O problema de José Rodrigues dos Santos

À primeira vez, receava-se, à segunda, confirma-se. José Rodrigues dos Santos, ao conduzir o novo tipo de comentário político com José Sócrates, colocou-se a si próprio perante um problema: ou se informa devidamente sobre as questões que decide trazer para a entrevista e corre o risco de perceber deveras e finalmente do que está a falar – e neste caso perde toda a razão de ser a sua agressividade e, escusado será dizê-lo, muitas das perguntas, sendo grande a tentação de regressar ao antigo formato (o que seria pena); ou não se informa nem estuda devidamente a história recente nem o porquê das coisas e limita-se a trazer para a “entrevista” as acusações e deturpações que a direita usa e usou para fins eleitorais e propagandísticos – opção totalmente aceitável, desde que cite em vez de fazer suas as palavras deles, como parece – e neste caso corre o risco de levar uma “ensaboadela”.

Para ele, a coisa não se afigura fácil. Acontece porém que, entretanto, aqueles 20 minutinhos ganharam grande vivacidade (sendo ou não sua, a ideia teve mérito, podendo embora não ter obtido o efeito pretendido, que seria abater e não despertar uma fera). Logo, potencialmente, tais minutinhos ganharão também espectadores. Ora, se isto é bom para a RTP, e só pode ser, o novo formato deve ser mantido. Resta, portanto, a Rodrigues dos Santos, embora em prejuízo das pesquisas que faz para escrever os seus livros, dedicar mais tempo a estudar a Europa, as disfunções da zona euro e todas as questões nacionais que aparenta desconhecer. E a nós resta-nos aguardar. JRS tem que encontrar a fórmula, já que se impôs um desafio.

Nota:
Não sei se JRS a esta hora já foi a correr para o Facebook queixar-se de ter sido insultado por José Sócrates quando este lhe fez notar que até um advogado do diabo pode ser inteligente no seu papel. É uma observação pertinente, além de afirmação verdadeira. Da minha parte, e para ajudar o jornalista a provar que é um advogado do diabo inteligente, até porque prefiro claramente este formato, proponho como trabalho de casa para JRS a pesquisa do seguinte tema: por que razão desceram os juros recentemente em Portugal, Espanha, Grécia, Itália, Irlanda, apesar do aumento das respetivas dívidas, e por que razão subiram tanto em 2011?

19 thoughts on “O problema de José Rodrigues dos Santos”

  1. serviço público à borliú, não cobra pela colaboração e ainda corre com o órelhas da rtp sem direito a indemnização. desta vez arrancou umas penas à inteligência do papagaio, esperemos que na próxima faena corte 2 órelhas + 1 rabo e saia em ombros, tipo marinho pinho. o país aguarda impaciente.

  2. quase cheguei a ter pena de jrs. acho, que para esclarecer o povo este formato é melhor.e não digo mais nada,para não ajudar ao fim de um programa que a direita certamente não deve estar a gostar! socrates está em forma.pobre pais que prescinde de um politico com este perfil,para o substituir por um” barítono” de 4 categoria e de pouca seriedade politica!

  3. O tipo sentiu-se insultado e apenas registou o insulto. Prova mais evidente da cobardia e da pobreza intelectual deste alegado jornalista não podia haver.
    Depois de dois KO seguidos com estrondosa ida ao tapete, será que vai aguentar um terceiro?

    Mas não se tenha pena deste rapazola mal educado, está a deitar-se na cama que ele próprio fez.

  4. Podemos dizer que o senhor rodriguinho tomou uma dose de aspirina.

    Quanto a Sócrates, bravo.

    Quanto à expressão rodriguinho – que tão bem se aplica a JRS – diz-se de “objecto de pouco valor, de sentimentalismo barato utilizado para fazer emocionar o público”. Já fazer rodriguinhos, refere-se a “fazer intrigas”. Sabemos da nossa gastronomia que rodriguinho é ainda um doce algarvio.

    As palavras são do dicionário priberam, mas numa naquelas coincidências extraordinárias da vida, aplicam-se tão bem ao jornalista e autor José Rodrigues dos Santos, que não resisti em partilhar convosco.

  5. Nem mais. Debita as frases feitas tipo conversa de facebook, as quais Sócrates está careca de ouvir e não tem feito mais nada do que rebatê-las desde que chegou à RTP. Tem corrido mesmo muito mal ao Rodrigues dos Santos, que leva ensaboadelas e até desaforos por ter adotado essa postura.
    Quis fazer da entrevista um “combate” e já levou dois KO´s de enfiada…

  6. Caros Colegas,

    Excuse-nos pelo não-dominio do idioma de Portugal.

