A fotografia, senhor reitor?

Lê-se no Público de hoje:

«O reitor da instituição, Mário Moutinho, disse à Lusa que Miguel Relvas apresentou o dossiê com as suas habilitações, descrevendo o seu percurso profissional, e que o Conselho Científico da Lusófona o analisou e não teve dúvidas em conceder-lhe a licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais em apenas um ano. Do dossiê, disse Mário Moutinho, faziam parte “fotografia, currículo, certificados, cartas de recomendação, tudo o que entendeu poder ajudar a que a instituição reconhecesse o seu trajecto de vida”.»

Com a fotografia apensa às cartas de recomendação, é que o reitor não teve qualquer dúvida.

Eu só pergunto: a Lusófona decidiu conceder-lhe a licenciatura*em apenas um ano” ANTES ou DEPOIS de ter feito x (x pode ser igual a zero) cadeiras?

Quem inspeciona e autoriza estas universidades? E já agora os seus reitores.

11 thoughts on “A fotografia, senhor reitor?”

  1. Bom, vamos com calma. A Lusofona ainda não concede legislaturas. Pelo menos da ultima vez que li a constituição, não vi la nada nesse sentido. Se o projecto de revisão do Bacelar Gouveia fôr aprovado, talvez o caso mude de figura…

    Boas

  2. Toda a gente sabe que em Portugal qualquer armazém de tintas bem lavado e com salas pode ser uma Universidade. A Lusófona durante muito tempo foi obrigada a usar o nome «Cooperativa de Ensino» – não sei se ainda o faz ou se já mudou.

  3. A Lusófona como todas as Universidades é avaliada periodicamente pela A3ES , o tempo em que armazéns de tintas podiam constituir-se instituições de ensino já lá vai.
    A Lusófona limitou-se a aplicar o diploma legal que Bolonha ajudou a “criar”.
    Última nota para a ironia de constatar que o Dr.João Redondo, presidente da Apesp é igualmente vice-presidente da Fundação Minerva, que detém a Universidade Lusíada…
    Muita coisa fica explicada…

  4. “A Lusófona limitou-se a aplicar o diploma legal que Bolonha ajudou a “criar”.”

    isso é a tese de salvação do relvas, que antecede a culpa afinal é do sócrates e em última instância foram pressionados, ele e a alexandra, contra a parede e enrabados pela comunicação social. os artistas não valem um caralho, a representação um peido e o argumento uma merda. tão todos de parabéns, podem organizar uma colectiva do governo para terminar em beleza antes das férias. tudo imorau, mas legau.

  5. Parabéns, Portugal!

    Acaba de ser inventada neste retângulo a famosa licenciatura “honoris causa”, um pequeno passo para a Humanidade, mas um passo gigantesco para o “homenzinho em causa”…

  6. «A Lusófona limitou-se a aplicar o diploma legal que Bolonha ajudou a “criar”»? Pois…

    Tudo muito simples. E dentro de poucos anos será assim, aliás, a formação superior em todos os Países desenvolvidos da Europa…

    Vou tirar já uma fotografia e concorrer a Lusofonado “Honoris Causa”.

    TENS 18 ANOS E A QUARTA CLASSE?
    ÉS UM JOVEM AMBICIOSO?
    VEM SER UM LHC (*)!
    PROCURAS AVENTURA E EMOÇÃO?
    NÃO ÉS TÓ-TÓ NEM CHONÉ?
    VEM SER UM LHC!

    LHC, EU QUERO SER!
    LHC, EU QUERO SER!
    LHC: VEM SER UM GORDO LHC!!!

    (*) LHC = Lusofonado “Honoris Causa”.

  7. coitados daqueles alunos que tanto trabalharam na lusófona para tirar um curso superior, mais o esforço financeiro dos seus pais, que só Deus sabe com que sacrificios muitas das vezes,para verem as suas competencias desacreditadas,por um grupo de malfeitores ao serviço de relvas.Em nome da verdade e do rigor, era bom que a justiça investigasse a licenciatura de relvas e já agora a de socrates para não ficar no limbo toda a vida para beneficio da direita.De imediato, o pseudo reitor, era demitido pela justiça e ficando ao dispor do tribunal para quaisquer esclarecimentos, sempre que necessario, e proibido de se ausentar do pais e de falar com relvas.Por minha vontade ficava tambem com pulseira electronica.Por vezes, sou pior do que a maria da fonte…

  8. Quando não são hilariantes, os fait divers deste país são tão constrangedores. E quando são cumulativamente hilariantes e constrangedores são de um esparvoeiramento total. Grande país que nos proporciona momentos destes!

  9. oh rita! o socras já foi investigado que chegue e deu zero, o resto da missa táva boa mas eu sou da religião ateia fogos.

  10. ó rita, não me fodas. não queres lá ver que agora o assunto relvas foi posto na berlinda para começarmos outra vez com as investigações à licenciatura do sócrates? estais tão fodidos na vossa orfandade de ódio que até o relvas lançais aos leões desde que seja para tornar a investigar qualquer merda que tenha a ver com o sócrates? tu tem juízo, filhinha, e dedica-te à pesca…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.