Apanhado, mente

Juncker revelou, numa entrevista ao jornal belga Le Soir, hoje publicada, em que relata os bastidores da negociação sobre a Grécia, que Portugal se opôs a que um alívio da dívida pública grega fosse discutido antes das eleições legislativas. Mais exactamente, segundo o DN: “alguns países, Irlanda, Portugal, Espanha, não o desejavam antes das eleições”.

Apanhado com a mão na massa, Passos Coelho mente: “Deve haver alguma confusão do presidente da Comissão Europeia.

O suposto autor da sugestão miraculosa que permitiu chegar-se a um acordo, afinal não queria sequer negociações antes das eleiçõezinhas em casa.

 

 

19 thoughts on “Apanhado, mente”

  1. As proximas eleicoes na Irlanda estao marcadas para Abril de 2016.

    E portanto de acreditar que a gestao urgente do resgate a um pais insolvente e com graves problemas humanitarios estaria dependente dumas eleicoes que decorreriam daqui a cerca de um ano… So um BURRO acreditaria nesse spin de esquerda.

    Fontes do DN…um MUST.

  2. a ser verdade,mais uma vez o pulha mentiu aos portugueses.que se lixem as eleiçoes dizia ele.sinto vergonha , por esta especie de gente, ter nascido na terra de gente seria e trabalhadora.

  3. Dez mil milhões de dólares. Terá sido este o valor pedido por Alexis Tsipras ao Presidente russo Vladimir Putin para voltar a produzir dracmas e, assim, bater com a porta da Zona Euro. A notícia começou a ganhar força quando o primeiro-ministro grego admitiu, em entrevista à estação pública da ERT, que a Grécia, ou qualquer outro país, só poderia imprimir a própria moeda com “reservas” monetárias “fortes”. E terá sido precisamente essa almofada de apoio que Tsipras pediu a Putin como moeda de troca para deixar o Euro.

    No entanto, e de acordo com o jornal Greek Reporter, que cita a publicação grega To Vima, a resposta de Moscovo terá sido a possibilidade de adiantar 5 mil milhões de dólares sobre a construção de um gasoduto que atravessaria a Grécia. Ainda segundo este órgão de comunicação social, Tsipras terá de seguida estendido o pedido de empréstimo a Pequim e a Teerão. Sem sucesso.

    As alegadas movimentações do primeiro-ministro grego já terão provocado o descontentamento de 17 deputados da Nova Democracia, que enviaram uma carta a Tsipras, exigindo explicações.

    O eixo Atenas – Moscovo começou a ganhar força depois de o Syriza ter vencido as eleições gregas em janeiro. Nos bastidores das negociações entre gregos e credores, uma das primeiras jogadas de Tsipras foi encontrar-se com Putin e, já em solo russo, criticar a posição assumida pela União Europeia no conflito da Crimeia. O grego jogava assim o primeiro trunfo: ou a Europa aceitava as pretensões gregas ou a Grécia ameaçava virar o tabuleiro geoestratégico em função de Moscovo.

    O aviso estava dado mas acabou por não ter os resultados que Tsipras esperava, pelo menos a longo prazo. Ao mesmo tempo que jogava com o medo da Europa – e do Ocidente – de perder terreno para a Rússia, o primeiro-ministro grego terá colocado os seus homens de confiança – Varoufakis, Panos Kammenos (líder do partido da coligação), Yiannis Dragasakis (vice-primeiro-ministro), Nikos Pappas (ministro do Estado do Governo grego), Panagiotis Lafazanis (ministro da Energia) e vários técnicos do Ministério das Finanças – a estudar a possibilidade de voltar ao dracma.

    Mas Tsipras não estaria à espera da recusa de Putin. Na noite do referendo, escreve o Greek Reporter, Moscovo terá dado a entender ao Governo grego que não apoiaria o regresso da Grécia ao dracma – uma notícia confirmada nos dias seguintes ao referendo. Assim, e confrontado com aquilo que pode ser visto como um beco sem saída, Tsipras foi “obrigado” a fechar o acordo de resgate com os credores.

