Quentes e boas

  1. Vamos fugir. Sim. Para longe daqui. (E não é a cantar)

 

Então era isto que a Cofina queria? Comprar a TVI? Foi por isso que andou a acusar o Sócrates de andar alegadamente a conspirar para, através da compra da TVI por gente amiga, “controlar a comunicação social”?

Todas as acusações de há uns anos afinal eram para guardar a TVI em banho Maria até lhe poderem deitar a mão e transformarem a informação em Portugal num gigantesco Correio da Manhã. Uma Fox News à portuguesa. Lembro que o Correio da Manhã é o jornal do crime, um criador de alarmes sociais falsos, um tablóide sem escrúpulos, sem ética, sem nada. Um imenso pelourinho para abater quem se detesta. Um jornal que ainda há uns dias defendeu que os julgamentos se devem, sim, fazer na praça pública.

 

Bem podem dizer neste momento que manterão jornalistas, linha editorial, total independência e tudo de bom da TVI (enquanto dizem que só ficará quem quiser aderir “ao projecto”, claro). A gente sabe como é. Para contraporem algo de jeito à CMTV, teriam que dar cabo desta. Portanto, passarão a ser uma e a mesma coisa.

 

Mas o panorama é de desgraça. Se pensarmos que a única alternativa que existirá será a televisão do PSD, a SIC do mano Costa e do imberbe do Ferrão, isto fica mesmo, espera, como era? Claustrofóbico? Era isso que diziam no tempo do Sócrates. E não havia claustrofobia nem asfixia nenhuma. Apenas a direita a não estar no poder. Mas a deter a comunicação social. Agora é mesmo. E ninguém se agita e ninguém faz nada. Eu não tenho dinheiro. Mas o Ronaldo, li de raspão que gostava de ter uma televisão. Então? Não atirou ele o microfone do “CM” à água?

Devo dizer que ainda está a TVI nas mãos da Prisa e eu já quase deixei de ver televisão. Agora, se não fugir, vou andar pela natureza ainda mais tempo, parece-me. Na que o PAN não conhecer.

 

  1. Cabeças loiras

 

Deveria haver um limite para as modas. Não sei se esta mulher ainda vai a tempo de apanhar a onda de cabeças leves (e, algumas, loiras) a ocuparem lugares de poder político, mas a Cristina Ferreira admitiu que gostaria de se candidatar à Presidência da República. A sério. A esganiçada da Malveira (nada contra a Malveira, bela terra) a estudar a Constituição e a ouvir os partidos políticos. A discursar na Assembleia e perante outros chefes de Estado. Espero que, até lá, a “trend” já tenha passado. Se não, uma pata-brava na Presidência e eu a fugir daqui com vergonha.

 

  1. Ai Ana Gomes

 

Que raio de coisa deu à Ana Gomes? Quero dizer, coisa mais forte do que o habitual. Agora erege o “hacker” Rui Pinto em herói só porque o rapaz penetrou na correspondência digital de alguns clubes de futebol que ela considera lavandarias de dinheiro? E o resto? E a rede informática da Justiça? E a chantagem com os dados? A extorsão?

Será provavelmente uma das primeiras contratações da Cofina-TVI.

 

  1. E, por falar disto, o Edward Snowden por acaso pensa que vai ter um destino muito diferente do Assange? Diferente para melhor? Não vai. Melhor manter-se onde está (mas parece que só tem autorização até 2020).

 

  1. As golas anti-fumo.

 

Que “timing” para reaparecerem na agenda mediática, não foi? Flagrante. Era o secretário de Estado que tinha que ir embora? O Carlos Alexandre estava ansioso? E então? Está bem assim?

Outra coisa: já não se disse e provou que afinal as golas não ardiam? Que apenas abriam buracos? E que, para isso, era preciso estarem praticamente em cima do lume, coisa para que não foram feitas de todo?  Pois é. Disse-se e provou-se. E no entanto as televisões continuam a referir-se às ditas como “as golas inflamáveis”. Sabe ou não sabe o Carlos Alexandre que a comunicação social faz o que ele quer?

 

 

11 thoughts on “Quentes e boas”

  1. É isso tudo Penélope, do princípio ao fim !! Só não desapareça porque fazem falta análises clarividentes como esta !!!
    Às vezes tudo isso é deveras desesperante !!

  2. hum, post giro.

    quanto à ana gomes, na frança e espanha o rapaz é considerado um herói , só aqui é que é um criminoso. estou a zeros nessa história , mas gostava de perceber porquê essa diferença de estatuto.

