O Bloco de esquerda em três frases

O BE disse ser contra a reposição parcial (muito parcial) das subvenções vitalícias atribuídas a ex-titulares de cargos políticos.

O BE não apresentou qualquer proposta de revogação do preceito orçamental relativo a subvenções anteriores a 2005.

Ladrou, portanto.

57 thoughts on “O Bloco de esquerda em três frases”

  1. O PS tem que explicar MUITO bem o que fez ontem. São momentos destes, a par com os efeitos da chuva em Lisboa, que, pela visibilidade, vão dar azo a muita crítica de café ao estilo Correio da Manhã. Desvalorizar isso é não perceber que as eleições não se ganham nunca apenas com os votos dos esclarecidos (seja lá o que isso for).

  2. e tu não tens mais nada com que te entreter? quem é que encomendou este trabalho? o psd desistiu da ideia e vocês fiacaram com menino nas mãos. ontém o rangel deu um baile de cinismo ao pedro alves que até meteu dó. se não sabem fazer, aprendam com quem sabe, mas não sabotem a possibilidade de serem maioria.

  3. isabel, com amizade, tenho a dizer-lhe que no debate de ontem com a deputada do bloco,não conseguiu desmontar o seu populismo.primeiro era preciso dizer devagar aos portugueses que as subvençoes acabaram repito acabaram com o governo socrates e o que se está a discutir,é aquelas que já estavam atribuidas a politicos já reformados.devia ter dito devagar que os deputados a partir de 2005 deixaram de ter direito a essa subvenção. termino, dizendo que não posso concordar que esse assunto tenha sido levantado numa altura em que milhares de desempregados viram reduzido o tempo de atribuição de subsidio de desemprego, ou os idosos ficarem sem direito ao rsi.

  4. O seu último paragrafo, revela bem a sua falta de argumentos.

    É preciso uma total ausência de senso politico, ou UMA GRANDE LATA, para num momento como este , vir propor a reposição de um previlégio, para alguns politicos.

    ASSIM NÂO ISABEL MOREIRA.

  5. Minha cara senhora.

    Exercer um cargo politico, seja ele Deputado , Presidente de Câmara, Ministro, Presidente da Republica, deveria ser considerado por quem o exerce, como um previlégio, e um serviço que é prestado ao nosso Povo, ao nosso País, em suma á Comunidade.

    Infelizmente, há certos politicos, que olham para este previlégio como uma forma de governarem a vidinha.

    Na Primeira Republica , havia Presidentes da Republica que iam para Belém, de eléctrico.

  6. Isabel Moreira,
    Foi um monumental erro político que provocou danos graves à credibilidade e à confiança no PS e em António Costa. Não entendo como é possível por em risco uma vitória eleitoral com um erro tão crasso.
    Este lamentável episódio veio mostrar que não era só a anterior direcção que estava divorciada da opinião e do sentimento da maioria dos simpatizantes e eleitores do PS.
    O pior que agora poderia acontecer era insistir na defesa de uma medida considerada imoral pela esmagadora maioria das pessoas (basta passar um olhar pelas redes sociais).
    O entusiasmo e a dinãmica criada com a vitória nas primárias já se perdeu, a confiança dos apoiantes está abalada e a prestação parlamentar e mediática da actual direcção parlamentar é medíocre. Ainda por cima tivemos a “brilhante” entrevista de F. Assis a defender a aliança preferencial com o PSD.
    Isto está a ficar preto.

  7. o maior tiro no pé que se podia dar neste momento….não percebo, não acredito que Antonio Costa tenha entrado nesta farsa! e sim, pelo que vejo nas redes sociais e pelo que sinto, acho que esta asneira vai sair muito cara ao PS !!

  8. Cara Isabel Moreira:
    Deixe-me dizer-lhe que o PS e o Antonio Costa ficaram muito mal na fotografia (dos outros já se espera tudo), a verdade é que ninguém compreende esta iniciativa. Assim não vamos lá! Numa altura em que reformados e funcionários públicos são vitimas de cortes brutais, e o País está exangue com esta politica insane que a direita impôs, ver o Ps apoiar esta proposta é vergonhoso. Um verdadeiro tiro no pé (diria mesmo um suicidio colectivo da direção do ps.

