10 thoughts on “De cavalo para burro”

  1. não entendo o pasticho do Salazarismo com o Passismo. e mais: ao descobrir as diferenças das figuras detecto o nome de um a negrito que não consta no de outro. isto pode ser explicado, aos meus olhos, pelo facto de Salazar ter tido uma governação absolutamente estilosa e pessoal – o absoluto contrário de PPCoelho. Salazar foi um pata negra dentro dos porcos ibéricos, daí a comparação ser absurda, e o Coelho é um mero filho de uma porca qualquer que de leitão se fez porco.

  2. Eu não sou muito dado a questões asininas, mas se o amigo Júlio acha que eu devo manter o burro no lugar da besta, quem sou eu para contrariar…

  3. bom imagem a de olinda.passos efectivamente não pode ser comparado a salazar por que é um mediocre e um inculto, a quem saiu uma especie de euromilhoes que desbaratou t em 18 meses.

  4. Salazar foi o administrador-delegado dos donos de Portugal, quando os donos de Portugal eram portugueses. Hoje, os donos de Portugal são estrangeiros. Os quais, para gerir Portigal, só precisam de um capataz, que não precisa de saber administrar. Só tem que fazer aquilo que lhe assoprem ao ouvido.

    Sócras, outro capataz, quando se armou em administrador foi corrido !

    Cheios de sorte estamos nós pelo facto de não ser necessário usar misseis Tomahawk.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.