Fraude nas contas? Subida do desemprego? Maioria absoluta logo à noite

Ou muito me engano, ou a Católica, a Intercampus, a RTP e a TVI podem arrumar as botas na segunda feira.

Pergunto-me o que leva estas empresas a jogarem toda a sua credibilidade nas anedóticas sondagens diárias. Será o desespero de quem está por detrás e pensa influenciar assim o voto dos ignorantes e da carneirada ou será o receio ou excesso de zelo do mero funcionário que agarra no telefone? Pode ser. É que incompetência técnica seria triste demais, penso eu. Ânsia de originalidade pode também ser. Mas, senhores, já viram a figura de alguém que leva com uma tarte de natas na cara depois de ter procurado ser original? Pois é. A tarte é figurada, mas olhem aqui uma amostra com imensa piada para quem vos vê…

Pergunto-me também por que razão os jornalistas-papagaios se prestam ao serviço. É que os resultados divulgados são, sob qualquer prisma, inacreditáveis e risíveis. Nem a PàF acredita neles.

Evidentemente, é sempre possível que a maioria dos portugueses tenha sido atingida por um surto da doença de Creutzfeldt-Jakob, estando louca, com o cérebro espongiforme, ou simplesmente cambaleante e atordoada com tanta mentira. Parece que, neste caso, dizem os estudos, passam a considerar as mentiras verdades e a adorar fanaticamente os mentirosos. Um assunto a aprofundar depois.

Para já, uma aposta: depois de descoberta, hoje, a 345.ª fraude do Governo e revelada a subida do desemprego no mês de agosto (repito, agosto), as sondagens desta noite vão dar maioria absoluta à coligação!

Veremos a confirmação da loucura, seja de quem e de que natureza for.

21 thoughts on “Fraude nas contas? Subida do desemprego? Maioria absoluta logo à noite”

  1. As sondagens exprimem a vontade de quem as faz ou quem as paga.(já houve tempo!).
    Vocês lembram – se do cegueta ter dito que o juiz Rangel tinha comentado a Operação Marquês para ficar ilibado de fazer parte do júri que ia analisar o recurso do João Araújo?!
    O ódio distorce a realidade dos pulhas.

  2. Já aqui ( voto para maiores de 4 anos de idade) foi dado um especial contributo para explicar”surto de Creutzfeldt-Jakob”.
    No entanto, ainda não foi adequadamente identificada a teia de interesses que se enreda, e que desagua neste caso das sondagens diárias, quiçá ao minuto e ao segundo.

    São casos de informação absolutamente obscenos que descredibilizam em toda a linha os seus autores.

  3. «adelinoferreira45
    29 DE SETEMBRO DE 2015 ÀS 16:46
    As sondagens exprimem a vontade de quem as faz ou quem as paga.(já houve tempo!).
    Vocês lembram – se do cegueta ter dito que o juiz Rangel tinha comentado a Operação Marquês para ficar ilibado de fazer parte do júri que ia analisar o recurso do João Araújo?!»

    Ó tu daí…presumo que te refiras ao «numbejonada», soit moi. Eu sei que me lêem….mas…esperava que seguissem o encadeado das minhas opiniões, não as descontextualizando…Conta-me lá, ó Panelinoxuxeira, que queres tu dizer? Chamas-me pulha? É que eu não sou pulha nem odeio ninguém.

    Explica aí, ó alma das trevas…Pulha e ódio moram do teu lado, atendendo ao que tu aqui tens alardeado a meu respeito. COMUNA.

  4. Olhando para as sondagens vindas de diversos locais e votações diversas, França, Reino Unido, Grécia, verificou-se que todas falharam grosseiramente. Se o mal se encontra no desejo (in)consciente de encaminhar os eleitores numa determinada direcção, análise técnica errada ou apenas aldrabice é assunto a debater e investigar, mas o mais certo é ficar tudo na mesma. Afinal, elas acabam sempre por publicar o que os clientes querem, ou não será assim? Não são os direitolas que as andam a pagar?

  5. Aliás, bem se vê quem ESCREVE com despeito e ÓDIO. Comunas, espero bem que percam o pio em 4 de Outubro….até soou capaz de ir votar para haver mais um …votozinho contra vós.

  6. Reconheço que é preciso ter coragem para tão perto dos resultados estar a apostar tanto na manipulação dos jornalistas e na doença dos eleitores.
    Será que se considera assim tão superior ao comum dos mortais e do seu discernimento?