  9. só em um países dos terrores, que é vivido como se das maravilhas para alguns, é que encher a pança com o que já foi e não é mais é posto. pelo menos a ladrar ou a roncar o bloco está a fazer protesto, não está apático nem a contornar o real problema.

    foda-se! não há outra expressão! tanta gente a esfolar-se o mês inteiro para ganhar uma miséria para esses inúteis, balastreiros que não fazem – sequer talvez fizeram – nenhum, terem dinheiro de graça.

  10. A “disciplina de cadáver” dos partidos políticos sem princípios, é no que dá: uma deputada, como Isabel Moreira, a defender o indefensável . Tenha vergonha!

  11. rui mota,a isabel quando não concorda até tem votado com a extrema esquerda.neste caso fê-lo tambem com convicção!

  12. alguém sabe quantos comunas renunciaram à subvenção vitalícia? é imoral, indefensável, votámos contra, mas como o nosso voto não conta pra nada, recebemos aquilo a que temos direito por lei e por expectativas. não há ninguém que faça uma lista para lhes espetar no focinho, não esqueçam tamém os oitávios dos teixeiras dos bêdepê e das épês.

  13. fifi,
    Por isso mesmo é que devia ter tido a mesma convicção em votar contra esta proposta miserável. Ou temos princípios, ou não temos. Isto aplica-se a todos os partidos, está bem de ver.

  14. Cara Deputada Isabel Moreira; A ser verdadeiro o esclarecimento, que agora, após esta “argolada grosseira” dos Deputados do PS, por ai circula, ele deveria ter vindo antes, e não depois de o PS ter perdido com esta patetice uns milhares de votos. Aproveito para a relembrar, já que é deputada, e pelo meu partido, que direitos adquiridos eram todos os que perdemos com esta cambada que nos governa. Por isso deve haver moralidade e então repor a todos os pensionistas, trabalhadores, reformados e por aí adiante os SEUS DIREITOS ADQUIRIDOS. A dara assim tiros nos pés não iremos a lado nenhum porque o Povo não é o “pató” que os senhores deputados pensam que é.

  15. Seria de rir, se não fosse para chorar, a manifestação de ignorância e amnésia que grassa nesta caixa de comentários.

    Mas é assim o populismo, infeccioso.

  16. Como é possivel ouvi-la dizer que não podemos esquecer os pais da democracia,neste caso lamentável.Será que se refere ao Oliveira e Costa,ao Vara ao Loureiro e quejandos.
    Além de fazer de nós estupidos, incomoda-me ainda mais a vossa própria burrice.
    Saiam desse vosso mundo fechado

  17. O prof. Martelo, conhecido como o Catavento em tempos
    defeniu o PSD como sendo um saco de gatos! Ora, mais ou
    menos coisa, no PS para além, do socialismo do nome e pro-
    grama, coexistem entre os seus militantes um vasto leque de
    opções, desde aqueles como o Assis até aos parecidos com o
    Lello que, se limitam a fazer pela sua vidinha sempre prontos
    a abichar o que conseguirem! O tempo ao serviço dos cidadãos
    onde quer que seja, deve única e simplesmente contar para
    efeitos de reforma quando chegar o tempo … há benesses que
    não fazem sentido nesta época de grande abundância!!!

  18. “Mas é assim o populismo, infeccioso.”

    é isso tudo, infeccioso e com direito a voto. o costa já deveria ter posto a isabel de quarenta e a antibiótico, antes que alastre às legislativas.

  19. Caro Valupi
    Admiro o seu blog e estou quase sempre de acordo consigo
    Mas não posso compreender que neste caso comece a chamar populista e demagogo a todos os que não teem a sua opinião e neste caso são muitos.não é só a direita.é toda a gente que eu conheço.

