Desculpem a insistência, mas como evitar uma sonora gargalhada?

Ainda o processo Marquês. Divirtam-se a ler isto, se ainda não leram.

 

Acrescento apenas a seguinte observação, que sempre me ocorre quando leio «coisas» sobre esta matéria: Santos Silva, empresário de sucesso no ramo da construção civil, consultor nesse domínio, com contratos no estrangeiro, conhecido por muitos como pessoa de grandes posses, afinal não tinha dinheiro nenhum? Era tudo do Sócrates??

16 thoughts on “Desculpem a insistência, mas como evitar uma sonora gargalhada?”

  1. A pérola:
    “Sempre que mobilizava fundos de uma, o empresário compensava com transferências da segunda, o que levou os investigadores a concluir que Santos Silva geria “dois patrimónios autónomos”. !!!

    O Manholas nunca nos contou ISTO. Ao contrário, sempre nos contou que o Carlos Santos Silva usava apenas uma conta, sempre a mesma, para emprestar dinheiro a Sócrates e que isso era suspeito de que o dinheiro que estava NAQUELA conta seria de Sócrates. Afinal o Santos Silva depois tirava dinheiro de outra conta e metia na primeira, ou seja, geria o dinheiro conforme lhe dava na veneta de proprietário.

  2. Primeiro o MP disse que o Grupo Lena foi favorecido só não diz onde, nem como, e nem quando. Depois foi Vale de Lobo e o entretém amarelo que animou o Verão de 2015 – o PROTAL. E agora é o alegado favorecimento dos interesses do grupo GES mas continua sem dizer onde, como, e quando.

    PEQUENOS DETALHES, portanto.

    De concreto ficamos a saber que terão abandonado a coqueluche que foi Vale de lobo e o ridículo PROTAL. E quanto a isso aquela transferência do cidadão holandês de 2 milhões de euros para a conta do Barroca parece que AGORA já não lhes interessa.
    Deixem-me adivinhar. Parafraseando o juiz Sérgio Moro: “não vem ao caso”.
    Deve ser coincidência que as transferências do Bataglia para o Barroca dos tais 12 milhões sejam precisamente 6 tranches de 2 milhões cada. Mas “não vem ao caso”.
    O que interessa é ir fazendo sucessivas fugas para a frente ignorando o FACTO de que o dinheiro é efectivamente propriedade de Carlos Santos Silva, pois não há um documento, unzinho só, que relacione Sócrates com a sua propriedade, como sempre acontece nos casos de testas de ferro com dinheiro em off-shores.
    Se há coisa que fica clara nos papéis do Panamá é que quem usa testas de ferro tem sempre uma forma de mexer no dinheiro, ou é último beneficiário da conta ou o banco tem guardado um documento confidencial que lhe permite mexer na conta em determinadas circunstâncias. NADA DISSO existia no banco Suiço, ou no BES, relativamente às contas de Carlos Santos Silva. Mais: existia em sentido contrário. Ou seja, o dinheiro de Carlos Santos Silva tem “últimos beneficiários” que não têm relação com Sócrates. E a partir do conhecimento desta informação o MP só tinha uma coisa a fazer: arquivar esta merda e parar de gastar dinheiro aos contribuintes.

    Mas não pode e não quer. Meteu um pé em cima de uma mina e não pode nem sabe como tirar de lá o pé ! Ou não têm autorização para tal.
    Já não resta qualquer dúvida que a prisão do homem foi ILEGAL e que este processo é uma ENCOMENDA POLÍTICA.

  3. Mas a vida para ter sentido tem que ser vivida con risco e coragem, sempre na busca da gargalhada perfeita. Não ha nada como não esperar nada e chegar lá. Não é para todos.

    Sócrates e isto:

    “roll the dice”

    if you’re going to try, go all the
    way.
    otherwise, don’t even start.

    if you’re going to try, go all the
    way.
    this could mean losing girlfriends,
    wives, relatives, jobs and
    maybe your mind.

    go all the way.
    it could mean not eating for 3 or 4 days.
    it could mean freezing on a
    park bench.
    it could mean jail,
    it could mean derision,
    mockery,
    isolation.
    isolation is the gift,
    all the others are a test of your
    endurance, of
    how much you really want to
    do it.
    and you’ll do it
    despite rejection and the worst odds
    and it will be better than
    anything else
    you can imagine.

    if you’re going to try,
    go all the way.
    there is no other feeling like
    that.
    you will be alone with the gods
    and the nights will flame with
    fire.

    do it, do it, do it.
    do it.

    all the way
    all the way.

    you will ride life straight to
    perfect laughter, its
    the only good fight
    there is.

