Recomendo

No blogue Ponte Europa, reflecte-se hoje muito bem sobre o Médio Oriente.

Reflexões outonais sobre o Médio Oriente…

 

Vi aqui levantada uma questão que eu própria já me coloquei muitas vezes: por que razão se está sempre a enfatizar o “massacre” da população civil em Aleppo, na Síria, sob os bombardeamentos russos, e só porque são russos, sem nunca se referir o que as bestas do Daesh fazem repetidamente, não sendo Aleppo uma excepção: obrigar as populações a ficar, impedi-las de fugir para servirem de escudo humano?  Fontes bem informadas dizem que é isso que se passa. Bestas que são bestas comportam-se como bestas e já vimos o Daesh fazer coisas que não lembrariam aos maiores psicopatas assassinos enjaulados nas prisões ocidentais. Obrigar as populações a morrer aparece no cardápio de horrores em posição rotineira.

Já no que respeita a Mossul, no Iraque, só porque os bombardeamentos para destruir o mesmo Daesh não envolvem os russos, mas contam com apoio militar ocidental, os tais civis usados como escudo humano para defesa da cidade não tardaram a aparecer nas notícias que nos chegam como selvajaria do Daesh. Não me digam!

Eu digo “pobres civis” e refiro-me às duas cidades, mas ainda sei ver quem são as verdadeiras bestas. É fineza ler a dita reflexão.

 

10 thoughts on “Recomendo”

  1. Minha querida: só os ceguinhos,de espírito,é que simulam não ver o óbvio ululante! Como simulam mais coisas e nós a vê-los. E quando eles começam a cacarejar vitória ,para acabarem a um canto,com umas grandes orelhas de burro , desculpa lá, ò asno ?

  2. E o que vale o médio oriente ao pé do grande oriente lusitano? E Aleppo ao pé do Alvito? E Mossul ao lado de Mação? e o Daesh comparado com o psd?! Fonicx! So estrangeirados armados ao pingarelho.

  3. a minha reflexão roça sempre as fímbrias do oportunismo económico e do chico-espertismo da política e da geoestratégia versus sos humanidade. que monotonia! à escala global, cáspite!.

  4. eu fico realmente espantado com estas interrogacoes, antevendo que a interrogadora é provavelmente uma acérrima defensora da hillary clinton e da demonizaçao que a campanha da escroque e os media teem feito da rússia em geral e da sua atuacao no apoio ao governo sirio para arrasar essa maquina avancada de genocidio chamada daesh e que ja opera no mundo ha pelo menos 3 anos.
    os media e os comentadores estao de tal forma condicionados que nem denunciam as mais desgraçadas e miseraveis evidencias.
    haja quem entenda que por exemplo obama tenha dito vezes sem conta em entrevistas que nao sabia de contas alternativas da escroque e agora sabe-se que afinal ele proprio tinha recebido diversos emails dessas contas.
    o problema não são tanto os decisores políticos, mas a passividade e o viés escancarado com que sao analisados os factos acima referidos pelos media que deixaram de realizar a sua função.
    estaremos ja em guerra sem o saber, pois so em guerra este tipo de jornalismo de propaganda é, ainda que com muitas reservas, concebível?
    pasmo pois ao ouvir falar neste blogue em decência na cidade.

  5. só mais uma coisa sobre o excelente e muito complexo artigo referido no post: até chegarem a raqqa vão morrer civis e militares como poucas vezes se viu no médio oriente. quando chegarem a raqqa vão-se deparar com um exército tenebroso e vai ser uma das maiores e mais inesperadas carnificinas em confronto bélico convencional que poderá ate justificar recurso ocidental a armamento nuclear. o isis tem um poder militar baseado em amplos recursos, apoio internacional e inesgotável motivação das suas tropas. pode também já ter armamento nuclear. é tenebroso o que aí vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.