O único portalegrense notável (ai, que me engasguei)

Não sei se o Presidente da República achou piada a transmitir a ideia de que o interior do país está mesmo desertificado. Mas só pode ser isso e, se for isso, é de um mau gosto inédito. Para Marcelo, não há então ninguém em Portalegre (um dos locais das comemorações do dia de Portugal, para além das cidades da Praia e do Mindelo, em Cabo Verde) nem ninguém de Portalegre que se distinga intelectualmente – ou por qualquer outra qualidade ou feito notável – para presidir às comemorações a não ser o… João Miguel Tavares? Esse. Essa irrelevância. Esse superficial. Esse dependente e viciado em Sócrates, cuja fama se deve à falta de um fusível. O caluniador do Público e direitolas monotemático do Governo Sombra vai mesmo presidir às comemorações do dia de Portugal este ano? Marcelo pirou. Pirou como presidente. Já como apresentador de algum programa da manhã talvez não.

 

Mas que argolada. Olhando para a lista de anteriores comissários (entre os quais Alçada Batista, João Bénard da Costa, Sampaio da Nóvoa, Elvira Fortunato, Sobrinho Simões, para só mencionar alguns), esta nomeação é mais do que uma vergonha e um desrespeito. É a bandalheira institucionalizada. E os portalegrenses deviam sentir-se vexados.

8 thoughts on “O único portalegrense notável (ai, que me engasguei)”

  1. Mas como o nosso Presidente engasga tanta gente!
    Há tanta gente desgostosa, que se corre o risco de uma depressão nacional.

  2. Coitado do Zé das sapatilhas, agora com esta da CGD a denunciar a conta da mãe, complicou ainda mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.