10 thoughts on “Ó pá, se eu encontrar dois estudos rafeiros posso contestar um consenso científico?”

  1. Ola,

    Ja vi tanta gente às aranhas com esta questão, simples em aparência, que julgo recomendavel alguma prudência. A resposta que eu daria é :

    “Bom, poder, podes. Alias, nestes tempos de “informação” barata e imediatamente acessivel, o que mais se vê por ai é quem “conteste um consenso cientifico”, as mais das vezes de maneira completamente gratuita.

    Ja fazer com que esse consenso cientifico deixe de existir, é outra cantiga. Atingir este objectivo é obviamente possivel (e ainda bem), mas são muito raros aqueles que o conseguem, e so o conseguem fazendo boa ciência…”

    Boas

  2. sim, ó pai, percebo. e tu o que achas, mãe? :-)

    (contra argumentos só mesmo os factos: os biológicos, ai a natureza!, a que o progresso e avanço civilizacional se sobrepõe)

  3. Todas as crianças deviam ter direito ao seu próprio leite materno.
    Leite paterno não há.
    Pelo menos leite materno emprestado de uma vizinha ou prima.
    Agora o que os adultos fazem, isso é lá com eles, mas com as crianças, tenham dó!

  4. “Todas as crianças deviam ter direito ao seu próprio leite materno”…

    De facto, esqueci-me deste pormenor. Sob este prisma, o proprio instituto da adopção, seja por quem fôr, é mais do que problematico, e também a existência do universo…

    Alias, a raiz do problema é mesmo esta : o consenso cientifico em torno da existência do universo.

    Boas

  5. Cara Isabel, a sua pergunta e a sua óbvia resposta pressupõe uma coisa que não existe neste escumalha que desgoverna o país. Honestidade intelectual! Essa qualidade numa maioria liderada por um governo de mentirosos e trambiqueiros é uma impossibilidade lógica!

  6. Ó senhor João Viegas, o que é que uma criança que precisa e gosta de mamar na mãe, tem a ver com o consenso científico, se ela não foi feita ao torno?

  7. Caro Reaça,

    Se uma criança ja não tem mãe, ou se não tem mãe que lhe queira, ou que lhe possa, dar de mamar (situações que podem ocorrer na realidade), como é que fazemos ?

    V. pelos vistos é contra a adopção por casais de mesmo sexo. Um direito que lhe assiste. Não percebo é porque é que v. procura a todo o custo justificar racionalmente a sua posição quando, manifestamente, não tem grande jeito para isso…

    Boas

  8. Dantes era Deus que mandava. Agora quem manda é o consenso científico. Mas este todos tratam como coisa e propriedade sua.

  9. Olhe que não, Lucas Galuxo, olhe que não,

    Agora como dantes, quem manda mesmo é a Estupidez, revestida ou não de um manto divino.

    A ciência apenas procura atenuar um pouco. E com parcos resultados.

    Boas

  10. Ainda não vi….NENHUMA casa de acolhimento, casas essas que trabalham com crianças, e que seguramente, algumas de melhor brio e outras nem por isso, contudo…..NENHUMA….achou que o “…superior interesse da criança…” passa pelas guias de sociedade que defende.

    Eu leio a mensagem por detrás desta não afirmação.

    Sem mais

    Delfim

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.