Vinte Linhas 592

Todos nascemos benfiquistas mas…

Esta expressão (Todos nascemos benfiquistas mas…) é o título feliz de um livro de Joel Neto e lembrei-me dela ao ler a crónica de José Manuel Delgado sobre o SCP em A BOLA de ontem dia 22-2-2011. A propósito da «crise» do Sporting, este jornalista (foi jogador dos leões mas parece ter esquecido tudo o que lhe ensinaram) escreve na mesma crónica duas «bojardas». A saber: refere um derby em 1907 e diz que o SCP disputa o campeonato nacional desde 1934/35. É tudo mentira. Primeiro: o Sport Lisboa e Benfica foi fundado em 1908 por fusão de um grupo de Belém (1904) e outro grupo de Benfica (1906). É dessa fusão que o emblema abarca a roda da bicicleta e a bola mas em 1907 não houve qualquer derby pois ainda não existia o SLB. Segundo: em 1934/35 disputou-se uma prova experimental e privada na qual os clubes entravam por convite. Não foi um campeonato (nem podia ser) porque o Campeonato de Portugal, em disputa desde 1921 era o único que atribuía o título de campeão em Portugal. A Liga foi apenas uma prova destinada a experimentar um torneio por pontos mas, como é óbvio, nem o vencedor ganhou o título de campeão (exclusivo do Campeonato) nem o último classificado desceu para a segunda divisão (que não existia). O Campeonato Nacional só começou na época de 1938/39 mas o facto de o SLB ter ganho três da quatro Ligas disputadas entre 1934 e 1938 fez com que muitos «historiadores» tentem apagar o Campeonato de Portugal como se nesses anos ele não tivesse sido disputado. No meu tempo nunca me obrigaram a escrever mentiras e julgo que hoje o código se mantém. Fui um felizardo. Todos nascemos benfiquistas mas depois alguns crescem.

10 thoughts on “Vinte Linhas 592”

  1. Basicamente é como aquele mito que muitos Benfiquistas tentam “vender” aos Sportinguistas de que o Sporting só se fundou devido ao facto dos irmãos Gavazzo e de José Roquete terem aliciado dirigentes e jogadores do SLB. Como se na altura, o futebol tivesse a importância e a soma de verbas que hoje detém, os benfiquistas acreditam mesmo nisso.

  2. O senhor é um mentiroso.

    Em 1908 deu-se uma fusão entre duas entidades já existentes. Na prática, o Benfica incorporou outro clube. Isto é verdade em qualquer perspectiva e, designadamente, uma verdade histórica e jurídica.

    Para ter uma ideia do disparate que disse, basta pensar que o Banco Espírito Santo e Comercial de Lisboa (desde 1999, novamente BES) remonta a 1920, data em que a Casa Bancária Espírito Santo Silva & Cª foi transformada em sociedade anónima com o nome de Banco Espírito Santo.

    Ora, segundo o seu raciocínio, o banco não remonta a 1920 mas sim a 1937, ano em que o Banco se fundiou com o Banco Comercial de Lisboa originando o Banco Espírito Santo e Comercial de Lisboa.

    O senhor é intelectualmente imberbe e impreparado. Não alguém que cresceu mas que se voi reduzindo. Um idiota, enfim. E mal intencionado.

    Vá dizendo coisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.