Ir além do Costa. Manobras dilatórias

Fonte da direção do PS acaba de declarar que, se perder as eleições primárias (a haver) para eleição do candidato socialista a primeiro-ministro, Seguro retira daí as devidas ilações e demite-se. A sério. Nós é que pensávamos que não era preciso. Que a votação não era para secretário-geral! Aqui está alguém com uma inteligência e uma perspicácia raras.

Mas continuemos, que as minhocas já são mais que as cavadelas.

Então porque não convoca Seguro o congresso extraordinário? – pergunta qualquer leigo. Porque não põe o seu cargo a votação já? Será mesmo verdade que se julga mais popular entre a periferia do partido do que entre os militantes, coniderando que tem grandes hipóteses de ganhar?

Só se levar a tontice ao nível do delírio. Seguro sabe perfeitamente que Costa é mil vezes mais considerado e mais simpático para as franjas do partido, para a sua periferia e para o país em geral do que ele próprio. Assim sendo, a derrota será certa e esta fuga para a frente que é a proposta de primárias, até agora recusadas pela sua própria direção, mais não é do que o adiamento da queda. E isso é que é lamentável. O país parece não lhe interessar.

Entretanto, há engraçados entre o seu staff. Seguro não se vai embora sem antes lançar mão daquela bizarra ideia de que o campeonato mundial de futebol distrairá os militantes e o próprio António Costa, que esquecerão rapidamente o problema e o deixarão regressar à pacatez da liderança do partido, depois de acalmados os ânimos. Esse passageiro balão a que pretende agarrar-se permitir-lhe-á também dispor de mais algum tempo para se fazer de vítima, considerando certamente muito positivo que alguém vote nele por pena. Que dizer disto, a não ser que um pateta é um pateta?

E por falar em vitimização, na entrevista a Judite de Sousa, Seguro disse a certa altura que Costa já tentara uma vez atacar-lhe a liderança e que ele se prontificou de imediato a convocar um congresso, mas que Costa recuou. Ora bem, como quase sempre, a pergunta sequencial que se impunha do lado da jornalista não foi feita. E rezaria assim: “Então porque não fez o mesmo desta vez?” Evidentemente que ele sabe e todos nós sabemos a resposta. Até a Judite deve saber, mas não quis incomodar. Pois é, desta vez, Seguro perderia. O medíocre resultado obtido pelo PS nas europeias e o mal contido contentamento da direita com essa súbita e irreparável fragilidade do adversário mudaram alguma coisa. E Seguro sabe-o bem. Vai daí, o culpado é o António Costa. E vai daí, decidiu mostrar-se muito ousado e moderno e “ir além do Costa” (que, pobre coitado sem visão, apenas queria um congresso) com a história das primárias. Mas não nos iludamos, as primárias são subitamente muito sedutoras apenas porque sabe que demorarão a concretizar-se. Haverá que alterar novamente os estatutos e não se sabe se a lei eleitoral também. Entretanto, vai-se mantendo no Rato, que parece ser o seu grande objetivo de vida. E que não o desafiem, que ele irrita-se. Um verdadeiro democrata. Daqueles que não gostam de ser avaliados.

25 thoughts on “Ir além do Costa. Manobras dilatórias”

  1. As coerências do vosso “menino”:

    (Lusa) “Europeias. José Sócrates diz que não se discute um líder que ganha” (25/05/2014)

    (Lusa) – “Quanto à vitória do PS, disse que “não é muito expressiva” uma vez que não se situou acima dos 40%

    O ex-primeiro-ministro socialista José Sócrates considerou hoje que a vitória do PS nas europeias é pouco expressiva mas não justifica discutir a liderança de António José Seguro e classificou a derrota da coligação PSD/CDS-PP como uma “hecatombe”.

    “Não me parece. Como é que se discute um líder que ganha? Não faz parte do que é normal em política”, defendeu José Sócrates, em resposta ao jornalista Carlos Daniel, na RTP.

    O jornalista tinha perguntado sobre se a liderança do PS pode estar em causa com o resultado obtido, 31,45% quando estão apurados 99,21% dos votos.
    De acordo com a Direção-Geral de Administração Interna (DGAI), a coligação PSD/CDS-PP teve 27,74 por cento dos votos, um resultado que José Sócrates classificou como “uma hecatombe” e uma “derrota histórica”.

    Quanto à vitória do PS, disse que “não é muito expressiva” uma vez que não se situou acima dos 40%.

    Para o ex-líder do PS, acrescentou ainda que houve “dois derrotados” nas eleições para o Parlamento Europeu, o Governo e o Bloco de Esquerda.”

