  2. O vosso ÓDIO cega-vos.

    O que é que o leva a pensar que o “ADN” da PàF é a austeridade?

    E que era preciso “roubar” a “ideia” de repôr salários e pensões?

    Queriam, que após uma BANCARROTA só evitada com um RESGATE que só vai estar pago (se tudo correr bem) em 2045, daqui a TRINTA anos, a austeridade acabasse ao fim de 4?

    A ILUSÃO da “esquerda” (ponho entre aspas porque vocês nem sabem o que é a verdadeira Esquerda – para vocês “esquerda” é apenas reivindicar empregos fixos e aumentos de salários) é de que “HÁ” dinheiro que não é distribuído aos “trabalhadores” porque o governo “não quer”.

    Mas se chegarem ao governo, vão perceber rapidamente que MESMO com a austeridade e SEM despesas extraordinárias só é possível aumentar o que quer que seja AUMENTANDO O DÉFICE.

    Estão a ser MANIPULADOS por DEMAGOGOS POPULISTAS (PS+BE+CDU) que vos fazem acreditar no “pote de ouro no fim do Arco-iris” MAS ELE NÃO EXISTE.

  3. Mas há uma coisa que me intriga muito e me apetece perguntar: se António Costa tivesse ganho as eleições, sem maioria absoluta, e, fosse indigitado PM, será que seria com a esquerda que procuraria apoio para governar? Eu penso que nem lhe passava pela cabeça tal coisa. É por demais evidente que só faz isto por ser a única tábua de salvação.

  4. Eu até acho que o estado a que chegou a Comunicção Social é mesmo o maior cancro do país. Já discutir célulazinhas cancerígenas…

  5. Programa eleitoral do BE.
    Como se concilia?
    “controlo público, nacionalização e redireccionamento do sistema
    bancário”, “propriedade estatal”, “uma política
    de controlo público da propriedade bancária”. “uma política de
    nacionalização do sector da energia”, “o controlo público sobre as
    empresas do sector”, “o capital público deve voltar a ser
    maioritário na Galp, na EDP e na REN”, “nacionalização da produção e distribuição da energia”, “devolver à esfera pública as empresas privatizadas, concessionadas
    e subconcessionadas”, “renacionalizar as autoestradas
    originariamente construídas sem custos para o utilizador (Scut)”. “a transportadora aérea nacional TAP deve continuar a ser o
    que é, uma empresa pública.”denúncia do Acordo de Cooperação e Defesa entre os EUA e Portugal
    e consequente imposição de uma moratória aos EUA para que abandonem a Base das
    Lajes”. Do programa do bloco de esquerda.

  6. De facto, é mais consistente a alternativa de não pagar a divida, sair do Euro e passar as misérias associadas até que um novo mundo cante, do que Costa ter uma alternativa à austeridade cumprindo em simultâneo o pacto orçamental. A estratégia de Costa é garantir agora o apoio do PCP e BE para ir para primeiro ministro e depois esperar pela abstenção do PSD/CDS na votação das medidas que o PCP e BE rejeitem. Basicamente com o que conta Costa é que os outros tenham os pruridos de carácter e de compromisso com os seus eleitores e o país de que ele se dispensa. A chantagem tem de facto muitas roupagens com que se pode disfarçar.

  7. Tocaram-lhes num nervo exposto…

    Pela reacção das arrastadeiras isto devia ser um segredo bem guardado e não andar nas bocas do mundo. Só assim esta trama será eficaz…

    Cá por mim não perco tempo nos abundantes caneiros generalistas nem tomo conhecimento da publicidade que passam e acho que os jornais actuais deixam olheiras, se usados para o único fim a que se poderiam prestar…

  8. Quatro anos após o Junho de 2011 o País está muito pior, assistiu-se
    a uma transfega do rendimento do trabalho para o capital, há mais ri-
    cos e muitissímos mais pobres e desempregados!
    A comunicação social é comandada pela oligarquia do capital logo, pa-
    ra disfarçar (como já foi dito) é tolerada alguma opinião de esquerda
    ou seja do trabalho! Basta ler, ouvir e observar o comportamento dos
    diretores nomeados que, são os responsáveis pelas linhas editoriais
    dos orgãos (imprensa, televisões e rádios)!
    Escusam as arrastadeiras virem com tretas de bancarrota quando é
    sabido se o BCE deixar amanhã de comprar dívida portuguesa no dia
    seguinte lá se irá a correr pedir outro regate … as arcas estão vazias e
    os bancos com dificuldades, presos por um fio!!!

  9. Um FDP DE UM DIREITOLA É SEMPRE UM FDP, por isso tudo natural e normal. Mas quem é que no seu perfeito juizo perde tempo com essa CORJA DE FDP DIREITOLAS QUE PULULAM NA IMPRENSA? HÁ UM MUNDO FORA DESSE ANTRO DE FDP DE FASCISTAS DIREITOLAS…

  10. “o “ADN” da PàF é a austeridade?”

    Não arrastadeira da cunha, a austeridade é só um meio para atingir um fim, o empobrecimento, a redução dos salários para niveis de 3º mundo e a entrega dos bens públicos à oligarquia mafiosa a troco de comissões.

    O ADN da PàF é o regresso do fascismo, a roubalheira descarada e a absoluta falta de vergonha na cara!

  11. Um Fascista direitola é sempre um Filho da Puta
    25 DE OUTUBRO DE 2015 ÀS 15:01
    Um FDP DE UM DIREITOLA É SEMPRE UM FDP, por isso tudo natural e normal. Mas quem é que no seu perfeito juizo perde tempo com essa CORJA DE FDP DIREITOLAS QUE PULULAM NA IMPRENSA? HÁ UM MUNDO FORA DESSE ANTRO DE FDP DE FASCISTAS DIREITOLAS…«

    DISSE O PORCALHÃO citado.