  20. Cara Isabel,
    não será de estranhar que num país infectado de viroses propaladas por uma direita populista e uma esquerda oportunista se assista a um caso deste tipo.
    Começa-se com notícias que fazem crer a populaça que há uns deputados que fizeram renascer o que Sócrates cortou, deixa-se embalar a notícia com a sonsice habilidosa dum CDS que diz abster-se e deixa-se a esquerdalhada rasgar as vestes e clamar pela honestidade verdadeiramente honesta. No meio disto tudo não existiu uma única alma caridosa que perguntasse à esquerdalhada quantos deles recebem subvenção, quantos deles querem recebê-la sem os cortes agora propostos, quem do PC vota contra mas recebe na mesma. Cortar os direitos dos outros é o que está a dar, só é pena que muitos desses que vociferam não sofram no pêlo esses mesmos cortes, pois como é sabido pimenta no cu dos outros para eles sempre será refresco.

  21. Peixoto, o populismo e a demagogia consistem em nem sequer ter a noção do que está em causa na proposta que a Isabel defendeu com a mesma lógica que seguiu quando ela e mais uns poucos ousaram afrontar o então secretário-geral do PS em ordem a levar ao Tribunal Constitucional um Orçamento que se provou ser inconstitucional.

    A Isabel Moreira, constitucionalista, é só uma das maiores lutadoras pelos direitos dos mais desfavorecidos que temos neste jardim à beira-mar abandalhado. Claro que se pode discordar dela neste caso, como em qualquer outro, mas tratá-la como alimária só consegue é espelhar a miséria intelectual e moral de quem a acusa dessa forma.

  22. Ó Isabel por acaso a iniciativa até foi porreira…
    Até deu para ouvir o lambretas do CDS a chamar imoral à medida, e olha que ele estava com ar zangado, e fiquei com a sensação que se vocês insistissem ele até convocava uma manifestação.

  23. Como é possivel tamanha bojarda que o PS acaba de dar no próprio pé? Não percebo o comentário do Val. Custa-me a entender a insensibilidade da Isabel Moreira para com os desesperados deste país, sem pão para a boca, quanto mais regalias vitalícias. Bem sei que já acabaram em 2005. Bem sei que foram suspensas talvez, e só, como jogada populista destes governantes manhosos. Bem sei que a lei pode estar do lado dos pobrezinhos e famintos subvencionados. Como também sei que o Junker agiu dentro da lei ao atrair os biliões de quem quis fugir ao fisco nos seus países. Fique-se com a lei, deputada Isabel, porque a lei é tudo para si, sempre e em qualquer circunstância (aqui ou no Luxemburgo), até mesmo quando ao nosso lado vemos gente entre a vida e a morte. (Sabe que isto é uma realidade terrivel para muitos milhares de compatriotas que diz representar?) A senhora só tem sensibilidade para defender a causa dos homossexuais (que também é causa minha)? Tudo o que for além disto trata dentro do plano estritamente legal? Outra coisa: reparem que o PSD tomou a iniciativa da proposta e tomou, depois do Portugal indignado, a iniciativa de voltar atrás. Entretanto o CDS aproveitou para brilhar, repudiando a iniciativa. Bem pode ter sido uma jogada manhosa destes mestres da pulhice, atrelando o PS ao que de pior tem este governo: insensibilidade perante a desgraça dos portugueses, como que a dizer: “vejam, afinal o Costa é igual a nós!” Eles tinham a certeza que o PS ia cair na esparrela. E caiu e espalhou-se ao comprido. Obrigado pelo belo serviço, sr Ferro Rodrigues. O PSD agradece. O país pode rejeitar-vos nas próximas eleições, porque vocês podem cair noutras armadilhas tão ingenuamente como caíram nesta. Não aprenderam nada com tanta pulhice que vos caiu em cima desde 2002, vinda sempre do mesmo lado. Aliem-se a eles como defende Assis ou António Vitorino! Já esqueceram como Soares foi traído por Cavaco no Bloco Central dos anos oitenta? Desculpem lá, mas vocês são uns palermoides a lidar com a direita. Ou será porque a maior parte dos deputados do PS pensa mesmo como a direita pensa? Deviam ter posto os olhos no que está a acontecer ao PS em França e ao PSOE na Espanha. Devo convencer-me, de vez, que a esmagadora maioria dos deputados do PS pensa como a direita pensa?

