Não se iludam e não te iludas, ó Seguro

Não há demissão nenhuma do Governo após os chumbos do Constitucional. Sobre essa matéria, os alemães e a Troika já disseram o que tinham a dizer aquando da declaração do irrevogável Portas, há quase um ano: “Meninos, para os vossos lugares! Já e com cara alegre.” A advertência terá também abrangido Cavaco. Além disso, estes prováveis chumbos já eram previstos e foram até já discutidos com o FMI.

Pormenor patético hoje foi o apelo desesperado de Seguro a Cavaco para que convoque eleições, pensando assim não ir a votos no partido. O desespero fá-lo perder a noção. Assim embalado, não me surpreenderia se decidisse não convocar o congresso extraordinário, propondo-se andar por aí como cadáver adiado, perdendo a dignidade e possivelmente desgraçando o país.

2 thoughts on “Não se iludam e não te iludas, ó Seguro”

  1. Seguro já desvairou…. está a fazer tudo para atrasar, atrasar, atrasar, atrasar. Não admira. É um atraso de vida….. Então esta de pedir eleições e convocação do conselho de Estado a Cavaco… é de fartar de rir e comer bolacha!
    Li há pouco que quer uma reforma eleitoral, com simpatizantes a votar o líder do PS (porta aberta ao PSD´s e quejandos…) e alteração da qt de deputados e votação no nome do deputado… é só atrasos porque quando se vê o plano de datas, são ações atiradas para as calendas ou para dizer que “eu quis fazer etc. etc. etc.).
    Livrem-me desta criatura! É o S(s)eguro do governo

  2. FSoares, exacto,

    como líder da oposição deveria estar preocupado com o apoio que tem recebido dos seus alvos. Mas ele acha que a ameaça para o futuro dos portugueses (os portugueses sou eu) é o Costa. Mas como disse lá para a frente, está bem visto: abrir a votação do candidato socialista – a primeiro ministro- aos partidos opositores do PS nas próximas legislativas é muito bom. Embora mau para os resultados do PS nessas eleições. Costa, que grande desafio, hein? Tens legislativas antes das ditas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.