Barroso – como diz que disse?

«Admitindo que em Portugal, à semelhança de outros Estados-membros da União Europeia, se vive uma situação de “verdadeira emergência social”, Durão Barroso sublinhou que se torna “fundamental gerir os custos da contração económica” e ter em conta o seu impacto nas pessoas.

Daí que tenha afirmado que “a Comissão Europeia está naturalmente disposta a analisar as trajetórias de cumprimento dos programas e a fazer os ajustamentos e calibragens que se revelem necessários de forma a minimizar os custos sociais”.»

Estas deixas de Barroso poderiam e deveriam ser exploradas e aproveitadas por um governo decente. Afinal o homem, com peso ou sem peso, preside à Comissão Europeia e o que diz sai nos jornais, inclusivamente no estrangeiro. Mas não irão ser, como todos já percebemos. Gaspar é um fundamentalista – contrariá-lo é blasfémia. Infelizmente um país em situação de emergência não tem o tempo da civilização.

Por outro lado, conhecendo nós o Barroso de ginjeira, é bem possível que tenha proferido tais afirmações por saber justamente que serão inúteis e sem seguimento. Tal como o Cavaco, deve achar apenas que lhe fica bem o “desvio”. De regresso a Bruxelas, olha para o retrato de Angela e fala com Olli Rehn e dirá com igual à-vontade que não há alternativa às políticas de “ajustamento” acordadas. Nojo.

6 thoughts on “Barroso – como diz que disse?”

  1. Barroso é um zero à esquerda. Quem manda na comissão europeia é o srª. Merkel e o seu ministro das finanças. Barroso ocupa o lugar porque foi premiado pelo facto de ser dos poucos que viu provas da existência de armas de destruição no Iraque e de seguida foi aos Açores fazer de moço de recados de Bush, Blair e Asnar, aliás tarefas para que tem especial dedicação.
    As “bocas” que vem cá mandar para o ar já têm a ver com as próximas presidenciais pois teme perder posição em relação a MRS ou mesmo a Marques Mendes. O manobrismo dos nossos actuais políticos no seu explendor.

  2. Barroso é o lambéconas da Merkel. Um lambéconas (palavra esdrúxula) é um cãozinho de colo. Béu-béu-béu, toma lá mais uma lambidela.

  3. Se o que barroso disse não é levado em conta pelo governo gaspar,só podemos tirar uma conclusaõ: o “cherne” para os amigos, anda numa operaçao de charme a longo prazo para depois poder jogar nas presidenciais.ninguem consegue ter mão no primo do louça?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.