O Cerejo mostra como é

Como é que se transforma uma notícia sobre as irregularidades apuradas por uma inspecção à gestão de Santana Lopes na Santa Casa da Misericórdia numa notícia sobre a “demora” de Vieira da Silva em aprovar os resultados dessa inspecção? O Cerejo mostra como é que isso se faz no Público de hoje.

Na notícia praticamente só se fala de Vieira da Silva, incluindo no título, em que Santana está ausente. As irregularidades apuradas na gestão de Santana na Santa Casa são assunto meramente colateral. Só falta agora vir o Santana fazer coro com o Cerejo e denunciar o “encobrimento” de Vieira da Silva.

Se por acaso Vieira da Silva tivesse publicado o relatório da inspecção em fins de 2016 ou em 2017, logo as habituais carpideiras do Público e o próprio Santana viriam denunciar a manobra do governo para o “sanear” ou para o impedir de chegar à liderança do PSD. Vieira da Silva seria acusado de fazer um favor a Rui Rio e o blog do Zé Manel Fernandes falaria de uma conspiração do Bloco Central.

8 thoughts on “O Cerejo mostra como é”

  1. Seremos acusados de “mentes perversas”!… Mas foi exactamente o que eu pensei…mas o Cerejo sabe muito bem como se “joga”…
    E assim continuamos a viver o nosso dia-a-dia, com estes jornais de referência…com estes canais de televisão a serem verdadeiras “salas de chuto” para as audiências, insistindo na falta de investimento no SNS, apresentando tudo o que podem sobre os interrogatórios do “já evidentemente acusado ex-P.M.”…
    É a comunicação social a funcionar no seu melhor para o interesse do país “deles”…estúpido, digo eu, claro!

  2. Nada de novo. Não incomoda, pois bem podem fazer barulho que a “coisa” explode-lhes nas mãos.
    É não dar importância, guardar recato e exibir quando madura.

  3. Júlio, deverias escrever era um post sobre a Ana Gomes.
    (ou o Valupi tem o exclusivo das coisas sobre o planeta do José Sócrates, como se fosse ele visto como o chefe de brigada e tu vens aqui, de vez em quando, para dares um sopro de que vive nessa espécie de subalternidade?)

    É o que parece, né?

  4. A mim o que me doi é que os dois órgãos de informação que julgava mais credíveis se desmoronam este mês o Público cada vez mais com jornalistas suspeitos e a Sic com o meio irmão do 1o ministro e escanzelado colega. Só falta o Expresso

  5. O bemirinho põe a mesa e o bolo e designa os lugares à mesa e os sentados no chão; o cerejo é a cereja no topo do bolo.

  6. O expresso ??? já se perdeu.
    Está no fundo.
    Não é mãnha não é nada!
    Prós-e-contras mostra onde anda a tv paga pelos portugueses colectáveis :
    – “jornalista” convidado/expresso/empresa/cor doente/discurso político de direita rançosa/aproveitando segundos finais/ do mísero programa da velha e taranta fatucha-faz-fretes.
    Lá disse nervoso, atabalhoado e impróprio ao que vinha.
    Já estão todos falidos de audiências, ética e, sobretudo decoro.
    Vómito de uma coisa a que se agarram chamando “comunicação” com arrogante autoridade de foras-da-lei impunes e in-imputáveis pela “justiça” que já sabemos envolta na sujeira cúmplice dos pasquins falados e escritos mostrando trabalho servil e comprometido.
    Bem Haja O Ex. Primeiro Ministro Engº José Sócrates, seu sacrifício, infâmia, e insuportável campanha de devassa veio por a nu o estado dos poderes à margem da democracia mencionada para todas as impunes libertinagens.
    Portugal mete medo.
    Políticos são gelatina.
    Onde anda o abanão para tanto lixo?
    Sousa Tavares quase a ser despedido.
    Mais umas tantas opiniões fora do main-stream e… rua!
    Vai valendo Redes Sociais e RT para contrastar opiniões.
    Os acusadores do Engº José Sócrates querem falar de “corrupção”.
    OK .
    Mas qual???????????????????
    Alô Brazil, daqui país irmão……………..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.