António Costa

 

As eleições europeias representavam, como de resto foi repetido todos os dias pelo PS, uma oportunidade de expressar no voto socialista o repúdio robusto desta direita jamais vista. Repetidamente se apelou a votar PS também para deixar claro que era neste Partido que estava a alternativa lançada para o próximo governo.

Em número de votos, o PS ganhou e a direita perdeu.

Acontece que perante um país caído na desesperança, a vitória numérica do PS foi, politicamente, uma derrota. Cabe aos socialistas, e portanto eu incluída, ter a lucidez de assumir que o país caído em desesperança não viu no PS uma alternativa. Cabe-nos assumir que o PS não convenceu o povo, estrondosamente, como era sua obrigação, que a alternativa de esperança dá pelo nome de Partido Socialista.

Perante o que nos aconteceu coletivamente nos últimos anos, a palavra alternativa significa um Governo forte, sem dependências de coligações perigosas, defensor do Estado social, desmistificador dos horrores que foram doutrinados acerca de conquistas básicas da democracia, determinado na negociação com parceiros externos, português e europeu e jamais servil, um Governo que permita um rumo.

O resultado obtido pelo PS nas eleições europeias deixa claro que dali não veio a resposta pedia pelo PS aos eleitores.

A candidatura de António Costa é um momento de coragem e não de intriga, é um momento de leitura atenta da vontade dos socialistas e do país, e não um projeto pessoal de poder, é um momento de lucidez muito bem-vindo.

Todos os que lutam e lutaram pelo PS e pelo país devem ser saudados. Por isso, Seguro deve ser saudado pelo seu papel na oposição. Deve ser saudado pelo seu esforço.

A questão não é pessoal. Dia 25 obriga-nos a uma viragem a bem do país, a bem de uma perspetiva de alternativa nos termos atrás descritos.

Ignorar a realidade é um erro. Seguro deve ter a grandeza de convocar um congresso. E, com todo o direito, lutar pelo que acredita e pela manutenção da sua posição.

Gostava que me fosse dada a oportunidade de ter a escolha.

E a minha é clara: António Costa.

32 thoughts on “António Costa”

  1. Não sou militante do PS, mas sou votante e revejo-me inteiramente na posição assumida por Isabel Moreira e João Galamba!

  2. António Costa, o grande amigo de Sócrates, vai ser uma maravilha para o governo. Os tugas mostraram que ainda de lembram demasiado de Sócrates para confiarem no PS. A Costa só vai avivar ainda mais a lembrança.

  3. parece que há vários agarrados à cadeira; a ver se não nos arrastam para o lodo. Façam lá pressão no partido, faxavor.

  4. Sou um dos portugueses que não votou PS nas europeias precisamente por não ver uma alternativa credível em AJSeguro. Fiquei contente com o anúncio da candidatura de António Costa. Penso que pode trazer uma nova esperança ao país.
    E estou enojado com as reacções de várias federações distritais do PS que, claramente, parecem querer que tudo fique na mesma porque já devem ter um pedacinho do “pote” prometido…

  5. Ricardo Pinto…

    Os presidentes / secretariados das federações tb vão sofrer um bocadinho…

    Isto já está td em polvorosa.

    Há tb que agradecer as posições publicas que alguns militantes mais mediáticos vão tomando, logo após a corajosa decisão de António Costa. Com a Isabel, o João Galamba, Pedro Nuno Santo, etc, etc… A coisa vai. Setembro há Congresso… e MUDANÇA na liderança do PS. Em alguma coisa o Tó Zé haveria de acertar…

  6. Por norma voto PS, mas nas últimas 2 eleições não o fiz, pois o Seguro representa o mau da política, os Jotas carreiristas vazios de ideias. Força AC, precisamos de alguém lúcido, combativo e com alternativas credíveis para correr com estes bandalhos que estão a destruir este belo país!

  7. “corajosa decisão de António Costa.”

    Corajosa decisão só depois da derrota de Sócrates, quando era bem mais difícel ser líder do PS. Agora é uma manobra parasitária. O PSD e o CDS só têm que fazer o mais fácil, ligar A. Costa a Sócrates. Basta dizer que A. Costa sempre apoiou as políticas de Sócrates e que com A. Costa vai ser mais do mesmo.

    A. Costa teve o seu tempo quando Sócrates perdeu, teve a hipótese de durante três anos construir uma identidade política própria, agora é só mais um socrático a querer alçar-se ao pote.

    João.

  8. devolvam-lhe o investimento que fez em fatiotas e mandem-no prá cona da tia, se continuar com a tanga dos estatutos, quebrar-regras, coiso & tal, o gajo que fique com a chave daquela porra e o tóino costa que faça um partido socialista paralelo para concorrer às legislativas, sai mais barato e resulta como resultou matosinhos. pera lá que o gajo já diz que ficou chateado porque soube do costa pela tv, com um bocadinho de sorte prá semana já está a aviar pílulas na framácia central.

  9. “O PSD e o CDS só têm que fazer o mais fácil, ligar A. Costa a Sócrates”

    Uiiii… Ca medo!!!

    Deve dar um resultadão… è perguntar ao Rangel e ao Melo…

  10. Quando for as legislativas o PSD vai simplesmente falar no memorando que o PS assinou e que obrigou à austeridade. Vai lembrar que A. Costa sempre apoiou Sócrates e que a sua chegada à liderança é o regresso da ala PS que trouxe a troika para o país.

    A. Costa vai ter que defender Sócrates uma vez que o que não faltam são declarações de A.Costa a defender Sócrates. Isso é tudo muito bonito para vocês mas não se se será para o povo.

  11. João: dream on!

    Eu tb queria que o PSD o fizesse… Mas não são assim tão estúpidos como tu os julgas… Ou são?