  7. «é sempre possível que a maioria dos portugueses tenha sido atingida por um surto da doença de Creutzfeldt-Jakob, estando louca, com o cérebro espongiforme, ou simplesmente cambaleante e atordoada com tanta mentira. »

    De MUITO MAU gosto. Incrível mau gosto. Estes XUXAS são os primeiros a afastar ….

  8. Claro que a paf vai vencer de goleada. Aliás, segundo as sondagens ou tracking poio já só estão a um pézinho da maioria absoluta. De acordo com isso, o chefe da banda já veio dizer que está disponível para não sei o quê com o costa no caso de perder as eleições.

  9. “Reconheço que é preciso ter coragem para tão perto dos resultados estar a apostar tanto na manipulação dos jornalistas e na doença dos eleitores.”

    cristólico/intercampus/numtvi e repeti sondagens a 112% nem com software alemão.

  10. Na presente campanha, noto um aumentar de desespero da parte dos xuxalistas, com o acréscimo das calunias. Parece que vale tudo para chegar os poleiro.
    O que vale é que os contribuintes, que sofreram estes anos todos, não estão para estragar tudo e “entregar” de mão beijada o seu voto, a um partido irresponsável. Com “aquele” líder (se é que se pode chamar isso) que promete repor tudo … a direito… Eu prefiro votar na coligação. Podem não ter feito tudo acertadamente, mas dou mais valor a quem tenta, mesmo com criticas, arrumar a casa, do que em alguém que saqueou e desgovernou isto tudo. Ainda por cima o seu ex líder, alegadamente, …. não vou repetir tudo outra vez, que canseira!

  11. Cegueta vou – te dar um pouco (100 mm) de trela:
    Sempre que aqui dás vivas ao botas, fazes – me lembrar aqueles meninos que não tendo dinheiro para calçado tinham que andar descalços. E saberás tu meu trampolineiro, que tinham que fugir da polícia para não irem presos. Saberás tu minha barata tonta (estou a ser contido na linguagem) que nesse mesmo tempo, uma grande parte dos meninos comiam a sopa dos pobres que os legionários entregam todos os dias na escola primária para matar a fome aos meninos que andavam descalços?!
    Fico por aqui. Disse 100 mm, já excedi os 10cm

  12. com este governo é só novidades.ou estou com a doença de alzheimer? não me lembro de sondagens diarias,e já vou muitos actos eleitorais.conduzir os eleitores até à urna é o objectivo desta escória,seja católica, protestante ou agnóstica. ou a puta que os pariu!

  13. adelino 45,não te esqueças do óleo de figado de bacalhau,para compensar as insuficiências alimentares! e das vendedoras de hortaliça,com um chinelo calçado e o outro guardado, para não se gastarem ao mesmo tempo !

  14. “Fraude nas contas? Subida do desemprego? Maioria absoluta logo à noite”
    Não sei se as sondagens reflectem ou não com exactidão o sentido de voto actual. Dado os acontecimentos recentes noutros países, e a minha convicção que a austeridade deixou marcas, acredito que não. Estranharia muito se a Coligação ganhasse e ainda por cima com tal margem sobre o PS. Mas não chegaria à deselegância de insultar os eleitores se isso acontecer.
    Para alguns, a decisão de escolher um ou outro partido pode resultar de pesar muitas considerações a favor e contra. Para outros, votar é como ser adepto de um clube de futebol: a nossa equipa nunca faz faltas e todos os penalties contra são mal marcados.
    Em qualquer caso, neste ponto da campanha eleitoral, não é uma subida da taxa de desemprego ou uma nova suspeição de manipulação de contas que vai mudar o prato da balança: já há muitos outros argumentos na balança e eu acho que a grande maioria dos eleitores já decidiu, ou então vai decidir com base em argumentos de muito maior peso que já conhece. A não ser que haja algum terramoto político, pode haver indecisos mas os dados já estão lançados.

  15. “Fraude nas contas? Subida do desemprego? Maioria absoluta logo à noite”

    No fundo o impacto de mais esta revelação tem o mesmo efeito que as discussões neste (e noutros) blog: sinceramente acredita que algum comentador tenha mudado de opinião ao ler os posts e comentários dos últimos meses (para não dizer anos)?

  16. ó panelinoxuxeira44, cala-te. Um ordinário, mal educado, com expressão odiosa, incentivando à raiva, ao palavrão, que usa palavrões no que escreve, como é o teu caso, VEM TENTAR dar-me lições sobre o QUÊ?

    ÉS TU que me lês e falas de mim, portanto há muito que ultrapassaste os teus contidos minutos. COMUNA. Limitado. Que sabes TU para ARROGANTEMENTE te dirigires a mim nesses termos? Vai comprar cravos e põe um na cabeça….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.