Vinte Linhas 491

Irina Marcelo Curto – cruzes e ícones na Rua do Século

No Convento dos Cardais (Rua do Século, 123) está patente até 30 de Junho das 14h30 às 17h30 (excepto aos domingos) uma exposição de 20 trabalhos de Irina Marcelo Curto. O seu interesse pelos ícones desenvolveu-se em 2004 na cidade de Moscovo quando, por sugestão do representante do Patriarca de Antioquia, teve lições com a pintora e restauradora de ícones M. F. Kirillova. Já antes, enquanto viveu no México, se tinha interessado pelos trabalhos em gravura de metal. As suas peças de prata e estanho são criadas com instrumentos originais. Ela desenha os seus próprios modelos, converte-os para metal e assina gravuras de excepcional qualidade.

Nas suas pinturas respeita a tecnologia autêntica e antiga; utiliza materiais de bases orgânica e mineral – lápis-lazúli, cinábrio e siena que envolve numa emulsão de ovo e numa solução de álcool. As auréolas e as molduras dos seus ícones são decoradas com luzalite, cornalina, ametistas, granadas, turmalinas e outras pedras preciosas.

Preciosa seria a palavra escolhida se fosse obrigatório escolher uma única palavra para definir esta exposição. A Divindade do Belo é um título feliz para este conjunto. A reprodução que acompanha este texto (convite aos leitores) é uma imagem de preciosa atenção. Pelo que se percebe do trabalho de minúcia do desenho da Mãe e do Filho que segura o globo do Mundo. O Rei dos Reis é ainda uma criança mas já dispõe dos fios que vão fazer girar o Mundo entre milagres e sermões, entre pães e peixes multiplicados e quarenta dias no deserto a meditar. Mas já é o Menino de Sua Mãe que antecipa trinta anos neste abraço o doloroso segurar do corpo descido da Cruz.

2 thoughts on “Vinte Linhas 491”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.