  4. Tsipras é um vende-pátrias. Todos os gregos deveriam conhecer estas “jogadas”.
    Aqui em Portugal, Jerónimo faria igualmente um acordo com os russos para sair do euro. O BE e o LIVRE olham com admiração as “acções revolucionárias” de Tsipras. O PS continua a pensar (apesar de tudo) que consegue manter-se no Euro mas sem austeridade (ou rigor orçamental que é o mesmo), simplesmente pelo consumo interno. Veremos se os leitores votam nisso.
    Os espanhóis, mais espertos, tiraram o tapete ao Podemos antes de terem 60€ diários no multibanco.
    Parece que ninguém aprendeu que só se pode gastar o que se produz, e viver à conta de credores e mercados, acabou de vez !

  5. Confirma-se o velho comportamento grego, tal qual prostituta à procura de quem a f*** por mais dinheiro.

  6. “As proximas eleicoes na Irlanda estao marcadas para Abril de 2016.”
    até podias acrescentar que as eleições em portugal ainda não estão marcadas e que por vontade da parelha que puxa a carroça nem haveria eleições, portantes adiar o assumpto não tem qualquer relação com actos eleitorais em portugal, quanto a outros o senhor prumeiro gabirú não se pronúncia e já deixou de ter ideias. entrementes o senhor presidôncio do bananal já veio dar uma forçinha ao esclarecimento do passólas, todos sabem que o senhor presidôncio é bué de independente em relação a aos partidos políticos, apesar de não receber o subsídio de isenção que a bezana da cruz previa atribuir aos magistrôncios e outros cargos que isentamente possam perseguir e engaiolar gajos do partido socialista. assim sendo a culpa é dos socialistas que estão na cambra de lisboa e não consertam a fonte do diário de notícias. vai-te foder, oh burro do caralho! até a aldrabar são incompetentes.
    http://economico.sapo.pt/noticias/cavaco-ao-lado-de-passos-adiar-alivio-da-divida-grega-nao-teve-qualquer-relacao-com-as-eleicoes_224417.html

  7. Hum, há tantos mentirosos em Portugal. E todos inocentes. Notem – presumivelmente inocentes por lei e, de acordo com a lei própria do sujeito – inocentes. Não sei «se está na calha» o código de processo próprio para aquele tipo de «cidadões» – os inocentes presos preventivamente. Anyone, please?

    E se o Passos fez isso, qual é o problema? O gajo é político – negoceia. Qual é o mal? Hum? Atãoe, ó XUXAS comunas, Mr. 44 telefonou pra Angola, tá beie?

  8. Maior mentiroso e ALDRABÃO COMUNA ESQUERDALHA é o TSIPRAS. Sem coluna, sem caráter e mais um comuna à espera de encher a barriga para debitar direitos humanos. Un peu comme Ms. Marx ( se bem que este cumprisse a tradição, tinha o papo cheio).

  9. LOL. O IMPOTENTATZ deve ter tido um problema de informática, pois pas de lincks ici sobre gamanço de «devices». Ficaram com medo das gravações do Freeport e agora alegam trauma. Toca a furtar, rotura de stock e pas de gravações para memória futura.

  10. se calhar era este post que devias ter intitulado de “agora entendo”.
    ou vais intitulando à medida que vais entendendo, também está bem.

  11. Mas que conversa feia esta a que acrescento a do sr MONTE-negro que está às 21:45 H na SIC com Ferro Gomes – a falarem claro da grécia que o “negro” condena e a elogiar o que o ser Portas disse ontem – Coitadinha da jornalista ANA – tirem-me este “negro” da frente – vou procurar programa de futebol – é melhor

  12. Tonecas!
    O mais inocente de todos os inocentes que eu conheço és tu.
    Mas isso só nós dois sabemos.

  13. o galo pode cantar as vezes que quiser, por que o Pedro aqui também negará sempre o óbvio, todas as vezes que for necessário. De tanta mentira, esta ave canora já merece uma estátua.

  14. OLHÒ PASTO PRUNES again, ó PÁ, de facto, tu sempre foste considerada a BITCH de serviço. Lá em Angola, punhas os « bros» brancos de tanta fila à frente da tua palhoça, pá. Fogo, PÁ, devias ter vergonha nesse trombil.

    PASTA. Estás anémico da cabaça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.