Balada do piloto da carreira da Índia

Nossa Senhora do Monte
Sobranceira a Velha Goa
Na linha do horizonte
Tudo recorda Lisboa

A capela do Rosário
Ainda hoje debruçada
No roteiro do estuário
Vê sombra da Armada

Em desenhos e relatos
Cartas náuticas, roteiros
Confusões e desacatos
Onde estão os pioneiros

No porto de Mormugão
Enseada de descanso
No período da monção
Este mar ficava manso

Da Terra Firme a Pangim
Da Ilha Grande a Bardês
Entre baixios sem fim
Um galeão português

Com saudade de Lisboa
Envolvido em maresia
Chegou à barra de Goa
Conforme a cartografia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.