Praça do Comércio – Ajuda

Numa das curvas, a casa de Filomena: pequena concha para esta ostra humana
que me coube em sorte nas aulas de Inglês.
Trouxe de Londres um belo disco de Ian Mathews, não quis receber dinheiro
e não deu tempo para dizer obrigado.
Ainda hoje te procuro neste eléctrico; demorada viagem ao paraíso perdido
do teu interminável puzzle.

3 thoughts on “Praça do Comércio – Ajuda”

  1. O JFK anda sempre à procura de alguém. Quantas vezes casou ou se «ajuntou»? Porra, não é de confiança, carago, há-de haver sempre uma, que procura num canto de Lisboa!

  2. Também já tinha reparado. o JFK procura, vê, faz-lhes versos, mas não sei se leva tampa. Muita mulher há no seu curriculum! Aqui diz que a tal Filomena nem lhe deu tempo para dizer obrigado, devia ter fugido, não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.