Canzoada

A direita adora que Seguro continue a liderar o PS. É ver os comentários e as “notícias” de alguns jornalistas a dar conta de que Seguro está a ser encostado à parede, de que António Costa está só com um pé na Câmara e, finalmente – haja alguém pequeno mas com coragem – de que tudo isto é um plano urdido por Sócrates. Por quem mais, ó gente? Pois não salta à vista de todos que Seguro é uma pessoa cheia de sentido de oportunidade política, carisma, acutilância, ideias? Como é que há malvados que pensam sequer em identificar-lhe os defeitos e as responsabilidades? Não é, ó Marques Mendes? Ó Marco António Costa? Ó Marcelo?

Ainda ontem, Marques Mendes, um dos muitos crânios com que o PSD se apresenta aos portugueses:

«O ex-líder do PSD afirmou na SIC que José Sócrates está a tentar “lançar uma OPA sobre o PS de Seguro” “através de António Costa”

Há gente no PSD que transfere os enredos medíocres das telenovelas portuguesas para a política. Vi uma única vez, e apenas durante dez minutos, este programa de comentário de Marques Mendes. Bastou: indigente demais para os meus ouvidos. Coscuvilhice patética e por vezes até em surdina, como entre velhinhas pudicas. Até já nos cafés e tascas se ouvem conversas mais inteligentes de gente com bem menos formação. Estes pobres de espírito, que se acreditam mesmo indignados com o que estão a dizer e pretendem indignar os outros, são a guarda avançada da estratégia da direita, que consiste em lançar poeira e intriga para a praça pública para melhor prosseguirem os seus intentos. E está à vista que o seu intento neste caso particular é segurar o Tozé.

Se a realidade fosse assim simples como javarda é a forma de fazer política do PSD, que catástrofe estaria então à espera de acontecer para os portugueses se Seguro fosse substituído caso obtivesse maus resultados nas autárquicas com as escolhas que fez? Ui. E de novo ui! Mas seria sem dúvida uma tragédia para os vermes do PSD. Daí a pressa em transformar o líder do PS em vítima de outros. Sobretudo do Outro. Porque dele próprio não convém. Dá-lhes tanto jeito.

5 thoughts on “Canzoada”

  1. já faltou mais para o psd promover uma manifestação de apoio ao seguro, encabeçada pelo malabarista marcelo ladeado das majorettes mini-mendes e marcotónico em frou frou e pompom a apanhar as laranjas que o professor deixa cair.

  2. Nâo ouço. Ia dicra deprimido só de ver a figura. Não pela figura, mas pelo seu percurso político. Sobretudo, o percurso falado.
    Muito bem, querida Penélope. Gostei.

  3. O ganda-nóia sempre foi muito expedito, será um rebento dos primeiros “ovos” do
    aviário do PSD as famosas JSD, tem uma sólida carreira feita na politiquísse, desde
    secretário de um governador cívil até ministro da cavacal figura!
    Logo, pertence ao grupo dos que nasceram no lodo mas, não gostam de “iróses”,
    deixada a presidência efémera do PSD, entrou para empregado do isaltino, o que
    está de férias no resort da Carregueira, com toda esta experiência merecia ter um
    espaço para mostrar os seus pensamentos aos portugueses e, a SIC embarcou no
    número, daí o men até nem de férias vai e quem quer leva com ele todas as semanas!
    Mas, diz o Povo na sua imensa sabedoria … “vozes de burro não chegam ao céu”!!!

  4. Marques Mendes dum cabrão,
    ainda levas nos dentes,
    porque tu, meu aldrabão,
    tu és é o Marques Mentes!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.