This Way Up #3

Assim, como quem não quer a coisa, desapareceu recentemente a voz feminina mais importante da minha blogosfera. Quando digo «minha blogosfera», digo-o não apenas para relativizar a afirmação, mas sobretudo para transmitir essa sensação de posse: senti inúmeras vezes que os posts da Catarina eram meus e só meus, que apenas eu entendia a genialidade e o refinado sentido de humor dos seus escritos. Palermices, eu sei, mas quem nunca foi fã de ninguém, que me atire o primeiro hyperlink.

4 thoughts on “This Way Up #3”

  1. Sei como é (ganda cagança da minha parte, esta afirmação, mas nada que não seja eu). Quando fechaste as Ruinas, fiquei capaz de te esperar numa esquina, dar-te uma valente sova e obrigar-te a regressar (depois de recuperares o uso dos ossos). Agora toma!:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.