6 thoughts on “É isso mesmo: impossível compreender os argumentos contra a coadoção”

  1. Ao que isto chegou!
    E pior de tudo isto é que de repente me vi confrontado com o facto de ter estado de acordo com o João Miguel Tavares….

  2. A heterosexualidade é um sentimento pré-histórico para alguns e algumas.

    Para outras pessoas, aceita-se na perfeição a homosexualidade.

    Para muitas mais pessoas já é mais normal a unisexualidade.

    Como já é muito habitual para imensas pessoas a monoparentalidade, admira como ainda não há “masturbatórum” públicos em Lisboa, Porto e outras cidades europeias em vez de assembleias das repúblicas e discotecas.

  3. Ó Ignatz, cá nas berças ainda não tem dessas porras.

    E como não vou para essas bandas quando vou às anállises…mas vejo que já começou aquilo que imagino para o futuro.

    Brigadinho é que eu desejo.

  4. Isabel, não sendo eu G nem T nem B que sinto de devo dizer em antemão, só há um problema com toda esta argumentação…se fosse possível perguntar a uma criança seja qual idade tenha que acha que ela ia responder?

    Delfim

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.