Ofender os portugueses: as palavras que se seguem, não criaram debate, antes levaram a que V. Gaspar solicitasse a “defesa da honra”.

O deputado socialista João Galamba pediu hoje ao ministro das Finanças que defenda o país perante a ‘troika’ e deixe de ser um “Governo honradinho” porque o país já não tem mais “disponibilidade para discursos salazarentos”.
“Estamos neste momento em insustentabilidade e o que precisamos, senhor ministro, não é de um Governo honradinho, porque este país não tem mais disponibilidade para discursos salazarentos. O que nós precisamos, senhor ministro das Finanças, é de um Governo que diga a verdade e que defenda o país perante a ‘troika’ e que diga de uma vez por todas, em nome de Portugal, em nome dos portugueses, que esta estratégia não resulta”, afirmou João Galamba.
O deputado do PS interpelava o ministro das Finanças, Vítor Gaspar, a quem acusou de ter falhado nos três pilares do programa de ajustamento, contas públicas, transformação estrutural e estabilidade no setor financeiro.
“A sua façanha em 2012 no ajustamento só tem paralelo numa economia de guerra com racionamento em 1943. Não é, não pode ser um sucesso”, acusou.
“O seu orçamento de 2012 não resultou e o de 2013 não pode resultar. Qual destas dez palavras é que não entende?”, concluiu João Galamba.

7 thoughts on “Ofender os portugueses: as palavras que se seguem, não criaram debate, antes levaram a que V. Gaspar solicitasse a “defesa da honra”.”

  1. Ouvi em directo o sensacional J.Galamba,que conseguiu esverdear o já verde da voz lenta e ser acusado por um fulano do PSD que parece saído do filme “A Canção de Lisboa”,de ser radical.Com um OE digno de ir pata o Guiness dos orçamentos de catástrofe,só pode ser humor negro.Aguardo que apareça o vídeo do J.Galamba cujo discurso competiria com o melhor do José Estêvão.

  2. oh belinha! tamém tenho pantalha para ver isso a cores em directo, diferido ou gravado, mas o que eu queria mesmo, era que a rica fizesse umas interpelações do mesmo género ao governo quando aparecem lá no empaleiamento. até parece que foi eleita reporter do aspirina.

  3. Aqui tenho de discordar da deputada Isabel e do deputado Galamba.
    Sendo Gaspar , como já várias vezes o demonstrou, perito em se esgueirar das perguntas que o incomodam, importa não dar a minima abébia para que este possa desculpar-se com uma defesa da honra , enquanto evita , á socapa, responder ao que não lhe interessa.

    É um ministro que não sabe fazer contas, é um facto, mas lá que sabe ludibriar a audiencia, lá isso sabe. Um politico, portanto, mesmo que muitos o achem apenas um técnico.Não é. Têm uma agenda sinistra que se torna mais clara de orçamento rectificativo em orçamento rectificativo. Até ao desastre final.

  4. Grande João Galamba! Disse o que se impõe: que o rei vai nu! Se muitos outros, no PS, não procurassem esconder o que nos mostram os olhos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.