  24. “Claro que se pode discordar dela neste caso, como em qualquer outro, mas tratá-la como alimária só consegue é espelhar a miséria intelectual e moral de quem a acusa dessa forma.”

    yeah meu, não vás mais longe, fiquemos pelo ultimo paragrafo Ladrou, portanto.

  25. pois eu cá não aceito que a funcionalidade da constitucionalidade, uma espécie de obrigação de profissão, se sobreponha à justiça e aos valores. e também não percebo porquê que a Isabel precisa de porta voz, Valupi. Acho até uma falta de respeito a Isabel adoptar como hábito não dialogar, em questões tão importantes, com quem lhe paga o salário.

  26. A Isabel vai vai votar sim ou não?
    Vão estar todos estar de baixa os do PS e do PSD?
    Ou vão todos aos saldos?
    Aproveitem agora é que é!
    Olhem que existem uns sapatinhos novos muito em conta ali para as bandas da Guerra Junqueiro.
    Existem descontos de 25% para deputados do PS e PSD.
    Ainda ontem vi três destes ex-deputados ali no rossio de mão estendida coitadinhos, retiram-lhes a subvenção-zita.
    É vida….

  27. De tretas não vive o cego,deputados e colarinhos brancos deveriam ter vergonha quando fazem intervenções deste gênero,e que se lembrem que os restantes portugueses também têm filhos ,contas para pagar,comer,têm tudo o que eles têm menos uma coisa….Dinheiro !!!!!Bem haja PS que bem que falas pena é que o povo tenha ouvidos….se é para ser assim que deixem lá estar o Passos, que ao menos já sabemos com o que contamos….Amén

  28. Pareceu-me que estavas a defender a posição da Isabel neste caso das subvenções. E do PS, claro. Não se trata da questão em si mesma, mas do momento escolhido para o fazer, quando milhões de portugueses lutam. literalmente, pela sobrevivência. É de sensibilidade humana que se trata e não de legalidade. Era legal que o presidente da república da Grécia recebesse o seu vencimento de PR, mas abdicou em atenção ao momento dramático do seu povo. Foi populismo? Cavaco preferiu as suas pensões de reforma ao vencimento do cargo que exerce. Não agiu de acordo com todas os artigos da Constituição? Nós também somos sensibilidade, Val. Podes repetir mil vezes que a Isabel é sensivel ao drama dos desfavorecidos, mas esqueceu-os neste caso. Porra, há gente a morrer desesperada, e ela preocupada com a merda de uma regalia temporariamente suspensa!!!

  29. Valium,

    se a rapariga é sensível só tem uma atitude a tomar, dizer publicamente o quanto antes se discorda e ponto final.
    “tomates” tem.

  30. Populismo e demagogia , são termos de quem não tem argumentos.

    Ninguém de bom senso, pode defender semelhante proposta nos dias que correm, aliás NUNCA deveriam ter existido as tais subvenções..

    Espero para ver quem são os deputados do PSD , que apoiarão Isabel Moreira, na sua tentativa de ir para o TC.

    Duvido que no PS tenha algum apoio.

  31. Maria Abril. a legalidade, num Estado de direito, não é uma conveniência ao sabor dos interesses dos mais poderosos ou dos da turbamulta. Por outro lado, o dinheiro que está em causa nesta matéria é ridículo por comparação com qualquer outra despesa no Orçamento, sendo que se destinaria a pessoas que dedicaram parte das suas vidas a trabalhar para a comunidade.

    Quem quiser pode discordar da proposta e do seu calendário, vai sem discussão, do que não se pode discordar sem anular a inteligência própria é da honestidade intelectual e coragem política da Isabel. E foi sobre isso que me pronunciei aqui neste antro de populistas.

