“Pessoas só”

Portugal chegou ao final de Março com uma taxa de desemprego de 15,3%, a terceira mais elevada da União Europeia e que representa uma subida de 0,3% em relação a fevereiro, de acordo com o Eurostat. Apenas Espanha (24,1%) e a Grécia (21,1%, em dados que remontam a janeiro) se encontram em pior situação do que Portugal.
São números dramáticos e o Governo não tem resposta, ou uma tentativa de resposta.
Pior: não são números. Segundo os dados do Eurostat, houve 530 novos desempregados por dia em Portugal durante o mês de Março.
Talvez dizendo 530 pessoas por dia se perceba melhor, não é? 530 pessoas sós, 530 pessoas que vivem com alguém já desempregado, ou por sorte talvez não, 530 pessoas com filhos, 530 pesoas que são o seu único sustento, ou com sorte talvez não. 530 pessoas em risco de entregar o teto ao banco e de ainda assim herdar uma dívida, tantas coisas em 530 vidas por mês.
530 vidas. Por mês.

9 thoughts on ““Pessoas só””

  1. portantes a taxa de emprego é 84,7%, um bom número, antecipando a opinião do eminete investigador social billaberde cabrau.

  2. Sim, é altura de solidariedade. Sugestão: cada deputado e outro politico ou afim com reformas e vencimentos régios, poderão prescindir dos seus vencimentos e contribuir para a concretização do socialismo. Que acha?

    Outra sugestão: não penalizar tanto as pequenas e médias empresas em sede segurança social e outros tributos, vulgo, inpostos ( pelo menos até se recomporem, pagarem saláriso em atraso, etc). Que acha?

  3. Caros amigos e boys,

    Eu bem tinha dito que era necessário puxar pelas Energias Positivas…
    Nada disso resulta da Minha Política… Não, nem do PS… Não!!!
    Sempre enfrentei os poderes estabelecidos, principalmente na PT, na EDP ou no Freeport
    E eu sou o Bonitinho que protegeu o país.
    Façam favor de repetir depois de mim: Direita má, Esquerda boa!

    Ass.

  4. Não estou assim a ver nenhum deputado do CDS ou do PSD a prescindir dos seus vencimentos para contribuir para “a concretização do Socialismo”. Talvez só o benemérito Jacinto Leite Capelo Rego…

    Já estou mais a ver que, afinal, não é nenhum Coelho que nos governa, mas sim “o Sócrates”: estando as coisas tão negras e tendo os portugueses que se habituar a ver “coisas nunca vistas” em Portugal, em termos de desemprego, só pode mesmo ser “o Sócrates” que nos continua a governar, agora vestido em pele de Coelho.

    Aliás, só mesmo um aldrabão “como o Sócrates” se pode dar ao lixo de tirar os Subsídios de Férias e de Natal em 2012 e prometer, mãos-largas, que os devolve “já”, inteirinhos, em… 2 018!!!

    Nem sei como não aproveitou o ensejo e a embalagem para anunciar ao povaréu, em primeira mão, o regresso de Portugal aos mercados em 2 021, ao crescimento económico em 2 025 e a uma situação de pleno emprego já em 2 030! É o que dá, trabalhar ao lado de um mago das continhas, como é o senhor D. Gaspar…

  5. … e leva contigo a corja que nos governa, podem pôr a cricas a render e o porcas nas filigranas de peito.

  6. Quovadis Portugal? Com o desemprego a 6% no governo anterior já andava tudo aos berros.Hoje a 15.3% parece normal. Na França em 38 anos os orçamentos foram sempre deficitarios,e com a divida aumentar. (dito no debate)Julguei que era so com Socrates que essas coisas aconteciam..´Tudo se agravou depois do resgate.Não há um unico numero favoravel.Só as mentiras é que em seis meses foram mais do que em seis anos de Sócrates.Este governo é como uma pena de ave, ainda anda no ar… graças ao sopro de cada vez menos portugueses.

    ,mentem com uma falta de vergonha enorme.Estive ouvir o debate em frança e retive dois casos. ´Há 38 anos que os orçamentos são deficitarios e a divida agravar-se.A segunda questão foi a posição de Holande face aos trabalhadores com mais de 40 anos de serviço,

    ele defende que devem poder ser reformados antecipadamente. Aqui os trabalhadores nessas condiçoes viram os seus pedidos de reformas suspensos.É essa falta de sensibilidade social que nos atormenta.Julgo que vai ser o presidente de outro pais que vai resolver os problemas de Portugal.Aguardemos pelo proximo fim de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.