Da opacidade das negociações com a TROIKA: não é só toda a gente que fala nisto, é o CES que o escreve a propósito da avaliação do OE

“Qualquer processo negocial pressupõe sempre a existência de tensão entre as partes. No que respeita às negociações com a Troika verifica-se uma grande opacidade e várias têm sido as decisões que são apresentadas como resultado de negociações, ignorando os destinatários de tais mediadas que fundamentos e estudos estiveram na sua base. Foi o caso das tentativas de aumentar em meia hora o horário de trabalho, da revisão da taxa social única, de pôr em causa os direitos adquiridos a nível da prestação de subsídio de desemprego e,agora, na Proposta de O.E., da decisão sobre o aumento do IMI”

2 thoughts on “Da opacidade das negociações com a TROIKA: não é só toda a gente que fala nisto, é o CES que o escreve a propósito da avaliação do OE”

  1. mas o imi não tinha sido aprovado há bués? agora que foi metido no orças é que acordaste, podias ter-te lembrado disso quando foi votado no parlamento.

  2. Desculpe mas o IMI for aprovado em 2003. E durante estes anos todos ja houve familias que pagaram esses valores astronomicos que agora toda a gente discorda. Ou seja durante 8 anos houve pessoas que pagaram os valores maximos de IMI que agora era suposto ser para todos. A inconstituicionalidade desta lei tão gritante que perante dois imóveis exactamente iguais um pague IMI cerca de 15 vezes mais que o outro imóvel não avaliado. Isto sim é imoral e inconstitucional.Os cidadãos devem ser tratados por igual na lei, os impostos devem ser aplicados de forma justa e igual a todos os cidadãos. Não aceito um simples T2 pagar mais que certas vivendas em Cascais. Onde esta a justiça e equidade fiscal? O que há a fazer no IMI e avaliar todos os imóveis e aplicar uma taxa de 0,2% no máximo. Mas repito aplicar a lei para todos e não só para alguns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.