    A atenção de nos foi atraida por numero grande de occorrencias do palavro “Socrates” nesto blogue de Portugal. “Socrates” ser football club ou football jogador de Portugal ?

    Se caso diferente, nos termos vasto programa de estudos sobre philosophia de Socrates (470-399 ac).

    Se usted interessados em colaboração, por favor mandar e-mail para philo-dpt@uniba.slov

    Preferencialmente em English, Deutch or Français

    Saude

  7. Este político continua no Banco? Quando os que estão em campo não acertam um único lance?
    O destino dos melhores portugueses é um atavismo pátrio. Uma parte deles foi com o Gama e os sacristas ficaram a governar a urbe. A História sempre se repete.

  8. Mas como é que JRS se pode preparar melhor se entra na empresa às 17h30 e sai às 21h?… Se isso acontece com os outros funcionários da RTP? Não. Se não cumprirem o horário, descontam-lhes no vencimento, entre outras consequências. Como pode JRS respeitar o público e os convidados se não respeita os colegas? Ao exigir (e a empresa concelho-lhe) um estatuto especial que o isenta de cumprir horário integral, horário integral que todos os seus companheiros de trabalho são obrigados a fazer, diz tudo acerca dele mesmo. Era só. Boa semana.

  9. brastislava,socrates não é nenhum clube de futebol,mas um gajo com grandes tomates.se por acaso quizeres vê-los,vai ao ccb,pois estão em exposiçao,até às proximas eleiçoes!

  10. bratislava,fui agora informado por graça moura,que se quizeres os podes apalpar e que são pretos!

  11. penélope,desculpa lá,pois julguei que o poste era do valupi.aproveito a oportunidade para dizer-vos que o jrdos santos,durante 2 anos,não escreve para mais “selos”,para se poder preparar para lidar com sócrates!

  12. Os que pretenderam atirar ao tapete Sócrates devem andar agora a lamber as feridas e a tentar descobrir como descalçar a botifarra.
    Para já, e se pretenderem continuar com a palhaçada, que tal contratarem um especialista para organizar o arquivo de JRS? É que a continuar assim não se vê como é que este mau aluno da BBC, que já provou ser um escritor medíocre, um entrevistador sem qualidade e está a aproximar-se perigosamente do abismo da incompetência, venha a sofrer danos irreparáveis no seu hipervalorizado profissionalismo.

  13. joão lisboa,fica descansado que o tozé dentro de 4 anos tem o teu problema resolvido! comida, cama e roupa lavada!

  14. tatas, estou de acordo.julgo que mais uns programas e jrs está mais desvalorizado na rtp do que a moea da guiné!

  15. Há muita gente contaminada pela intoxicação posta a
    correr contra José Sócrates, pode-se dizer desde que
    ganhou a liderança do PS! Desde os ataques à sua ho-
    norabilidade, o curso feito ao domingo, o seu carácter
    e todas as maleitas do País … tudo sem a menor susten-
    tação de verdade! Sabe-se que, os envolvidos nesta
    execrável mistificação vão desde, profissionais da comu-
    nicação social, “políticos”, operadores da Justiça, etc.!
    É óbvio que jrs acreditou nestas patranhas, aceitando
    de ânimo leve uma tarefa para a qual não sabe como se
    irá sair, sem mais prejuízos porque, hoje já todos viram
    que o interpelado não se acanha a expor os seus pontos
    de vista e a destruir a lenga-lenga da direita pois, o jrs
    até aceitou o “barrete” de ser porta voz da direita, não
    pode sentir-se ofendido por ter sido desmascarada a
    sua insuficiente preparação do programa, aposto que
    o cherne também não deve ter gostado, não basta pegar
    no “lixo” publicado, onde se viu rebater a opinião de quem
    assistiu ao debate, com o que vem escrito num jornal ?
    O problema passa a ser o seguinte; merecerá o jrs manter
    o estatuto de diretor e as condições remuneratórias?

  16. Ó João Lisbosta, faz lá intervalozinho! Não te cansas de ser sempre imbecil ?
    P’ra que é que andas a toda a hora a chagar o pessoal com link’s para visitas à tua pocilga? Ainda não deste conta de que ninguém te liga? És mesmo burro, pá!

  17. Não vai tardar muito que o JRS, fique conhecido pelo José Rodrigues dos Prantos, devido à ensaboadela que Sócrates lhe aplica de 15 em 15 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.