Declarações reles

Referindo-se aos professores que se recusaram a fazer a prova avaliação de conhecimentos ou a servir de vigilantes dos seus colegas, declarou hoje o ministro Marques Guedes:

“Foi uma péssima imagem que foi passada para a escola pública e espero que os próprios tenham consciência da péssima imagem que transmitiram. Não há nenhum pai que possa ficar sossegado se achar que alguma daquelas pessoas, com as cenas a que assistimos ontem na televisão, possa ser professor de um filho seu”.

Perpassa nesta declaração o desprezo que o governo nutre pelo ensino público, que o bombista da pasta da Educação quer implodir. Mas o propósito reles de desassossegar os pais e de os virar contra os professores descontentes ultrapassa as raias da elementar decência.

Pense-se o que se pensar desta prova de avaliação de conhecimentos  ‒ que pessoalmente considero despropositada, iníqua e humilhante * ‒ um ministro não tem o direito de tecer comentários ofensivos e tabernários sobre o caso.

*  Sei de um director de uma escola secundária, apoiante da política do Crato, que se tivesse que fazer a prova dos contratados, chumbaria de certeza.

6 thoughts on “Declarações reles”

  1. marques guedes, devia transpor o seu raciocinio,para o governo,que diariamente dá uma pessima imagem a 10 milhoes de portugueses.voltando a cassete atras,podiamos falar das mentiras da segunda figura do pais (PM) antes para ser eleito e durante no exercicio das suas funçoes para nos ir ao bolso. os nossos filhos, já deixaram de mentir por acharem pornografico o comportamento do nosso primeiro.

  2. lobo xavier,acabou de dizer na quadratura do circulo que as reformas não são propriedade inatacavel de quem as recebe,por que são pagas por outros(os que estão a trabalhar) pergunto a este direitolas: de quem era o dinheiro que descontavamos no vencimento juntamente com a nossa entidade patronal. sem comentarios.

  3. Este Marques pensa que está na taberna a comentar o caso dos professores. Ele é que precisava de ir para a escola aprender, pelo menos, a não ser bruto, estúpido e carroceiro.

  4. “Foi uma péssima imagem que foi passada para a escola pública e espero que os próprios tenham consciência da péssima imagem que transmitiram. Não há nenhum pai que possa ficar sossegado se achar que alguma daquelas pessoas, com as cenas a que assistimos ontem na televisão, possa ser professor de um filho seu”

    só não concorda com isto quem não viu o que se passou, de vidros paridos a a pérolas destas “trataram-nos como se tratam alunos”, passando por um variado sortido de inultos & brejeiradas nacionais e de importação, a arruaça do nojeira teve de tudo a que já nos habituou. querer capitalizar isto para receber juros a curto prazo, além de hipócrita, é politicamente errado. o marques guedes, pode ter todos os defeitos, mas até hoje nunca lhe vi alguma atitude de má educação.

  5. Engraçado a prova foi uma invenção de MLR e não consta que neste blog se tenham insurgido contra tal malfeitoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.