Um encontro para a fotografia

Passos Coelho aproveitou a viagem a Nova Iorque para fazer a visita da praxe à comunidade portuguesa ali residente. Provavelmente, convencidos de que o actual Governo tem um rumo definido para o País, os nossos conterrâneos pediram-lhe umas palavras de encorajamento para os que desejam investir em Portugal. Vá lá saber-se porquê, a reportagem da RTP cortou a resposta que lhes deu, destacou foi a sessão de fotografias que Passos se dispôs a tirar com quase todos os presentes. Foi pena, pois com a necessidade absoluta de atrair investimento, esta era uma oportunidade para ficarmos a conhecer o que pretende este Governo para o País. Para além das inevitáveis medidas de austeridade, em que sectores da economia pretende investir. Se é que pretende investir nalguma coisa.
A comparação com o Governo anterior é inevitável. Com Sócrates, podia-se concordar ou não, mas ninguém tinha dúvidas quanto às opções que fez, isto apesar da grave crise internacional que teve de enfrentar. Para Passos, aparentemente, desde que invistam, tanto lhe faz que se dediquem a cavar batatas como à apanha do mexilhão, depois logo se vê se são os investimentos que mais interessam ao País. Voltámos à estaca zero. Nem se dá continuidade aos investimentos do Governo anterior, que apesar dos excelentes resultados obtidos, obviamente, não prestam, nem se apresentam alternativas. Abençoado acordo com a Troika que vai disfarçando (mal) o total vazio de ideias.

18 thoughts on “Um encontro para a fotografia”

  1. Pelo menos de contabilistas já não é mau, porque de aldrabões “com rumo” e com o “projecto” de afundar o país, já vimos o que deu, nas mãos do “anterior”.

    Aliás, uns simples merceeiros à antiga, já bastavam, se tivessem sido contratados pelo mestre das patranhas, que vossemecê idolatra canilmente …

    Pois, pois, a comparação com o governo anterior não só é, infeliz e atrozmente inevitável, tal a cagada monumental com que nos copularam à canzana, mas extremamente necessário:

    A Dívida Externa torna-nos sobejamente conhecidos:

    – Top 6 Most Indebted Countries (5º em Dívida Externa) – Investopedia
    http://financialedge.investopedia.com/financial-edge/0810/Top-6-Most-Indebted-Countries-And-Why.aspx#axzz1YcYH0myN

    – World’s Biggest Debtor Nations (13º em Dívida Externa – antigo) – CNBC
    http://www.cnbc.com/id/30308959/The_World_s_Biggest_Debtor_Nations?slide=9

    – Lista completa – Wikipedia
    http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_external_debt

    – Dívida Externa Portuguesa (Oficial) – Banco de Portugal
    http://www.bportugal.pt/pt-PT/Estatisticas/IndicadoresEstatisticosPadronizadosSDDS/sddspaginas/Paginas/extdebt.htm

    Também na Dívida Pública tem havido uma evolução positiva:

    – Portugal no Top 20 dos Mais Endividados – Diário Económico 11/04/2009
    http://economico.sapo.pt/noticias/portugal-esta-no-top-20-dos-paises-mais-endividados-do-mundo_7842.html

    – Portugal no Top 10 dos Mais Endividados – Diário Económico 09/08/2011
    http://economico.sapo.pt/noticias/portugal-no-top-10-dos-mais-endividados-do-mundo_124339.html

    – Portugal no Top 7 dos Mais Endividados – Diário Económico 21/09/2011
    http://economico.sapo.pt/noticias/portugal-entre-os-paises-mais-endividados-do-mundo_127144.html

    – World’s Most Indebted Countries (A foto deste é mesmo humilhante) – Business Journal
    http://www.bizjournals.com/seattle/news/2011/08/12/slideshow-worlds-most-indebted-countries.html?s=image_gallery&img_no=1

    Portanto menina guiducha, já tão prenhe de balofa e cabotina propaganda, o que a malta apenas precisa, tão só, é mesmo de alguém que limpe a COLOSSAL MERDA do seu incompetente, aldrabão e ranhoso mestre socrático.

    Desculpe lá ó menina, mas vá cagar mentiras e propaganda de alcova lá para o seu quintal …

  2. ó Luis Montenegro é impressão minha ou a Guida está mesmo no quintal dela? (em relação às mentiras e propaganda tenho a impressão que nem vale a pena a discussão)

  3. Luis Montenegro tens uma cabeça de merda! Então estás esquecido do que o gajo de Boliqueime fez em 10 anos de desgoverno? Não te lembras-te do Durão que acabou por fugir do país e da merda que fez? Esqueceste-te de falar na Manela, no Frasquilho e a merda que fizeram. E então como é que o de Boliqueime ganhou um balúrdio nas ações? E no teu amigo Oliveira e Costa não é aldrabão? E Dias Loureiro? E o Duarte Lima vosso amigo também! E mais e mais. Os Isaltinos, os Valentins, os Santanas, é pá tinhas tanta merda lá em casa para falares e vens para aqui armado em anjo. Meu calhordas!

  4. Oh Luis Montenegro meu monte de estrume, já agora fala um pouco no Jardim. Mas não te alargues porque senão os teus amigos pepeidocas ainda te enrabam.