  3. porra. a penelope ainda ameaça o snowden e tudo. como se o que ele revelou não tivesse tido importancia para a nós todos. como se o que o rui pi nto revleou não fosse que o sistema de justiça está ele próprio já capturado. a rede informática da justiça? hahahah com funcionários a usarem passwords de procuradores para dizerem a arguidos quando eram as proximas buscas?! enfim, diz esta gente que é de esquerda. mas nem sabe o significado da palavra

  4. será que a penelope já tem avença na BTV como acusa a ana gomes de pretender ter? é que uma coisa que ja reparei nestes avençados é que usam e abusam da táctica do acusa os outros daquilo que tu mesmo fazes

  5. Que mal (te) fez o Assange, excepto ter os tomates que faltam à enorme maioria de alegados jornalistas que pululam pelo main stream merdia que tantas vezes, com razão, criticas?

    Que crimes cometeu o Assange, excepto o facto de, em serviço público exemplar, correndo riscos enormes e sacrificando conforto e segurança, ter posto a nu os crimes de guerra dos teus heróis da Amérdica?

    Que crimes cometeu o Snowden, um americano decente e corajoso, para além de ter provado ao planeta inteiro que a Amérdica (que mantém a América sequestrada) é a mãe e o pai de todos os hackers, um gigantesco hacker galáctico que hackeia tudo e todos e mais um par de botas, que provavelmente sabe até quantos pentelhos (e de que cor) tens tu e tenho eu nos nossos benditos entrefolhos?

    Tomaste chuveiro com água oxigenada? E chamas loura à outra? Estás armada em hipopótamo com pena do crocodilo por ter a boca grande? Ora vai-te catar, porra! E, a propósito de catar, podes perguntar aos teus amigalhaços do outro lado do Atlântico quantos piolhos e chatos tens de genocidar que eles têm tudo mapeado e registado, acredita, pois ainda há dias me enviaram inadvertidamente a contagem da minha fauna.

    Again: vai-te catar, porra!

  6. Com cumprimentos do Snowden:

    https://www.realclearpolitics.com/video/2019/09/16/edward_snowden_joe_biden_threatened_countries_not_to_give_me_asylum.html?utm_medium=referral&utm_source=mixi&utm_campaign=realclearpolitics

    Sugiro-te vivamente que dês mais ouvidos à América e não à Amérdica. Podes começar por esta, uma americana decente (e não branca) que seria uma óptima presidenta dos EUA e, muito provavelmente, um alívio para o resto do mundo:

    https://youtu.be/028q8X5vNqg

  7. “… com funcionários a usarem passwords de procuradores para dizerem a arguidos quando eram as proximas buscas?!”

    até parece aquela cena dos deputados direitolas que picavam o ponto do colega que se baldava “em serviço externo”. quando são apanhados com a boca na botija vale tudo no passa culpas para a empregada da limpeza ou empresa de segurança. os magistrados, esses não sabem de nada, não viram nada, não têm meios e ninguém lhes paga para isso e tu rastejas aqui pela net na tentativa de nos fazer acreditar no pai natal com argumentos de “o peido que aquela senhora deu, não foi ela, fui eu”.

  8. Penélope, se de facto todo o mundo espia todo o mundo e todo o mundo o sabe, que problema tens tu em que o Snowden denuncie o que por todo o mundo é sabido? E isso justifica o teu desejo acintoso de que o homem tenha um destino igual ao do Assange? Perder a liberdade, possivelmente a vida, é o destino merecido de quem denuncia o que todo o mundo sabe? “É melhor manter-se onde está”, dizes. Como se pode ver nos links acima, o teu desejo coincide com as ordens do cowboy corrupto Joe Biden, que se afadigou em telefonemas para todo o mundo para garantir exactamente isso. Porque à Amérdica convém poder berrar a toda a hora que os seus (e nossos) inimigos estão todos em Moscovo. Não consegues entender a baixeza da tua posição?

    Em relação ao Assange, que apresentou provas, não de que todo o mundo espia todo o mundo, mas de que o país que se julga dono de todo o mundo pratica crimes de guerra como quem come tremoços, e enquanto, literalmente, mastiga pastilha elástica, é ainda mais lamentável que não te apercebas de como é cobarde e obscena a tua posição. Ou apercebes-te, mas comprazes-te na alma de vassalo a quem a coragem dos homens livres provoca urticária e optas por chafurdar na tua desgraçada condição.

    Pois é, chateia-me que, com esse comportamento reles, desacredites posições justas que noutras ocasiões tomas (começo a ter dificuldade em perceber como), e torna-se penoso a homens livres partilhar trincheira contigo. Experimenta perguntar ao Sócrates o que pensa ele sobre as questões Snowden ou Assange, por exemplo.

  9. Joaquim Camacho: Mas eu não tenho problema nenhum em que o Snowden denuncie quem quiser. Só não tenho é ilusões. Em qualquer país do mundo, um indivíduo que tenha trabalhado para os serviços de informação e resolva revelar “segredos” tem a vida liquidada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.