Os casos que rebentam em cima de campanhas eleitorais

A propósito de Tancos, José Sócrates diz no Expresso (resumido no Público) tudo o que há a dizer sobre o conluio MP/direita que corrompe a justiça, emporcalha a comunicação social e vem ameaçando repetidamente o Estado de direito democrático em Portugal.

9 thoughts on “Os casos que rebentam em cima de campanhas eleitorais”

  1. Em nome do combate à corrupção, MP e Comunicação Social, enveredaram pela corrupção do Estado de Direito. Só não vê isso quem não quer. E o Costa, das duas uma: ou tem uma qualquer estratégia de longo prazo, que ninguém enxerga, para dar a volta ao assunto, ou ainda lhe rebenta a granada nas mãos.

  2. “Freeport, escutas a Belém, operação Marquês, Tancos e golas” é a lista de José Sócrates. Esquece o pai e mãe de todas as acima referidas: a Coisa da Pia. Foi essa a matriz, e meretriz, de todo o esterco com que nos têm inundado desde então. A Coisa da Pia foi o ensaio geral, a experimentação, a afinação de contactos, canais de comunicação, conúbios, panelinhas, you scratch my back, I scratch yours. Foi da estação da Pia que partiu, e nunca mais parou, o comboio de putas que desde então espalha merda pelo país decente.

  3. “… qual era a data limite para a conclusão da acusação sobre Tancos?”

    os prazos são meramente indicativos. as datas são decididas pelo ministério público e não são vinculativas, podendo ser alteradas a pedido da cofina.

  4. “os prazos são meramente indicativos. as datas são decididas pelo ministério público e não são vinculativas”
    É verdade?

  5. “Ninguém sabe quando acabam”?
    Os que não são arquivados (Tecnoforma, Submarinos, Portucale…),
    acabam geralmente com o TEDH a desmantelar e a desancar de alto a baixo essa caranguejola pútrida que dá pelo pomposo nome de justissa brutoguesa! Mas isso não faz notícias cofinórias…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.