União a três oficializada

Duas mulheres e um homem que viviam juntos na mesma casa há três anos formalizaram a sua união civil num cartório do estado de São Paulo, no Brasil – lê-se aqui.

A notária defendeu o direito a reconhecer as três pessoas como uma família, mas a advogada Regina Beatriz Silva, presidente da Comissão dos Direitos da Família Brasileira, disse à BBC que a decisão é “um absurdo e totalmente ilegal”. E adiantou: “Isto é algo completamente inaceitável que vai contra os valores morais brasileiros”.

Então e a Santíssima Trindade?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.