  32. Soum nabo nestas andanças.
    A Isabel limitou-se a comentar um facto.
    Muita gente atacou, outros contestaram. Só estes ultimos merecem réplica.
    Não sei muito bem como isto funciona, mas creio que que é justo e adequado replicar.
    Isabel, desculpe lembrar o ónus (que tão bem conhece) mas creio que eles merecem.
    E é um privilégio seu (apesar de não existir reconvenção….).
    bac

  33. Para acabar. Têm toda a razão. Loureiros, Limas, Isaltinos e afins são uns crápulas.

    Mas foram eleitos, ou não? Não interessa quem votou em quem. Foram legitimamente eleitos. Quanto à escolha: Nunca ninguém se enganou na vidinha? Nunnca ninuém se divorciou? Nunca ninguém se desapontou com o(a) amigo(a) de sempre?

    Todos assuntos diferentes. Com tratamento diferenciado. Alguma crença.
    Deixemo-nos de cepticismos. O mal é como o azeite, Vem sempre ao de cima (malta do norte). Fraco consolo, dirão. A mim, basta-me,
    bac

  34. Valupi
    Claro que se pode discordar dela neste caso, como em qualquer outro, mas tratá-la como alimária só consegue é espelhar a miséria intelectual e moral de quem a acusa dessa forma.”

    Parece-me muito mais equilibrado,considerar uma burrice a atitude da sua amiga ,bem como de toda a direção doPS,do que chamar atrasado e imoral a quem lhe faz um comentário
    Que me pareceu bastante educado.
    Devo lembrar-lhe que chamar burro a alguém, não é considerá-la uma ruminante mas apenas adeverti-la, de ter tido uma atitude pouco inteligente.
    Não lhe fica muito bem catalogar de imoral, atrasado,populista ou demagógico,todo aquele que discorda da sua opinião,principalmente no que diz respeito a este assunto.

  35. Deixem-se lá de politiquices.
    As pessoas estão muito preocupadas com o dia de amanhã.
    E não lhes interesa nada «reformas» de pessoas que não conhecem e de que nunca ouviram falar.
    É uma triste e pobre evidência. bem sei, Mas concretizem.
    Que fazer?
    bac

  36. Peixoto, foste tu que trouxeste o Oliveira e Costa, o Vara e o Loureiro para os ligares ao caso em discussão. Ora, independentemente do que aches de cada uma dessas figuras, ao estares a invocar nomes que pretendes exibir como corruptos vens anunciar que a classe política é toda constituída por criminosos, os quais, portanto, não têm direitos.

    E não tens mais nada a dizer sobre este assunto, pelo que para ti o Estado de direito é alguma coisa que só existe para defender os teus interesses conforme te dê na tola ou para onde esteja a soprar o vento. Porque, aqui entre nós que ninguém nos lê, tu nem sequer percebes o que está em causa na posição da Isabel, pois não?

  37. o ps que faz o disparate completo e o be merece o post…
    uha auha uha uah auh auh
    percebo. todo o ps armado – só armado – em esquerda sonha em militar no be.

  38. estou a falar da tua que veio dar voz à da Isabel – ou, pelo menos, sobre a sua intenção. acho bonito e admirável – acho mesmo que é assim que deve ser quando gostamos e acreditamos em pessoas e em causas. mas antes de tudo e de todos deve ser o próprio a debater-se.

  39. Ó Isabel, só espero é que agora com a detenção do Sócrates te ponhas do lado correcto da bancada.
    É que defender determinadas regalias a políticos que permitem que um ex primeiro-ministro seja tratado da forma como foi, enquadra-se mais num estado de sítio do que num estado de direito.

  40. Que vergonha isto tudo, que falta de ética, de justiça… Isabel, e a sua resposta ainda veio lançar gasolina no lume….que desilusão, que falta de… nem encontro a palavra certa! Por estas e por outras é que passarei a partir de agora a votar à esquerda do PS, se é para o reviralho, bora lá!

  41. Isabel Moreira, anda muito magra e com a cara cheia de rugas. O que lhe anda a acontecer? Que horror! Quem são cidadãos que lhe levam a sério? Olha para o espelho antes de falar, que é melhor! E que tal agir como uma senhora que já tem idade para isso. Comporte-se.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.