São tramadas as inconsistências

Diz o Lomba que há “inconsistências problemáticas” nesta história da tentativa de venda de swaps ao Governo anterior pelo secretário de Estado Pais Jorge. Pois há, tudo isto é muito inconsistente e não faz sentido nenhum. O que faria sentido, e seria consistente com o discurso da direita, seria Sócrates ter aceitado comprar aqueles swaps e ainda ter implorado para que lhe vendessem mais. Não se percebe como é que o primeiro-ministro que mais se esforçou por dar cabo das contas do País recusou uma proposta destas. E como é que, mesmo sem esta ajuda preciosa, conseguiu baixar o défice? Lá está, isto é muito inconsistente.

Mas ainda há esperança. Foi-nos prometido que até ao fim do dia tudo será esclarecido. Não é muito tempo, mas talvez chegue para que o secretário de Estado, puxando bastante pela memória, se lembre que, afinal, foi Sócrates que o obrigou a ir a São Bento e lhe fez uma proposta de compra destes contratos manhosos, que só não se concretizou porque, sério como é, e pondo sempre o interesse do País à frente do interesse pessoal, se recusou a vendê-los. Isto, sim, seria consistente.

18 thoughts on “São tramadas as inconsistências”

  1. o lomba entrega o jorge para salvar a marilú. apertem com o jorge que explica a negociata da titularização da dívida que fez com a velha, aquela que se benze quando fala em socras, e que o teixeira dos santos andou a pagar até 2011.

  2. A pouco e pouco vamos percebendo quem patrocinava a maior perseguição de que um 1º Ministro foi vez vítima em Portugal, pelo menos desde o Marquês de Pombal. Então o gajo para além de não fazer fretes aos BPNs e ao Duarte Lima, negócios de Oeiras -IPO, ainda recusava “negócios” de SWAPs propostos pela banca internacional!!!!

  3. Um país que não defende e protege os seus velhos, não é um país, é uma cloaca. O Lomba é um coliforme swapeiro que nada alegremente na dita.

  4. Sendo assim, não entendo como é que o recto e integro Paulo Campos em 2009 (durante um governo do mesmo Sócrates) nomeou Pais Jorge o ímpio para a Estradas de Portugal e o colocou na equipa que renegociou as PPP. Aí não existia nada a apontar ao senhor?

  5. AntiAbrantes, claro que entendes. Tu é que os topas bem. Aposto que para ti não há cá inconsistências, e muito menos problemáticas, é tudo clarinho. Se calhar até devias ir dar uma ajudinha ao Lomba, é que estamos todos à espera de ser esclarecidos e o dia está não tarda no fim…

  6. “Aí não existia nada a apontar ao senhor?”

    não, nessa altura não era secretário de estado e não mentia publicamente. percebeste ou queres um desenho?

  7. @Guida o seu desconversar e a fuga à questão dizem tudo.

    @ignatz, quer então dizer que nessa altura o facto de ele ter tentado vender swaps para maquilhar as contas não o impedia de ser nomeado para um cargo público (pago por todos nós) por um secretário de estado de Sócrates? Já percebi que a sua moral muda conforme as conveniências.

  8. @Guida já agora eu sou contra a nomeação deste tipo para secretário de estado, não tanto pela questão da venda do swap, mas sim pela negociação ruinosa das PPP em que o sujeito participou. A hipocrisia é toda vossa que calaram quando ele foi nomeado no governo anterior e agora rasgam as vestes

  9. não estás a ver bem a coisa, vou fazer um boneco para ver se entendes. o sô jorge não cometeu crime algum, só apresentou umas negociatas do citi ao governo do sócras, que tinham como objectivo maquilhar o déficit varrido pra baixo do tapete pela anterior mulher a dias ferreira. há quem faça destes trabalhos e mais perigosos, a judiciária usa agentes infiltrados, criminosos arrependidos ou com falta de trabalho, para resolver os problemas mais delicados, portanto o jorze se calhar era o perfil ideal para renegociar as ppp(s), mas não tinha perfil para governante e depois de mentir em público, ainda menos. será tão difícil perceber que os cargos públicos não são todos iguais e que governantes não podem ser exemplo de bagunça ou mentir em publico?

  10. AntiAbrantes, não desconversei até porque não apontei nada ao senhor, nem é preciso. O senhor tratou de apontar a si próprio, e com muito sucesso, no briefing da semana passada. E quem apontou as inconsistências problemáticas desta história foi o seu colega Lomba. Parece-me que quem está a desconversar és tu.

  11. Eu bem me queria parecer que isto era tudo culpa do Sócrates.
    Ao ler o antiabrantes fica-se a saber que a Guida tinha toda a razão:
    -” Foi o Sócrates que o obrigou a ir a S.Bento e lhe fez uma proposta de compra destes contratos manhosos…”

    Temos que pedir ao MP que investigue já o Sócrates, pois o “anti” tem provas que a bisavó do dito depositou numa conta offshore milhares de milhões. Pois ele até nomeou o outro para as estradas de Portugal….. Como toda a gente sabe compete ao PM nomear os directores das empresas públicas, logo….
    Eu até acho que foi o Sócrates que nomeou o passos….
    Sim porque não foi o passos que nomeou a marilu, nem o BPNachete…
    Sim porque o BPN nunca foi o banco laranja, sempre foi o banco do socas, sim ele até comprou acções a um euro e depois vendeu ao vendedor por dois euros como toda a gente sabe. Até há quem diga que foi ele que deu ao imaculado fernando lima as provas das escutas, que ele mesmo fazia, ao impoluto cavaco.
    E por aí fora.
    Ufff!

  12. Andam por aí uns indivíduos a apontar o dedo a José Sócrates, algo cobardemente, agora que o homem está em gozo de férias do seu comentário semanal.

    Mas o ridículo da situação é que José Sócrates já não é primeiro-ministro há mais de dois anos; o partido laranja deveria responsabilizar-se por actos políticos próprios, de cujos resultados todos os portugueses são testemunhas. A governação PSD/CDS oferece cargos governamentais a indivíduos com ligações perigosas; não só àqueles ligados aos negócios duvidosos dos militantes laranjas (BPN), como a outros cuja filiação é no Goldman-Sachs, no Citigroup ou no JP Morgan… Tais funcionários da alta finança internacional, vê-se agora como enxameiam países soberanos, tentando seduzir ou chantagear governos de qualquer cor política; até descem ao seu inferno (leia-se, os comunistas chineses) quando o vil metal a tal os obriga…

    Ora, acontece que o que está à vista é que esses indivíduos têm tido a vida muito mais facilitada a convencer o governo de Passos Coelho (que não precisa, de facto, de ser seduzido) do que tiveram a seduzir o governo de José Sócrates. É isso que Lomba terá que explicar… se não quiser ser rotulado de espécime (menor) do género Relvas.

  13. os swaps,não são criminosos. trocar juro variavel por juro fixo,foi o que eu fiz na compra da minha casa. correu bem dado que os juros naquela altura estiveram sempre a subir.o crime é mentir ao dizer que nunca esteve em reuniões a tratar de swaps.vir do outro lado da barricada para o governo,não é original,já temos o sergio monteiro (sec.de estado) que veio dos privados que negociavam as pps.a ministra como tem pouca competencia e muito trabalho,para sair do buraco que a direita nos meteu,contratou um perito, para “descodificar” os swaps que tem em mãos.

  14. AntiAbrantes, é uma pena que não tenhas percebido que o que está em causa é que esse senhor tenha sido nomeado para um cargo politico, para Secretário de Estado.
    Ainda por cima para uma pasta em que teria de decidir sobre os mesmíssimos processos que , tão profissionalmente , tentou impingir ao governo de Sócrates.
    Ser escolhido para gerir empresas públicas, mesmo que com swaps é uma coisa, ser eleito decisor politico é outra.
    Penso eu.

  15. Pandil,

    não percas tempo com quem não anda aqui a fazer nada mais do que defender os seus amos. Com toda a correção e cortesia no falar, como qualquer vulgar meliante de colarinho branco.

    Os antiAbrantes são todos assim, não passam de cães danados. Não estão interessados em discutir sériamente, nem em ensinar, muito menos em aprender, os analfabrutos. Dizem hoje uma coisa e amanhã o seu contrário, se isso lhes convier. É esta a massa bruta de que são feitos o PSD e o CDS, bem como todos os “guvernantes” atuais. Não gastes o teu Latim com gente desta…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.