Em Bruxelas, alemães, alemães por todo o lado

Quando o espaço vazio é ocupado pela Alemanha.

Apelo ao vosso francês para lerem este artigo do Libération sobre a Europa e a nova Comissão. O artigo é de um francês, o que influencia a perspetiva, mas não há como não aderir.

Une Europe trop allemande?

Excerto:

“[…]Ce n’est pas un hasard si le cabinet du président de la Commission est dirigé par un chrétien-démocrate allemand, Martin Selmayr. Même si les équipes ne sont pas encore complètes, on compte déjà 5 chefs de cabinets et 3 adjoints, contre seulement 1 « chef’cab » français (Olivier Bailly chez Pierre Moscovici) et 1 adjoint (Éric Mamère chez Günter Öttinger, le commissaire allemand). Et parmi les simples conseillers, le déséquilibre est le même. Dans l’administration, le poids allemand se fait aussi sentir : 8 directions générales sont aux mains des Allemands contre 4 pour les Français. Mieux : le prochain chef du service juridique sera Allemand et il n’est pas impossible que le futur secrétaire général de la Commission –la véritable tour de contrôle de l’exécutif communautaire- le soit aussi. La France a du batailler ferme pour garder la direction du Service européen d’action extérieure que la chancelière avait réclamé pour prix de son accord à la désignation, le 30 août, de l’Italienne Federica Mogherini comme ministre des Affaires étrangères de l’Union.[…]

6 thoughts on “Em Bruxelas, alemães, alemães por todo o lado”

  1. … ora bem, da última vez que a Alemanha invadiu a Bélgica, há cem anos atrás, a coisa não ficou sossegada. só da parte portuguesa, as baixas foram demasiado significativas.
    … também agora, os bretões não se revêm nesta Europa.
    mas prontos, temos o moedinhas que nos poderá salvar da low culture.

  2. Os EUA invadiram a europa continental, de mão dada com os seus amigos da ilha, 2 vezes no século passado. Em ambas ocasiões “assentaram praça” por cá. A Alemanha continua a ser um país ocupado (basta ir a Berlim para sentir isso). A França, Itália, etc. também têm a sua soberania diminuida, a favor dos grandes bancos americanos e sob a asa protetora da USArmy.

  3. “Os EUA invadiram a europa continental” ROFL

    ó Manolo, se não fossem os Americanos a esta hora ou falavas alemão ou pela quantidade industrial de disparates que dizes já terias sido exterminado.

  4. Historicamente sempre andámos a mando de ingleses, nem Napoleão nem Hitler chegaram a impôr-se à gente.

    Porque não fomos atraz deles desta vez?

    Cada vez mais reaça com tanta estupidez.

  5. Se calhar tudo se resume ao contributo que a
    Alemanha dá para o “bolo” europeu e, claro
    para colocação dos desempregados da parte
    oriental!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.