  12. João: serás o eco do atrasado mental do Passos? Mas o Sócrates só fez coisas más? E o teu governo, que tem feito de inovador ou iniciativas para criar emprego? Está a atirar este país para a miséria! E o que já fez para corrigir as “asneiras” do Sócrates? Ir ao bolso das velhinhas? E a vergonha das MENTIRAS que propala desde a campanha eleitoral? E os impostos que não sobem mas.. na semana a seguir já sobem? Vai-te encher de moscas, pá!

  13. joão,como eu te conheço.vai dar uma volta mais a tua teoria.ir ao pote é coisa do pcp e bloco!

  14. a estratégia de ir sempre ao sócrates resultou no pior resultado eleitoral do psd-cds desde que há eleições livres:. O João é nosso amigo, people-dá a receita que já não surte efeito. <<keep going johnny.

  15. A. Costa quando o PS mais precisou, depois da derrota, preferiu preservar a imagem dele a assumir a liderança do PS. É este tipo de líder porque vocês suspiram?

    Quando for as legislativas o povo não vai esquercer que A. Costa é e sempre foi da mesma esfera do governo que chamou a troika, o PSD defender a ideia que A. Costa é um regresso ao passado, um regresso a Sócrates, inclusive vai mostrar como é que as propostas de A. Costa já eram as de Sócrates, como em muito pouco se distinguem.

    E pouco importa se são justas ou injustas as críticas o que importa é que se o povo está farto de Passos Coelho ele não está menos farto de Sócrates.

  16. keep going johnny, diz isso lá nos blogs do partido. despois das legislativas, se o líder for o Costa, aparece aqui, para te agradecer outra vez. Mas depois não me venhas com críticas justas que passam a importar.

    A que tipo (NOME) de líder político aspiras, já agora?

  17. “A que tipo (NOME) de líder político aspiras, já agora?”

    Um que não seja um parasita, oportunista.

  18. “Um que não seja um parasita, oportunista”

    Como o Passos Coelho, o Marco António Costa, o Agostinho Branquinho, o MIguel Relvas…, João.?

  19. António Seguro queima muitos votos ao PS.
    Mas Isabel Moreira retirará muitos mais. Se quer o bem do PS faria melhor defender as suas ideias no Bloco de Esquerda ou no Livre.

  20. Cara Isabel Moreira. Perdoe a intromissão. Pode até apagar o comentário se a minha opinião a “incomodar”. Mas, como apoiante de António Costa, que me tem a dizer sobre o comportamento de tão insigne autarca que, em relação à Assembleia Distrital de Lisboa (http://www.ad-lisboa.pt) não se coibe, por capricho político pessoal, sem o aval dos órgãos do município em nome de quem, todavia, diz agir, levou à falência (ao recusar, de forma ilegal, que desde janeiro de 2012 a CML pague as contribuições a que está obrigada nos termos e para os efeitos do artigo 14.º do DL n.º 5/91, de 8 de janeiro)? E com essa atitude ilícita e anticonstitucional levou a que a ADL deixasse de ter condições para pagar os salários aos seus trabalhadores sendo que eu já estou sem receber vencimento há mais de sete meses consecutivos (e sou funcionária pública, com contrato de trabalho por tempo indeterminado e vínculo à administração local)? Concorda V.ª Ex.ª com tal ocorrência? Acha legítimo que se sobreponham interesses pessoais à Lei e ao Direito? Subscreve que meras questões políticas se sobreponham à Justiça?

  21. oh tosca, pede ò anaclecto que te pague ordenado se queres brincar aos políticos. a tua folha de serviço é elucidativa do que custas ao erário público, basta de xulice, faz-te à vida e arranja emprego como os outros.

  22. Este joao com ponto final, deve ser pago à letra, pois anda a repetir a mesma cassete em tudo que é blog.

  23. Seguro que Costa poderia dar outro elã ao PS na recta para as legislativas. Mas ainda ninguém explicou, para além do carisma e confiança que Costa inspira, em que é que Costa seria diferente de Seguro. Retirando os atributos pessoais da coisa, ideologicamente o PS de Costa seria diferente do PS de Seguro? Por que se insiste em dizer que o PS chora a vitória porque Seguro não conseguiu esta coisa magnífica da retórica política que é “passar a mensagem”, e ao invés se reconhece que a dispersão dos votos “nada” tem a ver com Seguro mas sim com o cansaço das pessoas perante políticas em que os partidos ditos do “arco da governação” (outra pérola) insistem? Porque o PS de Seguro e/ou o PS de Costa estão ambos comprometidos com esta Europa da austeridade que retira direitos e obrigações de forma desigual na sociedade. Porque há os lobbies, os jogos, a osmose perfeita emtre poder político e económico, etc. Os actores são os mesmos. Os interesses são os mesmos. Por isso, o ónus vai directo para Seguro que cumpre bem o papel. Costa, suspeito, irá mais à frente, mais coisa menos coisa, cair nos braços do PSD (e vice versa). Enfim!!

  24. ò paulo. se achas que é a mesma coisa, porque é que estás tão preocupado? deve ser o medo dos 12% encolherem para valor real nas próximas. o meneses de gaia tamém descobriu agora o túnel do santana ao marquês que serve para destruir o mito costa.

  25. “Este joao com ponto final, deve ser pago à letra, pois anda a repetir a mesma cassete em tudo que é blog.”

    Ao contrário de vocês eu não preciso nem de ser pago nem de ter a expectativa de um cargo.

  26. Foi uma coisa fantástica esta tomada de posição de António Costa. É necessário apoiá-la , abrir o espaço de debate e não deixar que se torne trivial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.