Seguramente, demite-se

Na sondagem da Católica o PSD consegue nas intenções de voto 24%, ou seja, uma queda de 12 pontos percentuais em relação a Junho. Sobem os comunistas quatro pontos para 13%, o Bloco dois pontos para 11% e até o CDS um ponto para 7%. O PS, que aparece agora à frente com 31%, desce no entanto dois pontos dos 33% que tinha em Junho. A sondagem foi realizada nos dias 15, 16 e 17, já depois do anúncio das novas medidas de austeridade do governo.

Que ilações tira Seguro a seu próprio respeito desta sondagem? E que vai fazer?

Obviamente, demite-se.

12 thoughts on “Seguramente, demite-se”

  1. por mim que se demita . e viva a anarquia !!!!!! e a rapariga inocente e 2012 do polícia !! juro que quando ouvi a cena do ps à frente do psd na tv me lembrei do aspirina anti seguro : olha , o ps sobe sem o zézito , que é que eles vão dizer ? superaram as minhas expectativas , sem dúvida . arranjaram umas outras sondagens ( por momentos até duvidei do que ouvi , lendo esta cena ) e até pedem que o gajo se demita apesar de subir numas sondagens alegremente ignoradas ( ouvi , onde não sei , mas ouvi , tenho a certeza ) . ai , ai , crime de lesa majestade ? o mundo gira sem ele , sem o vela diária ?
    tá mal Júlio , cresce e larga a clubite.
    fique claro que anseio pelo dia em que toda a “classe política” morra de fome. mas curto estas cenas dos ómegas. anedotas que fazem rir. tipo telenovela.

  2. Caro Júlio,

    Sou seguidor deste blogue concordando com quase tudo o que por aqui se escreve. Nunca aqui deixei um único comentário, talvez por preguiça. Comungo das vossas opiniões contra a fraca defesa que o seguro faz da governação Sócrates. Aliás, se José Sócrates voltasse à politica nacional eu pegava logo na bandeira e ía para a rua.
    No entanto, já chega de estar sempre a falar nele! Já passou. Há mais de um ano que andamos nisto! (eu incluído).
    Vamos dar paz ao seguro, pois o homem vai-se segurando nas sondagens. É verdade que nesta não sobe, mas também não desce. É o politico menos mau e isso deve valer alguma coisa. Se o Seguro tem de se demitir com esta sondagem, então os outros lideres politicos têm de fazer o quê? Suicidar-se?

  3. Parabéns ao TóZé por este magnifico resultado!
    …e na minha opinião, perfeitamente merecido.

    Confirma-se que não foi só a sua abstenção no orçamento 2012 que foi violenta, também a sua liderança tem sido violenta para o PS e a queda 3 pontos nesta sondagem, perante o desmoronar do seu rival, demonstram-no inequivocamente.

    O Seguro segue imparável, de vitória em vitória, até à derrota final nas próximas legislativas.

  4. “É verdade que nesta não sobe, mas também não desce.”

    oh sr. pires! não desce? só se considerares que a diferença de 2% é devolvida pela tsu.

  5. Quando as pessoas se sentem confortáveis por haver um senhor, que está à frente de um partido que poderá vir a cair na governança, que é menos mau, estamos francamente mal.
    Seguro, e com ele o PS, desce acompanhando devagarinho o descalabro do PSD, numa sondagem em que até o CDS sobe!
    Há quem veja nisto uma vantagem do líder(!) do PS, seguramente que será gente interessada em que o PS suba devagar, pois entretanto outros vão levando a água ao seu moinho.
    Quanto à demissão do Seguro, é melhor por as barbas de molho, pois o homem estava a preparar-se para ser primeiro-ministro daqui a oito anos e a maré de azar está a empurrá-lo para a luz da ribalta, o que o horroriza.
    Valha-nos s. cricalho!

  6. JPC, Carlos Sousa e Pires, o “obviamente, demite-se” era irónico, como decerto repararam.

    Claro que o Tozé não se demite. Ele não quer perder a oportunidade de perder as próximas legislativas.

    edie, sou ateu , mas as sondagens da Católica são excelentes, como têm provado.

    “então os outros lideres politicos têm de fazer o quê? Suicidar-se?”, pergunta Pires.

    Bem, caro Pires, não faço aconselhamento psicológico, mas o Coelho deveria pelo menos vergastar-se na praça pública. Os outros três subiram, até o Paulinho, pelo que o suicídio seria bastante intempestivo.

  7. Caro Júlio,

    Quando perguntei “então os outros lideres politicos têm de fazer o quê? Suicidar-se?”, estava a ser irónico…

    Para mim, o facto de AJS não subir nas sondagens não é assim tão grave, porque neste momento os portugueses estão desiludidos com os politicos, como se pode ver aqui: http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=2779589
    Estou de acordo com o Teófilo M que diz que “Quando as pessoas se sentem confortáveis por haver um senhor, que está à frente de um partido que poderá vir a cair na governança, que é menos mau, estamos francamente mal.” Mas neste caso, ser o “menos mau” é o melhor! A democracia é mesmo isto. É escolher de entre aqueles que se candidatam… que vão a votos! Os que não vão a votos, não contam nada para estas contas…

    Talvez o problema seja que 87% dos portugueses estão desiludidos com a democracia (http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=592669). De facto, as coisas não estão fáceis mas acredito que a democracia ainda é o melhor sistema. Querem propor outros?

    É que AJS foi eleito pelos militantes do PS (confesso que não lhe confiei o meu voto… Acho que Assis seria muito melhor.) e, em democracia, isso é respeitável!

  8. Caro Pires, a sondagem não afirma que haja “87% de desiludidos com a democracia” em Portugal. Isso é um mero título do Público online, repetido até à exaustão na net, atribuído por alguns ao JN, que não afirmou tal coisa. Em que é que se funda aquele título? Mistério. A jornalista do Público apenas diz, pasme-se, que a sondagem “sugere” isso. Sugeriu-lhe a ela… Vai daí, colocou-o em título. Mau jornalismo, inépcia e burrice.

    A democracia é apenas um quadro, uma forma político-jurídica que não pode ser responsabilizada por tudo o que se passa ou deixa de passar numa sociedade ou num país. Há muitos ignorantes que pensam que basta haver democracia ou petróleo para que tudo corra pelo melhor. Outros pensam que a democracia é uma receita milagrosa para todos os problemas, o paraíso na terra. Esse conceito messiânico, milenarista, de democracia está bastante enraizado em muitos portugueses, como também há os saudosos do Botas que pensam que a democracia, seja ela o que for, é sempre funesta. Quando há crises, uns e outros confrontam essas noções que têm com a realidade e declaram-se desiludidos com ela (uns já o eram por definição).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.