9 thoughts on “Roam-se de inveja (parte II) ou Um cheirinho daquilo que perderam na 2.ª-feira à noite”

  1. já tou a caminho do Morfeu, mas vim dar-te um beijoca

    E entretanto naqueles calores uma pessoa não tem discernimento, agora acho que nem egípcia (onde andava confundido com a dinastia prolomaica, grega) nem fenícia, embora eu seja gamado na Salambô do Flaubert e tenha andado a cheirar Carthago todinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.