O que diz e o que faz Frei Tomás

Espero que agora, com a demissão de Ricardo Robles, os bloquistas deixem de fingir que condenam a economia de mercado, vulgo capitalismo.

Lembram aqueles católicos que condenam o pecado, mas o vão cometendo sempre e com proveito. Ao menos esses têm o confessor, que os absolve mediante simbólica penitência. Os bloquistas estão muito mais desprotegidos, coitados.

18 thoughts on “O que diz e o que faz Frei Tomás”

  1. Viegas, o homem demitiu-se porque percebeu que continuar a ilustrar o maior exemplo de hipocrisia da história política recente reduziria o BE a pó + um resíduo de fanáticos. Faz lembrar o Brasil. Os que mais gritam contra a corrupção são os maiores corruptos.

  2. é por essas coisas que virei democrata não praticante (eu e mais uns 50% dos democratas do pais ), no ritual das urnas não me apanham mais.

  3. Udp 1 – psr 0
    ‘pera aí que a Rita Silva é da façao dura e maoista da udp, não é cry baby e copinho de leite como os do psr. Na câmara até vão cantar a Internazionale, de manhã e ao acabar de cada jornada gloriosa de trabalho. Até comem carne de cão, miseraveis neoliberais!
    Se o psr é religião a Udp é o exercito do povo, o braço armado da revolução.

  4. Lucas Galuxo,

    O meu comentario, aparentemente considerado insultuoso, dizia mais ou menos o que dizes, e tirava dai umas ilações sobre a inteligência do post, a que qualquer leitor pode chegar muito facilmente.

    De facto, so na altura de postar é que vi que o post não era do Valupi. Se tivesse reparado nisso antes, não teria comentado nos mesmos termos… Sorry.

    Boas

  5. Quem muito se baixa, o cu lhe aparece, e o Broas presunçoso e desbocado, na angústia de continuar a ser visto e não apenas cheirado, afoga-nos a retina com uma peida do tamanho do Evereste. Livrai-nos, Senhor, do oftálmico fedor!

  6. Penso que pelo menos boa parte desta polémica se deve à necessidade de uma acerta opinião publicada usar os politicos para exorcizar as suas próprias incoerências. Parece que castigar o politico apanhado em contradição funciona como uma espécie de lenitivo para a sua própria incapacidade de ser coerente, seja lá isso o que for. O bom Povo, porém, dá provas diárias de ter nestas matérias diferente bitola. Veja-se o caso dos tantos padres que há por aí com casamentos informais e filhos clandestinos. O povo aceita-os porque sabe que há exigências absurdas e o que importa é o padre seja competente na sua missão. Talvez a politica precisasse de olhar para esses exemplos, ou um destes dias acordamos e vemos que não sobra ninguém para fazer funcionar a democracia.

  7. Este caso ilustra é porque o discurso politico do BE e de uma certa esquerda é incompativel com o poder de que fogem a sete pés e porque razão o desafio lançado por Augusto Santos Silva ao convida-los a “sujar as mãos” e participar no governo casou uma grande indignação Simplesmente a sua retorica politica não aguenta um confronto com realidade nem um escrutinio mais exigente.

    Afinal a Rita Silva desistiu do seu lugar na Câmara,terá sido medo cénico ?

  8. é exactamente ao contrário: quem desculpa o desfasamento entre a prática e teoria politicas postas em promessas caçadoras de votos ingénuos, ou de palerminhas , procura desculpar a sua própria falta de carácter.

  9. Bem, se yo me conseguir explicar o que é que tem o carácter ( seja lá isso o que for ) a ver com capacidade de gestão e competência técnica, talvez me convença. Com transcrição de lugares comuns é que não vou lá.

  10. Caros,

    O BE não pretende abolir o capitalismo, mas regula-lo para evitar os excessos, tais como por exemplo o desencaminhamento de riquezas para actividades de pura especulação em detrimento da qualidade de vida dos menos favorecidos e do desenvolvimento urbanistico justo, racional e sustentavel a médio-longo prazo. Ou seja, exactamente o tipo de praticas de que o Robles deu exemplo. Isto retira-lhe, como é obvio, autoridade para defender o programa do BE. A demissão é logica, não muda nada no programa do BE e até me parece dever ser creditada ao partido, como um sinal de coerência e de postura ética louvavel. Isto, obviamente, irrita-vos, o que posso conceber.

    Mas quanto mais comentarem, mais vai coçar…

    Boas

  11. Viegas, a demissão é lógica desde o primeiro minuto. Fica para memória futura o registo de 3 dias a defendet o indefensável, o execrável, diria até.

  12. ignatz
    31 DE JULHO DE 2018 ÀS 7:47

    Então mas este paneleiro ainda anda por aqui?
    Não estavas preso?

  13. Qual medo cenico qual quê, eis as razões;
    https://ionline.sapo.pt/62085

    Por ela explodia o City Hall, olha quem, mas ainda tem consciência das responsabilidades. A parte menos conhecida do BE a que não vive das avenças da imprensa e tv’s e não anda a lamber o cu a direita é a mais interessante. Pura e dura mas leal.

  14. Que se lixem os opinantes racistas que falam contra o BE.
    Mas…respeito a opinião
    Boas! dizia.se antigamente
    Vais pra lá de carrinho, vens pra cá de carreta.
    ditos tipicamente portugas.
    lol

  15. Hey ! Nada a acrescentar, nem a retirar, ao que ja disse aqui acima, mas fica sabendo que não tenho nada a ver com o ignatz, falso ou verdadeiro. Portanto, se te doeu o que ele disse, é assunto que não me diz respeito. Esta tasca orgulhava-se de não censurar nada. Desculpa a honestidade, mas não estas ao nivel. E pouco me importa que censures este comentario. Por mais que faças, não conseguiras escapar à verdade que ele contém.

    Boas

  16. Os políticos – com remissão para as trapalhadas das sisas do Miguel Cadilhe com o apartamento das Amoreiras e com o monte alentejano do António Vitorino, e com referência aos alegados escritos de Sócrates – são todos FARINHO do mesmo saco .
    Oops, já me esquecia da permuta perfeita, de sua excelência o Busto, ocorrida no Algarve .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.