Marcelo, um católico 2.0

Espanta-me a falta de curiosidade dos nossos jornalistas. De todos os que costumam seguir o nosso Presidente para todo o lado, aparentemente, nem um se lembrou de lhe perguntar o que pensa acerca do conselho do cardeal patriarca aos católicos recasados. Mas espanta-me ainda mais que o próprio não se tenha pronunciado de livre vontade. É que para além de ser católico, tudo indica que não só concorda como pratica os ensinamentos de D. Manuel Clemente.

Depois de uma semana a ser brindado com mimos de toda a espécie, aposto que o cardeal não se teria importado de receber um pouco do afecto que o seu amigo tem para dar e vender a toda a gente.

10 thoughts on “Marcelo, um católico 2.0”

  1. detestei ler o que escreveste, Guidinha. até achei piada ao título – encheu-me de curiosidade. depois fui ver se tinhas descoberto algum facto que o justificasse e nada. pareces ignorante. desde quando não coabitar significa não foder? e desde quando alguém tem alguma coisa que ver com os amigos e a religião do Presidente? e por que raios e coriscos Marcelo tem ou não de concordar com as aleivosias inerentes às religiões em geral e com a qual se identifica em particular?

    2.0 sou eu, tens de concordar. :-)

  2. Guida, és uma moça nova e faz um esforço, tenta!, e não te deixes encantar com os prazeres do néctar. Não agora, mas à noitinha, lê um livro de poesia, pensa um bocadinho nas palavras, vê um filme, ou uma série, e depois escreve sobre o que quiseres que assim, cheia, vais ver que depois te sentes melhor contigo e com os/as outros/as.

  3. Quem é católico tem de o ser inteiramente! Ou então será um simpatizante,um curioso,um diletante, um mirone,um espreita,um comentador, qualquer coisa… algo católica!

  4. ai um gajo pode escolher só a parte da religião que lhe dá jeito? e pode mudar de religião ao sabor das conveniências também? impecável
    se soubesse que era tão fácil ainda chegava a Papa

  5. é assim que nasce o fanatismo, o terrorismo, o machismo, o filhadoputismo e outros ismos, arrisco: nasce da ausência de massa crítica perante uma fé, viva a redundância!, absolutista. :-)

  6. a IURD aconselha a esterilização entre muitas outras aberrações, os CIENTOLOGISTAS vão a extremos do mais bizarro e não me venham dizer que estes são seitas, seitas são todos aqueles grupos que impõem aos seus seguidores regras que se sobrepõem às regras da natureza que essas sim são as leis de Deus. Sigam aquilo que é natural e deixem de se armar em representantes de Deus, Ele vai castigar-vos por isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.