8 thoughts on “Boas notícias, para chatear a direita”

  1. Ora, depois de o País ter sido sugado até ao tutano …
    A agiotagem não podia continuar nos mesmos moldes, é um princípio básico, “ não secar a fonte” .
    O que não deixa de ser trágico e irónico é que José Sócrates tenha dito a certa altura – quando os juros estavam a chegar ao patamar considerado insuportável para Teixeira dos Santos – “ Ah, mas isto termina aqui! “.
    E o o certo é que terminou !
    Terminou porque os senhores que se seguiam, na sequencia do esquema urdido ( PIIGS com dois ii e que conforme esclarecimento do jovem especulador da City de Londres, incluia para além da Irlanda, a Italia ) eram demasiado grandes para cairem e serem resgatados . Assim, a Espanha teve um resgate soft, disfarçado de ajuda à banca, e Itália já teve a dívida pública emitida comprada a preço de favor pelo BCE .
    Portanto, como ou há moralidade, ou comem todos, agora todos beneficiam de juros mais razoáveis, o BCE ajuda a moderar os impetos especulativo-conspiradores da política e da finança internacionais .
    Pena foi, que Espanha e Itália nao tivessem sido resgatados antes de Portugal .

  2. vamos reinventar: a partir de agora diremos, ao invés do queres que te faça um desenho?, queres que te faça um gráfico? :-)

  3. Excelente!
    E não foi necessário um outro 25 de abril, sair do Euro ou deixar de pagar a dívida (“fazer tremer os joelhos aos alemães”) como diziam os radicais!
    Bastou a devolução de rendimentos, o aumento do consumo interno e as cativações. É para prosseguir!

  4. Não me considero de direita, mas acho que eles podem ficar completamente descansados, enquanto houver idiotas em Portugal capazes de escrever um titulo desses com base nos graficos que nos são apresentados, não ha o mais pequeno perigo de Portugal chegar perto da Roménia…

    Que tristeza.

    Boas

  5. A verdadeira depressão está no tacho, o resto tanto lhes faz.
    Deus, Pátria , Família ou outra coisa qualquer, haja dinheiro a entrar.
    É assim que tem sido a direita pós-Democracia-Cristã.

  6. Deprimente é os políticos dizerem todos que isto esta uma maravilha…e eu olhar à minha volta e não ver nada disso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *