Saco de gatos

Miguel Relvas, que no último fim-de-semana apareceu em todo o seu esplendor, anunciou o seu apoio à candidatura de Fernando Seara à Câmara de Lisboa, antecipando-se mesmo ao próprio candidato. E ainda acrescentou que está disponível para fazer campanha por ele dia e noite. Isto é que é empenho! Até é caso para perguntar se está a pensar sair do Governo, não vá algum assunto da governação atrapalhar a campanha.

Quem não gostou nada de tanta dedicação às Autárquicas, de tal forma que nem esperou pelo próximo domingo para espalhar o seu veneno, foi Marcelo Rebelo de Sousa, que comparou o apoio de Relvas a um ‘beijo da morte’. E não se ficou pelo Relvas, explicou que governantes muito desgastados não devem andar para aí a apoiar candidaturas. Se calhar tem razão. Mas então quem é que, dentro do PSD, poderá aparecer a fazer campanha? É que o tal desgaste aplica-se aos governantes, ao presidente do partido e, se calhar, à maioria dos apoiantes do Governo. Só se o professor está a sugerir que apareçam ao lado dos candidatos os críticos do Governo. Seria uma originalidade.

2 thoughts on “Saco de gatos”

  1. é o grande desafio do relvas, caso ainda seja ministro daqui a um ano. preparem-se para uma campanha de ordinarice como não há memória.

  2. está a fazer um belíssimo trabalho com a RTP e com a tomada de poder da comunicação social e não tenho dúvidas que fará um excelente trabalho com as autárquicas, campo em qe é expert (até já inventou uns cargos especiais na rede autárquica, bem remunerados, para calar algumas vozes dissonantes). Face a tudo isto porque raio deixaria de ser ministro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.