    – Charles Bukowski

  4. Tenho para mim que Alves dos Reis foi testa de ferro de Sócrates…

    Senhor Joe Strummer, também gosto muito do Bukowski e, em especial, do seu Blue bird!
    there’s a bluebird in my heart that
    wants to get out
    but I’m too tough for him,
    I say, stay in there, I’m not going
    to let anybody see
    you.
    /…/ ”
    Há sempre um passarinho azul por aí…

  5. Vejam a capa daquela bosta que é o jornal i desta 2ªfeira.
    Está lá um caramelo a dizer que “Sócrates não tem condições para voltar à política”.
    Freud explica o facto de ele sentir a necessidade de o verbalizar em voz alta, e de os amigos jornaleiros publicarem. Mas neste caso tenho a comunicar a ambos que o efeito psicológico da mensagem subliminar é o inverso do pretendido.

  6. Cada vez percebo menos .
    Mas então, Sócrates não se opôs à venda ?
    Até invocou a golden share, coisa pavorosa no entender de muitas alminhas .
    Tanto quanto sei, a Telefónica Espanhola queria comprar a Telefónica Italiana, mas o governo italiano opôs-se, e bem, fez o seu papel de proteger o que era deles, coisa que aqui, Sócrates também tentou fazer, mas quanto nuestros hermanos, perante o desaire com a Italia, se viraram para a carne da perna da PT, a Vivo, os acionistas decidiram – contra Sócrates – vender .
    Depois foi o que se sabe, a ruinosa compra da Oi .
    No meio disto tudo, como pode Sócrates ser acusado do que quer que seja ???

  7. Ó Vicente

    Ainda não percebeste ? é mais um entretém amarelo como o Portal !
    Como Vale de Lobo não deu nada agora deu-lhes para achar que também o Bataglia é um testa de ferro. Aumentam assim para 3 os testas de ferro. E vai daí agora o corruptor que já foi Carlos Santos Silva (em nome da Lena) depois Joaquim Barroca (em nome da Lena) depois Helder Bataglia (em nome de si próprio por causa de Vale de Lobo) agora seria … quem meteu o dinheiro na conta do Bataglia, ou seja o GES, o seja o BES, ou seja … qualquer coisa ligada ao Ricardo Salgado.
    Já foram à OPA da PT mas parece que correu mal porque o Belmiro e o Paulo Azevedo não disseram o que o RoTex queria ouvir, depois passaram para as obras da Odebrecht em Portugal (as estradas, o aeroporto, … e finalmente as barragens) e acabaram numa corrupção mixuruca paga a algum porteiro de uma barragem quando Sócrates já estava preso em Évora, depois foram bater com os cornos na TAP … e até agora NADA !

    Os papéis do Panamá chegaram quando o jantar já estava frio …gelado mesmo !

  8. O Caramelo que dizia na capa do Jornal i que “Sócrates não tem condições de voltar à política” afinal é um dos “chegados a ele”, se é que ainda é e não faz parte dos traidores que o abandonaram …
    Se ainda lhe é fiel compreendo que até seja uma frase com intenção … a intenção contrária à que parece evidente. A mensagem subliminar acaba no efeito contrário ao que aparenta ser.

  9. Agora descobriram mais uma off-shore no Panamá que é do Carlos Santos Silva e vão investigar tudo investigadinho. Vão descobrir que o dinheiro veio da Venezuela e da Argélia, querem apostar ?
    E vão também investigar as contas do Gaspar Ferreira e do Horta e Costa (administradores de Vale de Lobo).
    O procurador já mandou mais umas quantas cartas rogatórias e é “certo que não consegue achar o inquérito até 15 de Setembro”.
    Sabem o que é que isto quer dizer, não sabem ?
    Que a estrada que leva ao GES via Bataglia bateu em mais um muro de cimento. Aposto que bateu em 2 submarinos e nuns quantos carros de combate Pandur e teve de voltar para trás.
    Por outro lado aquelas tretas da PT, das barragens e da TAP com o Paulo de Campos e o Mário Lino também deram zebra.
    Aposto que agora vão dar outra vez às casas da Venezuela e aos hospitais da Argélia (via off-short Carlos Santos Silva) … e vão voltar outra vez a Vale de Lobo e a bater com os cornos no raio do cidadão holandês … depois talvez embarquem num foguetão até à Lua ou até Marte …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.