  2. oh palerma da costa! quando isso foi dito ainda não tinham sido apurados os resultados finais e sócras ainda estava sintonizado para fazer nada que pusesse em causa o seguro, após análise resultados e avanço do costa, a coisa mudou de figura. se calhar querias o sócras a pedir a substituição do seguro pelo costa antes dos resultados oficiais e sem falar com o outro.

  3. @ Pedro Costa: Essas declarações foram feitas num contexto que você parece querer escamotear. É que desde então houve todo um rol de acontecimentos que não podem ser ignorados, tais como a figura ridícula que Seguro fez a celebrar um resultado miserável, o assinar de cruz, e em nome de TODO o partido, de uma moção de censura PCP seguida de declarações absurdas e claro.. tudo o que se passou a seguir na AR.

    Acrescento que é inegável que JS tem sido um exemplo de hombridade pela forma eficaz como se tem abstraído de fazer comentários ou acções que possam ser nocivos a Seguro, e consequentemente ao PS.
    Já o contrário não se pode dizer.

  4. Exacto. O ignatz tem razão.

    Isto não é verdade:
    “O jornalista tinha perguntado sobre se a liderança do PS pode estar em causa com o resultado obtido, 31,45% quando estão apurados 99,21% dos votos.”
    Isto é uma invenção do Palerma da Costa.
    Quando essas perguntas foram feitas ainda não se sabia os resultados. Discutia-se projecções em que o PS podia ter até 36%.

  5. o palerma não contesta…admite que se fodeu na sua tentativa de manipulação grosseira em local errado.

  6. Quanto à vitória do PS, disse que “não é muito expressiva” uma vez que não se situou acima dos 40%
    O ex-primeiro-ministro socialista José Sócrates considerou hoje que a vitória do PS nas europeias é pouco expressiva mas não justifica discutir a liderança de António José Seguro e classificou a derrota da coligação PSD/CDS-PP como uma “hecatombe”.

    “Não me parece. Como é que se discute um líder que ganha? Não faz parte do que é normal em política”, defendeu José Sócrates, em resposta ao jornalista Carlos Daniel, na RTP.

    O jornalista tinha perguntado sobre se a liderança do PS pode estar em causa com o resultado obtido, 31,45% quando estão apurados 99,21% dos votos.

    http://www.ionline.pt/artigos/portugal-europeias/europeias-jose-socrates-diz-nao-se-discute-lider-ganha

  7. oh joão, isso prova que a iniciativa e a decisão de avançar com uma candidatura foi do costa e o sócras que o sócras se limitou a apoiar depois de anúnciada. era o que mais faltava, comentários efectuados à medida que os resultados eram conhecidos não serem passíveis de análise posterior e que condicionassem correcções futuras. se pretendias que o costa ou sócras repetissem a cena do elevador do altis tiveste azar e se seguro fosse homenzinho revelava o acordo que fez com o costa. estava fartinho de saber que isto ia acontecer, mas achou que a blindagem dos estatutos e o mundial o salvava. pega lá este link, que explica o que te dói.
    https://www.youtube.com/watch?v=TzWo4PwUhiM

  8. como o palerma não reafirmou,veio o joão ponto repetir. Como os tempos, horas e datas e contextos não interessam aos potenciais eleitores de seguro…olha, digo que mais vale o sonho do costa que o pesadelo do seguro. Mas ainda tenho que me registar simpatizante e auardar pela constituição dos cadernos eleitorais. Como diz a Penélopes, lá para depois do mundial. Mesmo assim, voto costa’s dreaming, on such a winter’s day.
    https://www.youtube.com/watch?v=N-aK6JnyFmk

  9. Só para mostrar que isto:

    “Isto é uma invenção do Palerma da Costa.
    Quando essas perguntas foram feitas ainda não se sabia os resultados. Discutia-se projecções em que o PS podia ter até 36%.”

    é que é uma treta. Lembrando que o Edie disse disto

    “o palerma não contesta…admite que se fodeu na sua tentativa de manipulação grosseira em local errado.”

    Eu acho que com 99% dos votos apurados e com um resultado nesse momento de 31,4 só um idiota é que poderia discutir cenários possíveis do PS via ainda a ter 36% – quem julga que Sócrates fez aquelas decarações, com aquela porcentagem de votos apurados, ainda a pensar no possibilidade do PS poder ter 36% naquela noite, faz de Sócares um imbecil completo.

  10. oh joão palerma, será que ainda não entendeste que quem se apresentou como candidato foi o costa e que isso não retira o direito ao sócras de apoiar quem lhe apetecer.