  5. o governo do Passos é do estilo facebook, guidinha: quer estar em rede, rodeado de gente que procura relações a planar, em kodac – que é para mais tarde recordar. se não há obra em andamento tem de haver evidência dos fluidos trocados. :-)

  6. Portuga, Portuga, tu és asno e zurras bem. nisso não discuto contigo. não estás habituado a comer fava rica, como os asnos a sério, e por isso já nem consegues trincar uma pequena ervilhota, como aquela que te deixei (com a papinha feita e tudo – é só clicar e ler!).

    tu precisas é de mais alguma palha fast-food para te entreteres, como a que estás habituado a ler nos títulos do jornal e site do PS, visto que a que tem valor nutricional e exige alguma mastigação tu não consegues nem sequer meter na boca – tal é o vício em fast-palhas produzidas em sistema de hidroponia aspirinica.

    e não me esqueço de alguns dos montes de merda que citas, de todo, alguns dos quais deviam estar atrás das grades, incluindo o j. jardim, essa ave insular peçonhenta. quanto a enrabadelas, tema que pareces apreciar, já me bastaram as dos últimos quase sete anos, com origem numa máfia de FDP que deram cabo do pouco que restava de dignidade, seriedade e auto-estima deste país. sabes de quem falo, ou estás esquecido PORTUGASNO?

  7. Luis Montenegro, e das mentiras que eu disse qual foi a que mais te irritou?
    Aposto que foi a da grave crise internacional que Sócrates teve de enfrentar. Tens razão, toda a gente sabe que a crise internacional começou a 5 de Junho deste ano, a 6, vá.

  8. E o é que a Div. Pública ou a Div. Externa (q é privada na sua gde maioria) por si só nos permitem avaliar se uma governação foi boa ou má? Francamente!Eu espero que este Luis Montenegro não seja o deputado, senão mostra bem o tipo de preconceito com o qual estamos a lidar!
    Em relação ao post da guida: certeiro! Estes gajos são de uma ausência de ideias naquelas cabeças cheias de preconceito ideológico!

  9. Luis Montenegro, excelentes resultados obtidos pelo País, obviamente. Consta que há rankings, diferentes dos que aqui deixou, que também nos tornaram conhecidos, desta vez por boas razões.
    E não precisa de me dizer que para si estas opções não prestam porque eu já o disse, mas é um facto que o País obteve excelentes resultados com o investimento nas energias renováveis, Simplex, ciência e tecnologia, etc.
    Para não falar da eficiência da diplomacia económica que permitiu o tão desejado aumento das exportações, mas isso era Sócrates a andar pelo Mundo de mão estendida a envergonhar o País, por isso não conta.

  10. Eu devia ter seguido a máxima: não devemos discutir com um idiota senão, às tantas, já ninguém sabe quem é o idiota. A partir de agora não discuto com o filho da puta do montenegronocu.
    Ponto final.

  11. Sera pedir de mais as inteligencias dos senhores Montenegro e Portuga que consigam manter uma troca de argumentos sem recurso ao insulto e a obscenidade ?
    Provavelmente é pois pela forma repetida como usam aqueles metodos indicam uma certa indigencia mental.

  12. EGR eu sei que por princípio nós devemos ser delicados e atenciosos para com os outros. É um princípio de educação e que devemos prosseguir. Mas, repare eu não sou Jesus Cristo, nem quero. Quando me agridem eu não dou a outra face. Aí é demais. São feitios. Portanto quando chega alguém que nos agride nos nossos sentimentos, não podemos reagir com um sorriso.
    Porque nomes obscenos fazem parte do vocabulário português e devem ser usados nas alturas devidas. Ninguém deve nem pode deixar de os escrever ou dizer.
    Quem me ensinou isso foi o ator José Viana de quem um dia ouvi a seguinte explicação para o uso de termos obscenos. Suponha que um ator está representando uma cena em que um operário da Lisnave (já falecida) está martelando com uma marreta e a determinada altura dá uma marretada nos dedos. O que é que ele vai dizer? Será:
    -Olha! Lá me aleijei, isto está sangrando e se calhar agora terei que ir ao hospital.
    Isto dito na maior das calmas. Claro que não é isto que a cena pede, nem o público aceitaria isso. Aqui terá que ser:
    -Porra, que me aleijei!
    Isto será o mínimo dos mínimos. Por isso determinadas pessoas só percebem quando chamamos os bois pelos nomes. Vêm para aqui ofender e portanto terão que levar a devida resposta.

  13. PORTUGASNO, arre que és mesmo marreta. Deixa-te de conversas de piegas e vem à luta como um asno digno desse nome. pareces uma menina a choramingar. zurra, asna e escoiçeia, mas deixa-te de mariquices. Kiss

  14. Lá está ele a marrar outra vez. Como é que ele sabe que eu sou pegador de touros? E de vacas também. Podes trazer a puta da tua mulher e da tua mãe. Esse monte negro que tens no cu é uma pintelheira de alguém? Meu panasca de merda. Quem chora és tu quando te enrabam com está agora a acontecer com o Passos que te fode a toda a hora meu idiota. Achas que tenho medo de quê? Das tuas investidas? Nem marrar sabes. Tens os cornos serrados. Idiota de merda.

  15. PORTUGASNO … acalma lá a tua cloaca peixeira ordinária e nojenta. Como és um asqueroso sem pinga de decência, nem digno deste aspirina, mesmo sendo isto um antro de lambe-botas socrático – nunca leste das minhas palavras qualquer vernáculo ofensivo que não fosse a exacta imagem de ti próprio: asno troglodita, que a medir pela tua última produção de loucura javarda, está subclassificada: tu és na realidade é um pobre de espírito nojento … por isso, só uma dúzia de chapadas nessa tromba, que mereces pela tua última imunda produção diarreica mental, te pode ajudar na tua patologia demente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.