    Ó pá, olha que o espelho não se partiu. Isso permite-te ver em toda a dimensão. Acredito que agora te vomites…pega na foice e no martelo e vai trabalhar a terra.

  12. A Esquerda Radical deveria ir para o Governo, o Presidente deveria chamar o Costa a formar Governo. Nas próximas eleições depois falamos.

  13. Original mas necessário. De uma vez por todas, o Povo tem de ver no concreto a governação dos chamados amigos do Povo. A Troika de esquerda depois de deitar abaixo o governo legítimo, terá de ser obrigada a mostrar o que vale e de certeza passados alguns meses a Coligação vai ter nas próximas eleições uma Maioria Absolutissima.

  14. Caro Campus,

    Se você em vez de embandeirar na palestra ofensiva de alguns daqui no que me respeita e, já que me responde, lesse um pouco mais o que escrevo, talvez esta sua segunda resposta fosse desnecessária. Daí o meu comentário sobre a originalidade…

    Desde o 1.º momento que também eu defendo posição igual…

  15. Bonito, Bonito!
    25 DE OUTUBRO DE 2015 ÀS 20:12
    À Catarina o que é da Catarina, porra que a cassete variou um pouco!»

    Não simpatizo com a mulher nem um pouco. Lembra-me um cão que ladra e mostra os dentes e que se contenta com barulho que faz e depois foge a sete pés. É teórica e deve pensar que gerir um país é gerir a associação de uma qualquer escola secundária. Na verdade, nunca gostei deste género, de ténis, cheiro a tabaco ou charro ( pois que sei eu), e roupa à ESQUERDALHA da feira. Caramba, dar-me-ia algo se esta gaja e a filha do batata tivessem algo a dizer sobre o destino do país. Cavaco ( e não gosto dele) tem razão. A fulana não é expressiva e contenta-se com o osso – seja, deixem-na dizer o que todos já sabem: béu, béu, béu, e como diz o «quero ser PM» , ele nunca viu a esquerda apresentar soluções…será que nesse momento o rato Touni se identificou como de …direita…hum, que hilário.

    mas…atenção! Na miséria política que vai por aqui, a voz desta sempre irrita menos que a da moreiazita…fogo, e esta última bem pode usar cosmética da melhor. Nunca ficará bem.

  16. E, PRONTOS, Ó CARROÇAS benfiquistas! E que tal vos soube, hum? Querem ver que o «peito de perú» descobriu como fazer um quadrado num triângulo? Ó pa eles, todos a ponderar a derrota…CAMBADA. Pois é pá.
    VIVA SALAZAR e o SPORTING! Isto tem muito que se lhe diga…

  17. Tachos Cuelho
    25 DE OUTUBRO DE 2015 ÀS 15:05

    Ó pá, tu, de facto, deves saber a rato…és certamente intragável num tacho, pá…

  18. o cheiro a charro: the horror… the horror

    a melhor exposição da essência da Direita que já ouvi:
    Kurtz: We train young men to drop fire on people, but their commanders won’t allow them to write “fuck” on their airplanes because it’s obscene!

  19. Thanx Não beijas nada,
    mas havias de experimentar beijar qualquer coisa. take a break. You don’t have to be a prick every day of your life, you know.

  20. ó dutch man…já agora, para ficares com a exposição completa..o horror adensa-se quando as catarinas armadas em valentonas, tratam todos por tu e desrespeitam toda e qualquer formalidade. Um pouco como o grego que se sentava no parlamento…no chão…Fogo, mais um pouco e temos os couratos ao lado…
    e depois andam juntos na rua, aos magotes com ar de revolucionários modernaços, com espírito do passado lido nos livros…ena pá, nascidos para protestar por protestar, é mais fun – hum, desculpem lá, não falo ..russo….

  21. chill out, Portugal tem quase mil anos, acreditas que é uma miúda a cheirar a patchouli que vai acabar com o Reino?

  22. Cala a pia, ó fascista!

    (embandeirar na palestra ofensiva de alguns daqui no que me respeita, snif-snif mas não é de coca, tu deverias era agarrar no pau da bandeira e exorcizares os medos)

  23. Sim, tens toda a razão, o seportem sempre foi o clubezeco do salazarismo!
    Não será por acaso que o Benfica tem 4 ou 5 vezes mais adeptos que esses merdas!

  24. Teodoro
    26 DE OUTUBRO DE 2015 ÀS 9:27
    Sim, tens toda a razão, o seportem sempre foi o clubezeco do salazarismo!
    Não será por acaso que o Benfica tem 4 ou 5 vezes mais adeptos que esses merdas!

    Caro Teodoro,

    Creio que não tem dúvidas que SENDO EU do SPORTING, não sou certamente um «m…» como generaliza em sua manifestação.
    Será que também acha que ONTEM, eventualmente por ter havido mais adeptos do benfica a assistir à goleada sportinguista, e tendo o SPORTING ganho em golos ( desculpe a redundância), ainda assim, este perdeu o jogo?! Não me diga que aplica ao caso a matemática de Touni?!

  25. Camarada Vasco
    25 DE OUTUBRO DE 2015 ÀS 22:56
    Cala a pia, ó fascista!

    (embandeirar na palestra ofensiva de alguns daqui no que me respeita, snif-snif mas não é de coca, tu deverias era agarrar no pau da bandeira e exorcizares os medos)»

    BURRA. Pois…aproveita o teu «embandeiramento» e enfia-o no lugar mais escuro da terra…COMUNA ORDINÁRIA.

    LOL….Medos…ehehehheehh
    Se me deres a morada, eu envio-te uma gillette…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.