  11. Ficámos a saber que o Palerma da Costa é colega do João Pontinho. Que tem uma panca pelo Socas e por vibradores.

  12. “equipa que ganha não se mexe”,é uma verdade até no futebol.só que nos comentarios finais e depois de olhar para o placard ,a equipa afinal tinha perdido!depois de uma austeridade inaudita,ter um 1,7% de vantagem é uma derrota.depois de nos roubarem salarios e reformas,ter mais um deputado europeu do que a direita,não é uma vitoria,mas uma derrota.depois das mentiras,eleitorais e governativas,ter menos 4% do que nas autarquicas,não é uma vitoria nem derrota mas um tremor de terra.depois de tudo isto,qual é a pressa? sim qual é a pressa? a pressa é rua com quem não tem limites na sua ambiçao.ainda socrates estava a falar com jornalistas sobre os resultados e a sua derrota nas eleiçoes da “ida ao pote”,já seguro sem o minimo de respeito, pelo ps e pelo seu camarada, anunciava que era candidato a secretario geral. qual é a pressa! sim qual é a pressa!

  13. O João e o Pedro Costa padecem do mesmo mal que Nuno de Melo e toda a direita histérica neste país : Socrates declara, os meninos salivam. Pavloviano, no minimo.
    De uma vez por todas vejam se entendem que é fácil para os meninos da escola : SOCRATES NÃO É CANDIDATO A PORRA NENHUMA.NÃO FOI SOCRATES QUE SE DISPONIBILIZOU PARA DISPUTAR A LIDERANÇA DO PARTIDO.
    Capisce?
    Socrates é o tipo que vos vai estar sempre atravessado na garganta? Epá, habituem-se! Ou tratem-se.

  14. Força camaradas! Vão ter um lindo funeral.
    Psoe, pasok , PSF, etc…..
    Roma nao paga a traidores

  15. Que lindo espectáculo que estão a dar esta luta de galos, abutres entre os socialistas…eles atacam sempre os mesmos, e ai de quem denuncie as incoerências do seu idolo e ditadorzito de então quando teve maioria absoluta…a minha santa maezinha de 82 anos que foi uma das valentes que foi votar mesmo com a sua precária saúde, e que sempre votou de olhos fechados nos socialistas em toda a sua vida, seja qual for o seu lider, já disse que ,depois de assistir a este ataque que nem abutres ainda mal tínhamos os resultados finais, não coloca mais lá os pés. Eu estou quase a ir pelo mesmo caminho. Se pensam que vão ganhar muito por causa do Costa, tendo do seu lado os blogs, uma maioria de paineleiros na imprena a fazer o frete e que desde o 1º dia criticaram patéticamente tudo o que o Seguro disse e fez , podem ter uma grande surpresa. Há muitos socialistas que não andam neste antro conspurcado de guerras de poder e estas novelas só contribuem para que se afastem mais desta raça de politicos.

  16. pedro costa, foda-se já cá faltava uma mãe, de preferência com idade avançada, e com lucidez para depois deste ataque cerrado de abutres nunca mais punha lá os pés…

  17. oh palerma costa! deves ser cego como a tua velha, o sócras já não governa há 3 anos, agora o primeiro ministro é o passos coelho e o seguro só existe para fazer oposição a quem se candidatar a secretário-geral do ps.
    quanto a abutres, certamente pela cegueira congénita que afecta a tua família, deves estar a fazer confusão com aquela cena necrófaga seguida de regurgitação, que o tózero aviou no elevador do altis, quando o sócras perdeu as últimas eleições. se conseguisses ver para além daquilo que assobiam ao ouvido, saberias que o sócras é um cavalheiro e por isso no dia do enterro foi simpático para o presunto & família. já o costa, apresentou condolências no dia do desastre e só passados dois dias veio reclamar herança daquele testamento (xix congresso ps) que o defunto se preparava para rasgar.

  18. Oh Bento se assim é e aplicarmos a funerária sentença na proporção das percentagens eleitorais dos amanhãs que cantam (de dor), então vocês serão eliminados do universo, sem direito a reencarnação.

  19. Vocês já deixaram de existir ha muito. Estão em estado de cadáver desde que se venderam ao liberalismo europeu .

    nada vos distingue do ordoliberalismo alemão. Desde que Miterrand se vendeu aos alemães, desde Blair e da sua mentora Maggie, etc…

    Já só fazem tristes figuras, sem honra e dignidade. O vosso destino é aliarem se à direita para salvarem a oligarquia e assegurarem tachos à clientela ignorante e oportunista que pulula no vosso partido . São uns idiotas úteis.
    RIP

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.